sábado, 22 de julho de 2017

Exposição "DONNA" por Tânia Leal no Espaço Cultural do Hospital IPO

Crédito: Felipe Sekula


Com curadoria de Eloir Jr. e Carla Schwab, o espaço cultural do conceituado Hospital IPO na capital Paranaense, inaugura nesta terça, 25/07, a exposição “Donna” da artista Tânia Leal.  A mostra faz parte do circuito cultural deste segundo semestre e segue até 30/10/2017.

Figura Feminina de Tânia Leal
Divulgação


Sobre a mostra:
A natureza de seu gênero evidencia a paixão pelo universo feminino e ultrapassa os limites irreais, exterioriza-se nos bidimensionais de Tânia, e nascem do seu gestual as mais belas figurações desta artista mulíebre.


Figura Feminina de Tânia Leal
Divulgação


Munidas de sentimentos, estas mulheres podem ser bucólicas e apaixonadas, fortes e ao mesmo tempo sensíveis, pacientes e perseverantes, mas sempre mulheres, todas atemporais e filhas de Eva, e que representadas nas pinturas de Tânia, desfilam num pantone fauvista e transmitem toda a força e emoção do ser feminino.

Vestidas de tintas, estas “Belle Donne” interagem com a natureza, mobiliários, animais e acessórios que a vaidade ostenta, transportando ao cotidiano, cenas narradas em cores expressivas, o que nos dá a impressão de estar sentado ao seu lado aguardando a próxima palavra de uma boa prosa.

Colorido e descontraído é o universo pictórico desta artista, que elegeu o feminino como sua prima linguagem artística e coroa a alma das mulheres com criações ímpares.

Divulgação
Sobre a artista: Tânia Leal é natural de Londrina e radicada em Curitiba há mais de três décadas. Artista visual graduada há 40 anos pela UDESC em Florianópolis e Professora de pintura em seu próprio atelier. De lá para cá, participa de inúmeras exposições, salões de arte e mostras internacionais, tendo seu trabalho editado no Guia de Arte Contemporânea durante sua exposição no Carrousel Du Louvre em 2015. Tânia é figurativa e adora o universo feminino. “Pintar é minha libertação”, relata.






Serviço:
Exposição: “Donna” por Tânia Leal
Local: Espaço Cultural do Hospital IPO
Visitação: 25/07 a 30/10/2017
Horário Livre
Endereço: Rua Goiás, 60 - Água Verde
Térreo
41 – 3314-1500
Curitiba-PR

Entrada Franca

Divulgação

"O Surreal Polonês ao Olhos da Arte", brinda os 11 anos da Casa da Cultura Polonesa Pe. Karol Dworaczek

Crédito: Edinéia Blaskowski


Inaugura com sucesso a exposição “O Surreal Polonês aos Olhos da Arte” na Casa da Cultura Polonesa Pe. Karol Dworaczek

Em comemoração aos 11 anos da Casa da Cultura Padre Karol Dworaczek, a Secretaria de Cultura de São José dos Pinhais inaugurou na sexta-feira 21/07 a Exposição O surreal polonês aos olhos da arte. A Exposição traz obras surrealistas que remetem a cultura polonesa e o olhar dos artistas sobre as paisagens e fatos históricos poloneses.

Crédito: Edinéia Blaskowski

 A mostra foi recepcionada pela coordenadora da Casa, Sra. Edinéia Blaskowski,  com presença
do Cônsul Geral da República da Polônia, Ilmo.Sr. Marek Makowski,  pelo Sr. Imar Augusto, Secretário da Cultura de São José dos Pinhais, por Cecília Szenkovicz Holtman, Chefe de Divisão do Patrimônio Histórico e Artístico de SJP, pelas artistas e Diretoras da Casa da Cultura Polônia Brasil, Mari Inês Piekas e Everly Giller, colaboradores da Secretaria de Cultura de SJP e da Casa da Cultura, convidados, artistas e demais integrantes da comunidade polono-brasileira. 

Sobre a Mostra:
A mostra inspirada no surrealismo com aspectos sócio-culturais poloneses está em itinerância cultural, e já foi vista nos principais espaços oficiais e educacionais do Estado do Paraná tendo sua primeira edição inaugurada em agosto de 2016 na Galeria de Arte Erich Herbert Will em União da Vitória-PR. Com idealização da Prof.ª Marisa M. Klobukoski Marcon, coordenação de Ludmiła Pawłowski, professora de língua polonesa e de sua aluna Fernanda Strobino, o projeto cultural tem o apoio do Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Casa da Cultura Polônia Brasil e Associação Cultural Polska-Braziliana Karol Wojtyła e estará agora em cartaz na Colônia Murici em São José dos Pinhais.

A exposição de Artes visuais conta com 22 artistas paranaenses convidados a criar trabalhos artísticos na linguagem Surreal com a temática social, cultural, geográfica, religiosa, educacional, artística entre outras que remetam a milenar Polônia, tendo como objetivo a universalização do conhecimento sobre aquele País e a sua cultura. Para tanto, cada um dos artistas escolheu um dos temas de sua preferência no contexto polônico e criou um trabalho exclusivo para a mostra. Os materiais para a realização do projeto foram adquiridos por meio do apoio financeiro do Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, com a participação dos próprios artistas de forma voluntária.

Os quadros fazem parte do acervo da Associação Cultural Polska-Braziliana Karol Wojtyła e Secretaria da Cultura de União da Vitória-PR que tem como objetivo da mostra a valorização e resgate da cultura Polonesa deixada por seus antepassados.

Artistas participantes: Aclair Helena Bailke, Ana Inêz Schreineiner , André Brik, Claudio Boczon, Elaine Stankiwicz, Eloir Jr., Everly Giller, Felipe Pétola, Heliana Grudzien, Israel Checozzi, Izabel Liviski, Janete Azeredo, Juliana Kudlinski, Keh Michelotto, Léo Ferreira, Márcia Széliga, Maria Salette Strobino, Mari Inês Piekas, Marlon Bauer, Schirlei Freder, Simone Koubik e Ulisses Teixeira.

Crédito: PMSJP 
Sobre a Casa:
Criada em 2006 e instalada num dos prédios históricos da Colônia Murici, a Casa das Irmãs da Sagrada Família e primeira escola local, a Casa da Cultura tem por missão o resgate e a valorização da cultura e historia da imigração polonesa para São José dos Pinhais.
Para maiores informações entrar em contato com a Secretaria de Cultura (41) 3381-5915 ou com a Casa da Cultura 3635-1545.





SERVIÇO:
Exposição de Arte: “O surreal Polonês aos Olhos da”
Local: Casa da Cultura Polonesa Pe. Karol Dworaczek
Rua João Lipinski, 1001 – Miringuava-Colônia Murici
São José dos Pinhais – PR
Entrada: Gratuita
Classificação: Aberto a todos os públicos
Telefone: 41 – 3635-1545


Renata Kuerten é destaque em desfile que homenageia o Brasil em Miami

Divulgação


A apresentadora do Conexão Models da RedeTV! É destaque no desfile da estilista Silvia Ulson que homenageia Carmen Miranda no SWIMMIAMI

A moda brasileira vem conquistando o mundo não é de hoje, muito se acredita que tem a ver com o clima tropical e também por sua diversidade cultural que é notável. Ao andar pelas ruas brasileiras de norte a sul, percebemos a pluralidade deste país refletido nas pessoas.
Silvia Ulson, estilista reconhecida internacionalmente por levar o jeans brasileiro para as passarelas mais desejadas do mundo, como Paris, Nova Iorque e Miami, é um dos destaques do SWIMMIAMI deste ano, evento de moda praia que reúne designers do mundo todo em Miami para uma semana desfiles.
O destaque e a curiosidade começaram a ganhar força, quando a marca anunciou que sua coleção tem como inspiração e tema, Carmen Miranda, “Esse ano aqui em Miami, mantive o Jeans que é minha crença e quis adicionar esse ícone que sempre foi e será minha grande inspiração de estilo, criatividade e a sua história que é fantástica” ressaltou a estilista.
Além do Jeans, a coleção terá como aplicações a Renda Filé, que é produzida pelas rendeiras ribeirinhas do nordeste do país e é usada por outros estilistas do Brasil, que é o caso de Martha Medeiros, Lino Villaventura, entre outros.
Na passarela, a marca fez o convite para a apresentadora e modelo, Renata Kuerten, que usará peças do desfile que estão avaliadas em mais de 5 mil reais. Segundo Silvia, a apresentadora do Conexão Models da RedeTV!, recebeu com muita alegria o convite, uma vez que uma de suas primeiras coleções divulgada amplamente na mídia, teve Kuerten como modelo em 2006, “Estou muito feliz, a Renata tem muito a ver com a marca, além de ser um ícone da moda e estilo no Brasil”.

A Estilista Silvia Ulson fazendo os últimos ajustes no corpo de Renata Kuerten no Hotel W em Miami (divulgação)
A trilha sonora também será brasileira, além de Carmen Miranda, o DJ Rodrigo Ulson, mais conhecido nas redes sociais como Trotter Music, fez uma seleção brasileira com diversos ritmos dos quatro cantos do país. “Nunca na história do SWIMMIAMI, tivemos o Brasil tão representado como será hoje”, afirma Ulson. O evento acontece hoje a partir das 20H, na Piscina do Hotel W em Miami. 

Sobre a estilista:

Formada em Fashion Design, na Massart de Boston e pós graduada pela F.I.T de NYC, Silvia tem em seu currículo marcas internacionais onde trabalhou durante anos na área de estampas e modelagem. Fundou a marca de beachwear Silu Design, com isso participou do Miami Fashion Week de 2006 a 2008. Hoje, em novo projeto com sua marca homônima SU. Silvia Ulson já desfilou em Paris, Nova Iorque e Miami e é reconhecida mundialmente com o impecável trabalho com Jeans. 

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Exposição "Oratórios: Cultura e Fé" no De Maryno Atelier



Imagens: Divulgação


MASP - Escola

Divulgação

Carmen Miranda é tema de desfile em Miami

Divulgação


A estilista brasileira Silvia Ulson homenageia Carmen Miranda no SWIMMIAMI
Por, Rodrigo Bernardino

A moda brasileira vem conquistando o mundo não é de hoje, muito se acredita que tem a ver com o clima tropical e também por sua diversidade cultural que é notável. Ao andar pelas ruas brasileiras de norte a sul, percebemos a pluralidade deste país refletido nas pessoas.
Silvia Ulson, estilista reconhecida internacionalmente por levar o jeans brasileiro para as passarelas mais desejadas do mundo, como Paris, Nova Iorque e Miami, é um dos destaques do SWIMMIAMI deste ano, evento de moda praia que reúne designers do mundo todo em Miami para uma semana desfiles.
O destaque e a curiosidade começaram a ganhar força, quando a marca anunciou que sua coleção tem como inspiração e tema, Carmen Miranda, “Esse ano aqui em Miami, mantive o Jeans que é minha crença e quis adicionar esse ícone que sempre foi e será minha grande inspiração de estilo, criatividade e a sua história que é fantástica” ressaltou a estilista.
Além do Jeans, a coleção terá como aplicações a Renda Filé, que é produzida pelas rendeiras ribeirinhas do nordeste do país e é usada por outros estilistas do Brasil, que é o caso de Martha Medeiros, Lino Villaventura, entre outros.

Na passarela, a marca fez o convite para a apresentadora e modelo, Renata Kuerten, que usará peças do desfile que estão avaliadas em mais de 5 mil reais. Segundo Silvia, a apresentadora do Conexão Models da RedeTV, recebeu com muita alegria o convite, uma vez que uma de suas primeiras coleções divulgada amplamente na mídia, teve Kuerten como modelo em 2006, “Estou muito feliz, a Renata tem muito a ver com a marca, além de ser um ícone da moda e estilo no Brasil”.
A trilha sonora também será brasileira, além de Carmen Miranda, o DJ Rodrigo Ulson, mais conhecido nas redes sociais como Trotter Music, fez uma seleção brasileira com diversos ritmos dos quatro cantos do país. “Nunca na história do SWIMMIAMI, tivemos o Brasil tão representado como será hoje”, afirma Ulson. O evento acontece hoje a partir das 20H, na Piscina do Hotel W em Miami.

Sobre a estilista:
Formada em Fashion Design, na Massart de Boston e pós graduada pela F.I.T de NYC, Silvia tem em seu currículo marcas internacionais onde trabalhou durante anos na área de estampas e modelagem. Fundou a marca de beachwear Silu Design, com isso participou do Miami Fashion Week de 2006 a 2008. Hoje, em novo projeto com sua marca homônima SU. Silvia Ulson já desfilou em Paris, Nova Iorque e Miami e é reconhecida mundialmente com o impecável trabalho com Jeans. 

Informações à Imprensa:

Grupo Mostra de Ideias
Rodrigo Bernardino
Assessor de Imprensa
(11) 982609162
(11) 36417860

Casa da Cultura Polonesa Pe. Karol Dworaczek comemora 11 anos com a exposição “O Surreal Polonês aos Olhos da Arte”



Nota via site da Prefeitura de São José dos Pinhais
Secretaria de Cultura de São José dos Pinhais realizará a abertura da Exposição “O surreal polonês aos olhos da arte”. (Foto: Divulgação/PMSJP)

Em comemoração aos 11 anos da Casa da Cultura Padre Karol Dworaczek, a Secretaria de Cultura de São José dos Pinhais realizará na sexta-feira (21) a abertura da Exposição O surreal polonês aos olhos da arte, a partir das 19h. A Exposição traz obras surrealistas que remetem a cultura polonesa e o olhar dos artistas sobre as paisagens e fatos históricos poloneses.

Criada em 2006 e instalada num dos prédios históricos da Colônia Murici, a Casa das Irmãs da Sagrada Família e primeira escola local, a Casa da Cultura tem por missão o resgate e a valorização da cultura e historia da imigração polonesa para São José dos Pinhais.
Para maiores informações entrar em contato com a Secretaria de Cultura (41) 3381-5915 ou com a Casa da Cultura 3635-1545.

Sobre a Mostra:
A mostra inspirada no surrealismo com aspectos sócio-culturais poloneses está em itinerância cultural, e já foi vista nos principais espaços oficiais e educacionais do Estado do Paraná tendo sua primeira edição inaugurada em agosto de 2016 na Galeria de Arte Erich Herbert Will em União da Vitória-PR. Com idealização da Prof.ª Marisa M. Klobukoski Marcon, coordenação de Ludmiła Pawłowski, professora de língua polonesa e de sua aluna Fernanda Strobino, o projeto cultural tem o apoio do Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Casa da Cultura Polônia Brasil e Associação Cultural Polska-Braziliana Karol Wojtyła e estará agora em cartaz na Colônia Murici em São José dos Pinhais.

A exposição de Artes visuais conta com 22 artistas paranaenses convidados a criar trabalhos artísticos na linguagem Surreal com a temática social, cultural, geográfica, religiosa, educacional, artística entre outras que remetam a milenar Polônia, tendo como objetivo a universalização do conhecimento sobre aquele País e a sua cultura. Para tanto, cada um dos artistas escolheu um dos temas de sua preferência no contexto polônico e criou um trabalho exclusivo para a mostra. Os materiais para a realização do projeto foram adquiridos por meio do apoio financeiro do Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, com a participação dos próprios artistas de forma voluntária.

Os quadros fazem parte do acervo da Associação Cultural Polska-Braziliana Karol Wojtyła e Secretaria da Cultura de União da Vitória-PR que tem como objetivo da mostra a valorização e resgate da cultura Polonesa deixada por seus antepassados.

Artistas participantes: Aclair Helena Bailke, Ana Inêz Schreineiner , André Brik, Claudio Boczon, Elaine Stankiwicz, Eloir Jr., Everly Giller, Felipe Pétola, Heliana Grudzien, Israel Checozzi, Izabel Liviski, Janete Azeredo, Juliana Kudlinski, Keh Michelotto, Léo Ferreira, Márcia Széliga, Maria Salette Strobino, Mari Inês Piekas, Marlon Bauer, Schirlei Freder, Simone Koubik e Ulisses Teixeira.


Divulgação

quinta-feira, 20 de julho de 2017

MASP

Divulgação

Fernanda Lima e Fábio Porchat apresentam uma sessão sensorial para imaginar na Cinépolis

Divulgação


A rede Cinépolis, maior operadora de cinemas da América Latina e segunda maior do mundo em ingressos vendidos, recebe pela segunda vez em suas salas 4DX de Curitiba, São Paulo, Guarulhos, São Bernardo do Campo, Fortaleza e Salvador, a segunda edição doCinemagine, dia 05 agosto, às 11h, em sessões gratuitas.

As exibições acontecem em 06 (seis) complexos com o intuito de levar uma nova maneira de viver uma sessão de cinema. Entretenimento onde todo mundo se diverte e que é indicado para quem tem deficiência visual. Além disso, haverá a distribuição de pipoca e refrigerante.

O Cinemagine, cinema para imaginar, consiste em uma sessão sensorial, que desperta a imaginação por meio dos sentidos. Todo conteúdo inédito é criado em áudio e sincronizado com as salas 4DX da Cinépolis. O resultado é uma sessão sem imagens, que se ouve e se sente por meio de vento, aromas, movimento da cadeira e esguichos de água.

A segunda edição do Cinemagine apresentará um conteúdo original sobre a história clássica de Titanic, e ainda conta com a participação de Fernanda Lima e com momentos hilários protagonizados por Fábio Porchat, que já gravaram suas participações.

“É a segunda vez que a Cinépolis participa do Cinemagine, e realiza uma ação tão especial de inclusão voltada para o público deficiente visual. Para nós é importante fazer parte deste processo, ampliando as formas de lazer voltadas para os deficientes visuais e proporcionando acessibilidade ao universo do entretenimento”, afirma Luiz Gonzaga Assis de Luca, presidente da Cinépolis Brasil.

O Cinemagine é uma tentativa de criar entretenimento de qualidade, sem imagem, despertando a imaginação por meio de outros sentidos. Para aqueles que enxergam normalmente serão entregues máscaras de olhos para que se viva a experiência de olhos vendados.

“O Cinemagine não vem para substituir o cinema, e sim para acrescentar uma nova maneira de usar uma sala 4DX. Em um mundo 100% imagético, o projeto é um convite às pessoas se divertirem sem se apoiar em imagens. O objetivo do projeto é democratizar ainda mais as salas de cinema, criando novas formas de se divertir com elas”, conta Fernando Christo, idealizador do Cinemagine.

Cinemas participantes – salas 4DX:
Cinépolis JK Iguatemi | sala 2 | 240 lugares | São Paulo.
Cinépolis Parque Maia Guarulhos| sala 5 | 192 lugares | Guarulhos.
Cinépolis São Bernardo Plaza| sala 2 | 198 lugares | São Bernardo do Campo.
Cinépolis Pátio Batel| sala 1 | 202 lugares | Curitiba.
Cinépolis Bela Vista| sala 2 | 208 lugares | Salvador.
Cinépolis RioMar Fortaleza| sala 1 | 203 lugares | Fortaleza.

Serviço
Data: 05 de agosto.
Horário: recepção a partir das 10h e início da sessão às 11h.
Duração: 45 min.
Entrada gratuita.
Para confirmar sua presença clique aqui!*

*Vagas limitadas. Sujeito a lotação da sala.

Quer saber como foi a primeira edição do Cinemagine?
https://www.youtube.com/watch?v=aORyGB94poM

Ouça o pôster-áudio dessa edição: https://www.youtube.com/watch?v=epJIQlfIJxg

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=VcT_9d4ZHOY
 
Sobre a Cinépolis Brasil
A Cinépolis é a maior operadora de cinemas na América Latina e a segunda no mundo com operação de mais de 5.000 salas em treze países. Desde sua chegada ao Brasil em 2010, é a rede com maior crescimento no mercado. Atualmente opera 48 cinemas em todo o Brasil com 364 salas com marcas destaque como Macro XE e IMAX. A Cinépolis é a maior operadora de salas VIP no país e foi pioneira na implantação da tecnologia 4DX – salas com poltronas com movimentos e instalações para gerar mais de 20 efeitos especiais sincronizados com o filme.

A constante inovação e o bom desempenho tem sido reconhecidos com diversos prêmios, dentre eles: Melhor Exibidor por quatro anos consecutivos (2011, 2012, 2013 e 2014), concedido no Prêmio ED (Exibição & Distribuição), realizado pelo Sindicato das Empresas Exibidoras do Estado de São Paulo.

Em 2016, a rede Cinépolis ficou em 1º lugar no “Prêmio Estadão Melhores Serviços”, na categoria redes de cinema. Em 2017, pela segunda vez, o Cinépolis JK Iguatemi foi eleito pelo Guia da Folha como o melhor cinema da cidade de São Paulo (2015 e 2017) e sua sala IMAX foi apontada como melhor sala individual do circuito.

Site oficial: http://www.cinepolis.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/cinepolisbrasil/
Twitter: https://twitter.com/cinepolisbrasil
Instagram: @cinepolisbrasil 

Atividade gratuita apresenta o melhor do cinema publicitário em Curitiba

Divulgação

Eduardo Alves, sócio-diretor da produtora Trunkshot, vai falar sobre sua participação no Cannes Lions - Festival Internacional de Criatividade

Nesta sexta-feira, dia 21 de julho, o Curso de Cinema do Centro Europeu de Curitiba vai promover a Master Class gratuita "The Cannes Lions Experience", ministrada por Eduardo Alves, sócio-diretor da produtora Trunkshot. Durante o evento gratuito, o profissional vai abordar sua participação no Cannes Lions - Festival Internacional de Criatividade, o mais importante do gênero, destinado a premiar os melhores do mundo em diversas categorias, entre as quais a do cinema publicitário.

A Trunkshot, produtora audiovisual com cinco anos de mercado, marcou presença no Festival francês, que foi realizado no último mês de junho, onde conquistou dois shortlists com a peça "Teste de Imagem”, realizada para o Governo do Paraná, nas categorias Cyber e Mobile. Com a mesma peça, a empresa está concorrendo ao Prêmio Profissionais do Ano da Rede Globo, na categoria Institucional Nacional.

Eduardo Alves é formado pelo Curso de Cinema do Centro Europeu, e já dirigiu diversos curtas-metragens e participou da produção de vários outros. Na publicidade, atuou como produtor, assistente de direção e hoje é Diretor de Cena na Trunkshot. No encontro de sexta-feira, ele irá abordar sua experiência no Cannes Lions e também exibir e comentar as peças premiadas, principalmente na categoria “Filme”, conceituando o Festival como um programa de inspiração, celebração, aprendizagem e networking, impulsionado pela crença de que a criatividade é uma força para o negócio, para a mudança e para o bem.


A Master Class "The Cannes Lions Experience" será realizada no Hotel Centro Europeu (Praça Osório, 61), a partir das 19h30. A atividade é gratuita e aberta ao público. Mais informações pelo telefone (41) 3233-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

"O Surreal Polonês aos Olhos da Arte” na Casa da Cultura Polonesa Pe.Karol Dworaczek

Divulgação

A Casa da Cultura Polonesa Padre Karol Dworaczek na Colônia Murici em SJP, inaugura nesta sexta-feira, 21/07 às 19h, a exposição "O Surreal Polonês aos Olhos da Arte”.

A mostra inspirada no surrealismo com aspectos sócio-culturais poloneses está em itinerância cultural, e já foi vista nos principais espaços oficiais e educacionais do Estado do Paraná tendo sua primeira edição inaugurada em agosto de 2016 na Galeria de Arte Erich Herbert Will em União da Vitória-PR. Com idealização da Prof.ª Marisa M. Klobukoski Marcon, coordenação de Ludmiła Pawłowski, professora de língua polonesa e de sua aluna Fernanda Strobino, o projeto cultural tem o apoio do Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Casa da Cultura Polônia Brasil e Associação Cultural Polska-Braziliana Karol Wojtyła e estará agora em cartaz na Colônia Murici em São José dos Pinhais.

A exposição de Artes visuais conta com 22 artistas paranaenses convidados a criar trabalhos artísticos na linguagem Surreal com a temática social, cultural, geográfica, religiosa, educacional, artística entre outras que remetam a milenar Polônia, tendo como objetivo a universalização do conhecimento sobre aquele País e a sua cultura. Para tanto, cada um dos artistas escolheu um dos temas de sua preferência no contexto polônico e criou um trabalho exclusivo para a mostra. Os materiais para a realização do projeto foram adquiridos por meio do apoio financeiro do Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, com a participação dos próprios artistas de forma voluntária.

Os quadros fazem parte do acervo da Associação Cultural Polska-Braziliana Karol Wojtyła e Secretaria da Cultura de União da Vitória-PR que tem como objetivo da mostra a valorização e resgate da cultura Polonesa deixada por seus antepassados.


Artistas participantes: Aclair Helena Bailke, Ana Inêz Schreineiner , André Brik, Claudio Boczon, Elaine Stankiwicz, Eloir Jr., Everly Giller, Felipe Pétola, Heliana Grudzien, Israel Checozzi, Izabel Liviski, Janete Azeredo, Juliana Kudlinski, Keh Michelotto, Léo Ferreira, Márcia Széliga, Maria Salette Strobino, Mari Inês Piekas, Marlon Bauer, Schirlei Freder, Simone Koubik e Ulisses Teixeira.

BaianaSystem se apresenta pela primeira vez em Curitiba

Divulgação

O show da venerada banda baiana será realizado neste sábado (22), na Ópera de Arame, e faz parte da programação oficial do Festival Subtropikal

Um som potente que mistura ritmos e promove uma inédita mescla com o melhor da arte contemporânea levando o público ao êxtase, resultando em um verdadeiro transe coletivo. É assim que a BaianaSystem tem conquistado fãs fieis por onde passa, extrapolando limites costumadamente explorado pelos artistas brasileiros, passando a ser considerada por críticos musicais como a grande banda do país na atualidade.

Neste sábado, 22 de julho, será a vez dos curitibanos conferirem de perto o elogiado som dos baianos, que desembarcam pela primeira vez na cidade para a festa de encerramento do festival de criatividade urbana Subtropikal em um show inédito na Ópera de Arame, celebrando também os 25 anos do icônico espaço curitibano. 

Criada em 2009, em Salvador (BA), a BaianaSystem marcou uma nova geração de artistas baianos, apresentando um som bem autoral que mistura rock, samba-reggae, chula, samba duro, axé, pagode e reggae a expressões como a própria música pop e eletrônica, o Dub, o Rap e suas diversas variantes. A banda, que consegue explorar as influências carnavalescas e folclóricas de sua região com muita ousadia, é embalada pelas rimas e melodias do vocalista Russo Passapusso, e conta ainda com os inspiradíssimos músicos Roberto Barreto, SekoBass e Filipe Cartaxo. No ano passado, a BaianaSystem foi um dos grandes destaques do Prêmio Multishow ao vencer as categorias “Melhor Hit”, com a música “Playssom”, e “Melhor Disco” pela obra “Duas Cidades”. Desde então, passou a ser atração constante na programação de grandes festivais nacionais e internacionais, entre eles os consagrados Lollapalooza e Rock in Rio.

Além da sonoridade marcante, a BaianaSystem aposta em concepções visuais peculiares, potencializando sua expressividade artística e promovendo a coexistência entre som e imagem. Já é tradição em seus shows a utilização de mascaras inspiradas nos “caretas”, personagens tradicionais do Carnaval da Bahia. Outra característica que chama a atenção é a utilização das cores azul e branco, que remetem às pinturas das casas no interior baiano e às comemorações do Dia de Iemanjá. 


A estreia da BaianaSystem em solo curitibano será o grande destaque da festa de encerramento do festival de criatividade urbana Subtropikal, que contará ainda com as apresentações da banda Mulamba e do DJ Caê Traven. O show será realizado na Ópera de Arame, no dia 22 de julho (sábado), a partir das 16h. Os ingressos custam R$ 50 e podem ser adquiridos antecipadamente no site www.sympla.com.br/subtropikal. Mais informações no site www.baianasystem.com.

Rua da Cidadania do Cajuru recebe oficina gratuita de turbantes

Divulgação

A atividade especial faz parte da programação oficial do festival de criatividade urbana Subtropikal

Nesta sexta-feira, dia 21 de julho, a Rua da Cidadania do Cajuru vai sediar atividades gratuitas, que fazem parte da programação oficial do festival de criatividade urbana Subtropikal e terão como tema principal “Ouça-me a voz do negro em evidência”. O grande destaque da ação será uma oficina de turbantes com o projeto “Por Mais Turbantes Nas Ruas”, de Aracaju (SE).  

O “Por Mais Turbantes Nas Ruas” é um projeto educacional que realiza visitas nas escolas promovendo reflexões étnico raciais a respeito de representatividade, valorização e identidade da cultura negra tendo como ponte de diálogo a oficina de turbantes. A iniciativa foi vencedora do Prêmio Brasil Criativo 2016, e desembarca pela primeira vez em Curitiba.


A atividade gratuita será realizada nesta sexta-feira, dia 21 de julho, na Rua da Cidadania do Cajuru (Av. Prefeito Maurício Fruet, 2150), no bairro Cajuru, das 14h às 16h. As inscrições podem ser feitas no site www.sympla.com.br/subtropikal.

Condor patrocina Festival de Dança de Joinville e monta “Palco Aberto” para apresentações aos clientes



Além de ser um dos patrocinadores do tradicional Festival de Dança de Joinville 2017, o Condor Super Center será um dos locais que vai receber um “Palco Aberto”. A Galeria das Flores, anexa ao Hiper Condor Joinville foi escolhida para ser um dos 6 lugares a receber essas apresentações do Festival de Dança de Joinville, que são gratuitas e abertas ao público, e vão acontecer entre os dias 20 a 28 de julho, sempre às 16h e 19h.

Outra novidade deste ano é a parceria entre o Hiper Condor e a Rádio Atlântida, na qual serão realizadas diversas ações promocionais, como o sorteio de brindes e ingressos para o Festival. Estas ações acontecem no QG da rádio, localizado no Shopping Mueller de Joinville.

O Festival de Dança de Joinville, considerado o maior festival de dança do mundo, segundo o Guinness Book, realiza sua 35ª edição de 18 a 29 de julho, reunindo mais de 7,8 mil participantes e público espectador superior a 230 mil pessoas. São 240 horas de espetáculos, sendo 200 gratuitas, em sete gêneros de dança. Este ano, o Festival reúne grupos e escolas de dança de 17 estados, do Distrito Federal e bailarinos da Argentina e Paraguai. Ao todo, serão apresentadas 1.327 coreografias.

Para o presidente do Condor, Pedro Joanir Zonta, patrocinar este evento é o mesmo que patrocinar a cultura da cidade. “Este projeto conseguiu chegar em sua 35ª edição crescendo a cada ano e se tornou referência mundial, contribuindo para a projeção da cidade de Joinville como uma das cidades da dança. Por isso, patrocinar este evento é um grande privilégio, além de que, como seremos um dos Palcos Abertos do Festival, os nossos clientes vão poder assistir a apresentações gratuitas e de qualidade”, afirma.
Mais informações e programação completa do evento no site: http://www.festivaldedanca.com.br/site/.


quarta-feira, 19 de julho de 2017

BEM VINDO A EXPOSIÇÃO "CADEIRAS"

Crédito: CELEPAR

Hall de entrada da Celepar recebe exposição de obras de arte

Os tons neutros do hall de entrada da Companhia estão ganhando, durante os dias 10 e 25 de julho, cores alegres e vivas. O espaço foi escolhido para receber a exposição coletiva "Cadeiras", que conta com 12 quadros e que foi produzida pelo grupo de artistas plásticas ZR Art.

O tema da exposição baseia-se na ideia de que o homem, ao mesmo tempo em que tornou-se sedentário, tornou-se também hiperativo. A cadeira, portanto, consegue representar esta contradição, uma vez que uma pessoa sentada não está nem relaxada nem ativa por completo.

"Cada artista tem seu estilo e sua maneira única de representar o que sente e pensa. Uma vez lançado o tema cada uma trabalha independentemente sua obra, mesmo que muitas vezes estamos lado a lado no atelier. Isto é interessante porque ainda nos comunicamos e opinamos sobre o trabalho da outra. Por sua vez o espectador faz o mesmo: cada um se sentirá atraído por alguma cadeira, e também interpretará de maneira diferente, segundo sua história e visão de mundo. Isso forma parte do mistério e da utilidade da arte, porque frente à uma obra, pensamos e sentimos não necessariamente a mesma coisa, mas sim múltiplas", destaca Susana Goyeneche, uma das artistas do grupo artístico.

Mayara Fantinato Strobach, técnica de informática, se posicionou a respeito da exposição dizendo: "Eu acho válida e bem bacana, especialmente porque possibilita que as pessoas que não acompanham espaços culturais tenham contato com a arte. Também é importante para os artistas terem espaço para divulgação dos seus trabalhos".

O Grupo ZR Art é formado por Iliane Barcellos, Maria Emilia Mendes, Akiko Mileo, Lisete Schiffer, Cristiane Gonçalves, Susana Goienetxe, Rita Bortolan, Giovana Hulltmann, Dirce Poli, Vera Sehnem, Cyntia Kava, e Telma Luize.


Matéria e imagens via site da CELEPAR

Divulgação

Artistas Paranaenses são destaques no Museu de Arte de Blumenau

Divulgação

A exposição Traço, Linha e Mancha é uma das atrações da 3ª Temporada de Exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB), que iniciou em 6 de julho, às 19h, na Fundação Cultural. A coleção artística foi composta por 30 artistas paranaenses que, desafiados a utilizar apenas três cores de tinta (preto, branco e mais uma cor de escolha livre), geraram obras cujos resultados são apresentados ao público blumenauense.
Ao trabalhar as obras que compõem a exposição Traço, Linha e Mancha, alguns artistas do Centro de Arte Contemporânea Edilson Viriato (Cacev) partiram para a construção figurativa, mas a grande maioria optou pela abstração. Nesse processo criativo questionaram os limites entre a pintura e o desenho. "Seria uma pintura desenhada ou um desenho pintado?", questiona a gerente do MAB, Mia Ávila. "Alguns artistas incluíram referências de relações entre indivíduos, degradações, tradições, angústias, escritas, sonhos, fantasias, memórias, figuras nítidas ou semi-apagadas, símbolos e signos, mistérios, caminhos e problemas... Há uma confrontação entre a harmonia e o requinte".

Saiba mais
http://museudeartedeblumenau.blogspot.com.br/
Visitação: até 27 de agosto. De terça-feira a domingo, das 10h às 16h
Visitas mediadas: agendamentos pelo telefone 3381-6176
Entrada franca

Divulgação


MASP - Conversas

Divulgação

Vila Carmela homenageia grandes cantoras brasileiras

Divulgação

Comandado pela artista Lucymar Nicastro, o show vai homenagear nomes como Maria Bethânia e Elis Regina

Nesta sexta-feira, dia 21 de julho, a Vila Carmela, bar em anexo ao Espaço Carmela, no Largo da Ordem, vai promover um show especial para homenagear grandes cantoras brasileiras, além de outros destaques da MPB. A noite será comandada pela artista Lucymar Nicastro, um dos maiores nomes da música curitibana.

Durante o show, o público terá a oportunidade de reviver sucessos de nomes como Elis Regina, Gal Costa, Carmen Miranda, Ana Carolina e Maria Bethânia. A ideia da casa é difundir, ainda mais, o trabalho de grandes artistas brasileiras que superaram inúmeras barreiras e consolidaram seus nomes no país.

A Vila Carmela fica na Rua Doutor Claudino dos Santos (nº 72), no bairro São Francisco. O show terá início às 20h30 e a entrada custa R$ 20. Mais informações e reservas pelo telefone (41) 3779-3979.


Faz de Conta leva as crianças para uma viagem pelo Brasil, África e Índia

Divulgação


Espetáculo musical gratuito é conduzido pela Banda Tupi Pererê neste sábado (22) no Shopping Estação
A banda Tupi Pererê retorna ao palco do Faz de Conta, no Shopping Estação, neste sábado (22), com o espetáculo “Caminho das Histórias”.

Em uma grande viagem musical, quatro artistas mambembes montam o teatro de Tupi & Pererê, e é neste universo que são encenadas e narradas as histórias, com contos do Brasil, África e Índia.

A apresentação é gratuita e tem início às 16h, no Espaço Faz de Conta (piso L1).

21° Festival Espetacular de Teatro de Bonecos

No fim de semana (22 e 23) acontecem as últimas apresentações do 21° Festival Espetacular de Teatro de Bonecos, no Teatro Dr. Botica (piso L1). No sábado, é a vez da peça  “A Menina do Mundo da Lua” e no domingo" e no domingo da “Colecionador de Histórias”.

As apresentações acontecem às 13h, 15h e 17h, com preços especiais,  R$ 10 (inteira) e R$ 5 (estudantes, idosos e crianças de 3 até 12 anos). 

Últimas sessões de Masha e o Urso


Quem não conferiu o musical “Masha e o Urso” ainda tem chances de se divertir com a garotinha levada, seu amigo urso e a nova companhia, uma arara brasileira. As sessões acontecem no Teatro Regina Vogue (piso L2), sábado (22) às 16h e às 18h e no domingo (23) às 11h30 e 16h. Os ingressos estão à venda pelo Disk Ingressos, com o valor de R$ 35 (meia) e R$ 70 (inteira).

Shopping Estação
Av. Sete de Setembro, 2.775, Rebouças - Curitiba (PR)
(41) 3094-5300

MARBÔ BAKERY EXPÕE AQUARELA SOBRE KIRIGAMI DE SANDRA KUNIWAKE

Crédito: Regina Oleski

A série aquarelada "Fragmentos de Natureza", da artista Sandra Kuniwake, com curadoria de Kézia Talisin, está em cartaz na Marbô Bakery - Residência Belotti até dia 27 de agosto.

Divulgação


Sobre a Série
Fragmentos da diversidade da flora e fauna tropical exaltando sua beleza e delicadeza. A mistura das técnicas do papel esculpido em kirigami (do japonês “kiru”- recortar e “kami” – papel) com as nuances da pintura em aquarela, tem o intuito de ressaltar a ideia da efemeridade da vida. Um olhar especial para a natureza da qual também fazemos parte.

Divulgação

Sobre a artista
A ilustradora e designer de produto, integra oUrbanSketchers Curitiba (USC) etraz inspiração oriental em suas Ilustrações utilizando a técnica do kirigami (do japonês “kiru”- recortar e “kami” – papel) e da aquarela. Suas obras tem o intuito de tocar o coração das pessoas através das cores, formas e traços delicados.


SERVIÇO:
Exposição Aquarela sobre Kirigami de Sandra Kuniwake
Local: MarbôBakery
Brunch com a artista: 23/07 das 14h às 17h.
Visitação: até 27/08/2017
De segunda a sexta, das 11 às 18h; sábado e domingo,das 10 às 17h.
Endereço: Rua Dr. Faivre, 621
Telefone: (41) 3121-1547

Entrada Franca

Marbô-Bakery
Residência Belotti
Divulgação


APAP/PR EXIBE “MEMÓRIAS AFETIVAS” DE ELISABETH SEKULIC



Matéria via coluna Katia Velo 
Artista plástica Elisabeth Sekulic durante a abertura da Exposição “Memórias Afetivas” realizada no último domingo (16). Crédito: Edier William

A Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná – APAP/PR realiza desde domingo, 16 de junho, nas Arcadas de São Francisco, a exposição “Memórias Seletivas” da artista plástica Elisabeth Sekulic.

Elisabeth Sekulic, brasileira,  nascida em Hamburg/ Alemanha, em 1968,  vem trabalhando com artes visuais desde 2008, tendo realizado exposições coletivas e individuais desde então, grande parte na cidade de Curitiba, onde reside atualmente. A artista participou de oficinas, cursos e imersões artísticas, destacando as ministradas pelos artistas João Moro e Birgitte Tümmler. Além da pintura, a artista também trabalha com outros tipos de suportes e técnicas de representação como fotografia, arte digital e escrita.

A exposição “Memórias Seletivas” foi inspirada em estudos sobre o inconsciente, como por exemplo, na pesquisa desenvolvida pelo psiquiatra e psicanalista suíço, Hermann Rorschach, que concebeu um teste que objetivava compreender a personalidade de seus pacientes a partir da interpretação que estes davam às manchas abstratas que lhes eram apresentadas durante o tratamento. Para Jung, a realidade que vem à tona numa obra de Arte nunca é a realidade do próprio artista, mas sim, a do inconsciente coletivo.
Partindo destas ideias, a artista criou um tipo de trabalho, no qual destaca figuras imaginárias criadas a partir da sua interpretação de manchas aleatórias, com o objetivo de buscar um pouco deste inconsciente coletivo. “Meu processo do fazer artístico e a expressão que consigo dar a pensamentos, conceitos e até sentimentos, que surgem a partir reflexões e experiências vivenciadas por mim”, destaca a artista.

A artista busca sentido entre estes conceitos diversos e aparentemente desconexos, representando a realidade caótica e fragmentada. A obras da exposição foram pintadas de forma espontânea. Elisabeth priorizou o subconsciente. As obras partem de figuras imaginárias criadas a partir da sua interpretação de manchas aleatórias. A artista parte do individual (inconsciente) e atinge o universal (inconsciente coletivo). Elisabeth busca pintar o invisível. A exposição permanecerá em cartaz até 11 de agosto.
Maiores informações:


Serviço:
Exposição: “Memórias Seletivas”
Artista Plástica: Elisabeth Sekulic
Período de exposição: 16 de julho a 11 de agosto de 2016
Local: Sede da Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná – APAP/PR,Galeria Osmar Chromiec, Sala 11
Horário de visitação: 13h30 às 18h (2ª a 6ª feira) e 11h às 13h (domingo)
Endereço: Av. Jaime Reis, 107, Sala 07 e 11, São Francisco, Curitiba – PR, CEP – 80.510-100, Informações sobre a exposição: (41) 3232-0408, e-mail: apap@apap.com.br, site www.apap.com.br, Entrada: Franca, Classificação: Livre.

terça-feira, 18 de julho de 2017

MASP - Escola

Divulgação

MARATONA ARCHATHON CHEGA EM FLORIANÓPOLIS

Divulgação


A COMPETIÇÃO MAIS AGUARDADA PELOS JOVENS PROFISSIONAIS DA ÁREA DE ARQUITETURA E DESIGN ACONTECE NESTE FIM DE SEMANA EM FLORIANÓPOLIS.

Com a promessa de revelar novos talentos, o Archathon chega em Florianópolis através da CASACOR SC 2017. O Archathon é a maior maratona Arch&Design das Américas, cujo objetivo é revelar as novas promessas do mercado de interiores e disseminar conhecimento prático. Além disso, fomenta a conexão entre jovens profissionais e grandes marcas. Os participantes da maratona têm a chance e o desafio, de participar de um projeto colaborativo em um ambiente específico do mercado. Vitrine para os novos talentos, a premiação é uma grande oportunidade. Somente profissionais recém-formados (no máximo 5 anos) nos cursos de Arquitetura ou Design de Interiores, podem participar da Maratona que dura 3 dias e leva o grupo vencedor a participar da CASACOR SC 2017.

Agenda do evento:
21/07/2017 - 9:00h às 13:00h - ArchaDay by VIVA DECORA PRO - Palestras e um bate-papo com referências do mercado.
22/07/2017 - 8:00h às 20:00h - O grande desafio: a maratona criativa
23/07/2017 - 15:00h às 19:00h - Apresentações, julgamento e premiação

Como funciona a maratona de projetos?
    No primeiro dia acontece o ArchaDay by VIVA DECORA, um momento reservado para informação de qualidade, no qual os participantes são instigados a refletir sobre temas atuais, com foco em inovação, gestão e marketing. Neste dia, as marcas/lojas parceiras do Archathon revelam algumas dicas para os participantes, mas é somente na manhã do segundo dia que todos ficam sabendo qual será o grande desafio.
Iniciado o cronômetro, os grupos têm cerca de 14 horas para concluir a missão: elaborar o projeto de um dos ambientes de CASACOR SC com os produtos dos parceiros do evento. Durante o Archathon, várias surpresas e ativações para animar a competição. Os participantes também contam com a ajuda de mentores, profissionais renomados do mercado.
No último dia os participantes fazem uma apresentação de 5 minutos para uma banca de mentores, que escolhe 9 finalistas. Em seguida, os finalistas apresentam o projeto elaborado para uma Comissão Julgadora (formada por representantes de marcas, jornalistas e outros profissionais da área). Ao final, os jurados se reúnem e escolhem o grupo vencedor.


Mais informações com:
Paula Costa - Assessoria de Imprensa da CASACOR SC 2017
48. 98421.2126

48. 3371.7148

MOSTRA DA ARTE E CULTURA DE SÃO FRANCISCO XAVIER TERÁ TEATRO E MÚSICA NO FINAL DE SEMANA

Divulgação



Evento segue até o dia 31 deste mês com exposições de artistas locais

A Mostra de Arte e Cultura de São Francisco Xavier (MAC-SFX 2017) terá apresentações teatrais e exibições de curtas e longas-metragens neste final de semana. A MAC-SFX, que estreou no início do mês e segue até o próximo dia 31, tem como objetivo divulgar os trabalhos dos artistas locais. As atrações deste final de semana começam na sexta-feira (21), às 18h30, com a peça “Não Mexe Comigo”, com Nilman Dias. Em seguida, às 19h, serão exibidos o clipe “Sinedoque de Metalepse” e o curta “Irene”. Depois, o filme “Fome”, de Cristiano Burlan. 
Já no sábado (22), a MAC-SFX 2017 começa com o Baião Chinês, às 16h30. F­­ormado por Daniel Gonçalves (voz e guitarra), Patrícia Rezende (voz e contrabaixo) e Leonardo Abe (bateria), o trio, que começou sua atividade em 2014, se concentra no humor, na sátira e propõe-se a releitura de músicas já consagradas do repertório nacional e internacional, além de músicas autorais. Partindo da ideia que um show deve ser festivo, o Baião incentiva as pessoas a trazerem seus instrumentos. A intenção é fazer com que haja interação com os músicos. 
Na sequência, às 17h30, é a vez de Ilda Bueno & Marcelo Wolf (voz e guitarra), Célio França (violão), Guilherme Rezende (baixo) e André Georges (bateria). São músicos veteranos de São Francisco Xavier que se uniram para prestigiar e homenagear grandes nomes do rock nacional e internacional. 
Depois, às 18h30, sobe ao palco a Última Ceia. Formada por Alex, Higor e Patrícia, a banda se propõe a realizar apresentações com muita energia, trazendo a verdadeira essência do rock. Os integrantes garantem mexer tanto com os que têm intimidade com o gênero como também com os leigos. 
Após a apresentação da Última Ceia, será a vez do Dança Tribal, às 19h30. Conduzido por Marri Moraes, o grupo existe desde 2013 com foco no ATS® (American Tribal Style), improviso coordenado que funde o folclore árabe ao flamenco e às danças ciganas e indianas. Para a MAC-SFX 2017, foram preparados solos de estilos diversos que abrangem a dança tribal. Para finalizar, uma roda de ATS® com as participantes. Os solos serão apresentados por Marri Moraes, Luisa Pereira, Maree Sousa. Já o improviso coordenado será promovido por Yolanda Bárbara, Mayra Mayummi, Luzineide Santos, Joelma Souza, Mirela Bagdadi e Camila Moraes. 
Ainda no sábado, acontece uma festa julina que terá show da dupla Fred e Kadu. 
DOMINGO
No domingo (23), a programação começa às 14h, com “Bambuira e os Abduzidos”, que mostram um trabalho autoral, cujo músico Gilson Bambuira compartilha arranjos e inspirações com Daniel Gonçalves e Patrícia Rezende.
Também terá apresentação da O+A, que trazem letras que refletem o cotidiano dos integrantes na Serra da Mantiqueira. A banda possui repertório eclético focado em músicas autorais, que misturam elementos da MPB, do pop, rock, funk, reggae, com passagens ainda pela psicódelia e virtuosismo.
Logo depois, vem a música de Katlyn Martins. Ela é musicista e artista de rua desde 2008. Viveu na Argentina no ano de 2012, aproximando-se dos ritmos populares e da cultura do país. Nesta edição da MAC-SFX 2017, a artista apresenta um recorte de suas influências e experiências na América Latina e Brasil, com objetivo de despertar em no público o sentimento e poder da música. Por meio de um repertório que contempla o rock nacional, a MPB e o alternativo.

Ainda no domingo haverá nova sessão de curtas, a partir das 17h30, além da exibição do filme “Guerra da Independência na Bahia”.

Os eventos, que são gratuitos, acontecem no antigo Casarão da Fazenda, na Rua XV de Novembro, 1.051, em São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos.


segunda-feira, 17 de julho de 2017

Fórum discutirá a sociedade contemporânea em Curitiba

Divulgação

O REFLITA, que será realizado na Capela Santa Maria, faz parte da programação oficial do festival de criatividade urbana Subtropikal

 Nos dias 19 e 20 de julho, a cidade de Curitiba vai receber o Fórum REFLITA, que será realizado na Capela Santa Maria. O evento, que faz parte do festival de criatividade urbana Subtropikal, discutirá a sociedade contemporânea, com temas que irão do urbanismo até a representatividade política em pleno ano de 2017.

O REFLITA, que terá 9 painéis de discussão e 1 palestra, consiste em um fórum de discussão com temas variados privilegiando contrapontos de personagens como conhecimento de causa e dispostos a sair do conforto das “bolhas ideológicas”. “A nossa ideia é fazer com que as pessoas pensem e, obviamente, reflitam sobre a sociedade contemporânea. O REFLITA vai discutir assuntos que estão em evidência em todo o mundo, contando com a participação de nomes importantes dos mais variados segmentos. Serão dois dias de uma troca intensa de experiências”, comenta Bruna Calegari, uma das organizadoras doSubtropikal.

Entre os temas discutidos estarão “Representatividade Política em Cheque”, que contará com a participação de nomes como Goura (Vereador), Luciano Pizzato (Deputado Estadual), Rhodrigo Deda (Advogado e Jornalista) e Raphael Santos (Arquiteto/Membro do Diretório do Partido Novo em Curitiba); “Ressignificando Espaços Urbanos”, com Lucas Cintra (Empresário/Pizza), Facundo Guerra (Empresário/Grupo Vegas), Aline Roman (Arquiteta) e Karla Keiko (Empresária/Das Nuvens); e “Apropriação e Assimilação Cultural”, com Rita Romão (Publicitária/Por Mais Turbantes Nas Ruas), Rouseanny Luiza (Socióloga/Por Mais Turbantes Nas Ruas), Beto Lanza (Diretor de Ação Cultural/Fundação Cultural de Curitiba) e Henrique Cabral (Especialista em Economia Criativa).

Outro destaque da programação ficará por conta do painel “Estar Refugiado: uma situação temporária”, que trará os desafios de pessoas que são obrigadas a abandonar seus países enfrentam desafios ainda maiores na hora de se integrar em uma nova nação. Ele contará com a participação de três refugiados, que irão contar suas histórias, e de dois profissionais que atuam diretamente para que essas pessoas tenham uma vida tranquila e feliz em outros países: Marcela Milano, do Linyon Global Workers, organização de inteligência cultural e recolocação de refugiados em Curitiba; e Miguel Pachioni, representante da UNHCR (UNHCR), agência da ONU para refugiados.

O rei da noite de São Paulo

Uma das grandes estrelas do REFLITA será o empresário Facundo Guerra, um dos responsáveis pela nova cara da noite paulistana, que participará do painel “Ressignificando Espaços Urbanos”, no dia 19 de julho, a partir das 19h45, e comandará a palestra especial do evento no mesmo dia, a partir das 21h. Aos 42 anos, Facundo é considerado o principal responsável pelo renascimento da Rua Augusta, que nos últimos anos se transformou em um point da capital paulista. Nos últimos 10 anos, o empresário tocou projetos que reoxigenaram a noite paulista, entre eles as boates Vegas e Lions Nightclub e a casa de shows Cine Joia.

Confira a programação completa do REFLITA:

QUARTA-FEIRA, 19 DE JULHO:
·        16h - 17h: REPRESENTATIVIDADE POLÍTICA EM CHEQUE - Protagonistas do cenário político local falam sobre os novos desafios da democracia sob perspectivas distintas.
Convidados: Goura (Vereador), Luciano Pizzato (Deputado Estadual), Rhodrigo Deda (Advogado e Jornalista) e Raphael Santos (Arquiteto/Membro do Diretório do Partido Novo em Curitiba). Mediação: João Anzolin.
·        17h – 18h15: RED BULL AMAPHIKO APRESENTA DEBATE SOBRE ECONOMIA COMPARTILHÁVEL - Escassez e abundância, acesso e propriedade: as novas formas de produzir e consumir bens e serviços. Convidados: Camila Carvalho (Empresária/Tem Açúcar? - Compartilhe coisas com seus vizinhos), Ariane Santos (Empresária/Badu Design). Mediação: Diogo Dreyer.
·        18h30 – 19h45: GLOSSÁRIO DO FUTURO - Blockchain, singularidade, chatbots: estes e outros conceitos que estão moldando a nova realidade discutidos de forma simples e direta. Convidados: Stephan Garcia (Empresário/OpenBrazil.Org, Rhodrigo Deda (Advogado e Jornalista) e Paula Berman (Ativista Política).
·        19h45 - 21h: RESSIGNIFICANDO ESPAÇOS URBANOS - Como ocupar os espaços de forma criativa a pode transformar a vida das cidades. Convidados: Lucas Cintra (Empresário/Pizza), Facundo Guerra (Empresário/Grupo Vegas), Aline Roman (Arquiteta), Karla Keiko (Empresária/Das Nuvens).
·        21h – 22h15: PALESTRA -  Facundo Guerra.
QUINTA-FEIRA, 20 DE JULHO:
·        16h - 17h: APROPRIAÇÃO E ASSIMILAÇÃO CULTURAL - Uma conversa sobre os nuances dos processos de assimilação cultural, e a linha tênue que os separa das práticas de apropriação. Convidados: Rita Romão (Publicitária/Por Mais Turbantes Nas Ruas), Rouseanny Luiza (Socióloga/Por Mais Turbantes Nas Ruas), Beto Lanza (Diretor de Ação Cultural/Fundação Cultural de Curitiba), Henrique Cabral (Especialista em Economia Criativa). Mediador: João Anzolin.
·        17h – 18h15: SANEPAR e Red Bull Amaphiko apresentam CIDADE AZUL
- Um bate papo sobre a conscientização a respeito dos rios urbanos.
Convidada: Carol Férres (Cidade Azul).
·        18h30 – 19h45: ESTAR REFUGIADO: UMA SITUAÇÃO TEMPORÁRIA - Pessoas que são obrigadas a abandonar seus países enfrentam desafios ainda maiores na hora de se integrar em uma nova nação. Idioma, a adaptação cultural e recolocação profissional são alguns deles. Convidamos três refugiados para contar suas histórias, junto com Marcela Milano, do Linyon Global Workers, organização de inteligência cultural e recolocação de refugiados em Curitiba, e Miguel Pachioni, representante da UNHCR (UNHCR), agência da ONU para refugiados.
·        19h45 - 21h: VIDA NO CENTRO - Sina das grandes cidades brasileiras, os problemas na região central de Curitiba são enfrentados por personagens resilientes e corajosos, que se reúnem para uma conversa a respeito dos desafios, ideias e possíveis soluções para o bairro.
Convidados: Mariah Salomão (Empresária/NovoLouvre), Patrícia Bandeira (Empresária/Negrita Bar), Fabio Domingos (arquiteto/Grifo Arquitetura).
·        21h – 22h15: DA ARQUITETURA AOS SERVIÇOS: O DESIGN COMO PROTAGONISTA. Convidados: Rosangela Araújo (Professora/Universidade Positivo), Manoel Coelho (Arquiteto e Professor) e Mauricio Cruz (Professor/Arquitetura e Urbanismo - Universidade Católica Dom Bosco).

O Fórum REFLITA será realizado nos dias 19 e 20 de julho, das 16h às 22h15, na Capela Santa Maria (Rua Conselheiro Laurindo, 273). Os ingressos para cada dia do evento custam R$ 25 e podem ser adquiridos no site www.sympla.com.br/subtropical. Mais informações no site www.subtropikal.com.br.