quarta-feira, 31 de agosto de 2016

ARTISTA MARANHENSE JOEL DUMARA EXPÕE EM SÃO PAULO

Foto: Divulgação


O Centro Brasileiro Britânico na capital paulista recebe a XXX Mostra de arte da Granja Viana 2016, e tem como convidado o artista plástico maranhense Joel DuMara.

Em sua 30a. edição a mostra reúne 40 artistas de várias regiões do Brasil, que apresentam pinturas e esculturas em diversas linguagens, técnicas pictóricas e estilos. A coletiva de teor beneficente terá vendas no local com renda revertida à Vida - Casa de Apoio da Granja Viana.

Obra de Joel DuMara
Foto: Divulgação


Artistas Participantes: Aline Hannun, Ana Gomes, Angelika Winkler, Augusto Taishin Higa, Cassiano Araujo, Cristina Fagundes, Dircéa Montfort, Ernesto Ferro, Fritz Berg (in memoriam -homenageado), Gersey Pinheiro, Giusepe Ranzini, Hannelore, Jacobowitz, Helena Falconi, Joel DuMara, Jorge Luiz Mendez, Kenichi Kaneko, Kity Mendonça, M.Clarice Sarraf, Ma Ferreira, Memé Vizotto, Margarita Farré, Maria Campolina, Mariko Kaneko (in memoriam - homenageada), Marilda Dib, Neno Ramos, Otoni Gali Rosa,Pastora San Guidette, Paula Darriba, Regina Lara, Rosina Dangina, Silvana Borges, Sylvia Moore, Simon Abuhab, Sonia Talarico, Tania Boutaud de La Combe, Toshiko Hayashi, Vera Ranzini, Vivian Vick , Giuseppe Ranzini e Yatiyo Yassuda.


Foto: Divulgação
Sobre o artista convidado:

Joel DuMara, maranhense de Santa Inês, é artista autodidata e desenvolve seu dom artístico desde menino. Seus talentos vão da pintura, desenhos e esculturas a uma diversidade de trabalhos artesanais. Formou-se em Ciências Econômicas pela conceituada Universidade do Rio de Janeiro-UFRRJ e seguiu carreira atuante em atividades bancárias como funcionário do Banco do Brasil desde 2004, e durante este período as artes plásticas tornaram-se apenas um prazeroso hobby. 
Em 2009, seu dito “Hobby” expressa-se fortemente e dá a gênese a um grande amadurecimento artístico, momento este em que foi selecionado pelo Banco de Talento da FEBRABAN, através da divulgação e contatos com outros artistas, em especial Beto Lima, seu grande Incentivador.  
De lá para cá, o artista participou de diversas mostras individuais e coletivas, entre elas, “O Grito do Maranhão” e “Somente Mulher”, salões de arte e exposições internacionais como “Art to the World” em Berlim na Alemanha e Toulouse na França, ambas pela Waylight.


Mais informações sobre o artista: WWW.joeldumara.com.br

Obra de Joel DuMara
Foto: Divulgação


Obra de Joel DuMara
Foto: Divulgação



SERVIÇO:
XXXX MOSTRA DE ARTE DA GRANJA VIANA
Local: Centro Brasileiro-Britânico / Edifício Cultura Inglesa
Data: 12 a 25/09/2016
Segunda a sexta-feira das 10h às 19h
Sábados e domingos das 10h às 16h
Endereço: Rua Ferreira de Araujo, 741 – Pinheiros – São Paulo-SP
Estacionamento tarifado no local

Convite: Divulgação



A Vida - Casa de Apoio é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1987, que trabalha em prol da população carente de Cotia, na Grande São Paulo. Nossa linha de ação segue três diretrizes: o desenvolvimento de programas de proteção básica a crianças, adolescentes e idosos; a realização de programas para melhoria de qualidade de vida das famílias da região e a promoção de atividades assistenciais e de apoio à comunidade.


Fonte e mais informações: WWW.casadeapoio.com.br

INTRODUÇÃO À PSICOLOGIA DE JUNG NO SOLAR DO ROSÁRIO

Imagem: Divulgação

HISTÓRIA DA MODA ATRAVÉS DO SÉCULO XX NO SOLAR DO ROSÁRIO

Imagem: Divulgação


CASA DA CULTURA POLÔNIA BRASIL REALIZA A III FEIRA DE ARTE E ARTESANATO

Foto: Divulgação

No dia 9 de outubro de 2016 será realizada a III FEIRA DE ARTE E ARTESANATO da Casa da Cultura Polônia-Brasil com parceria com a Sociedade Tadeusz Kościuszko.

A novidade será a Praça de Alimentação com produtos relacionados à cozinha e cultura polonesa.

Também no dia da Feira acontecerá a apresentação da dança da “Boneca e o Sapo” do grupo “Junak” relacionada ao lançamento do livro das lendas polonesas pelas nossas artistas.

Informações: 9647-8488 Everly ou e-mail: asaculturapbr@gmail.com


Foto: Divulgação




Casa da Cultura Polônia Brasil

55 41 3088 0708

Logo: Divulgação


terça-feira, 30 de agosto de 2016

BISA BASÍLIO CAFÉ INAUGURA EXPOSIÇÃO "BABUSZKIANDO" DE ELOIR JR.

Foto Montagem: Divulgação

O elegante Bisa Basílio Café no Água Verde em Curitiba-PR, inaugura nesta quinta-feira, dia 01/09 a Exposição individual “BABUSZKIANDO" do artista plástico e curador Eloir Jr.

Com curadoria de Carla Schwab e do próprio artista, as paredes do aconchegante casarão de vivências eslavas reúne 10 trabalhos da atemporal série “Babuszkas Pop” do artista.

Foto: Divulgação
"Monalisa Babuszka ucraniana"


“Babuszkiando” é uma coletânea lúdica com influência eslava, onde o artista expressa seu icônico e preferido tema pictórico numa homenagem as grandes mulheres do mundo, sendo pinturas, artistas, atrizes, lendas e demais personalidades femininas elaboradas em cenários paranistas na forma de Matryoszkas e Babuszkas.  

Os bidimensionais de Eloir exteriorizam a riqueza cultural das milenares Ucrânia e Polônia, e suas personagens incorporam esta figuração geométrica em harmonia com gralhas azuis e pinhões, remetendo a gênese da colonização paranaense.   

Foto: Lex Kozlik
Sobre o artista:
Nascido em Curitiba-PR., Eloir Jr. é Artista Plástico pós-graduado pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e graduado pela Universidade Tuiuti do Paraná. Colunista cultural do Sztuka Kuritiba, Arte&Cultura Paranaense da Revista Paulista e Coluna Arte da Revista Virtual Cultural Carlos Zemek. Há 7 anos é Diretor-curador dos Grupos de Arte Contemporânea ART.CON e ÓIA NÓIS e ex-integrante do Grupo Folclórico Português Alma Lusa e Grupo Folclórico Polonês do Paraná Wisla, entre as décadas de 1984 e 2004.

Expõe profissionalmente seus trabalhos artísticos em mostras individuais, coletivas e salões de arte desde 1997, obtendo 12 premiações durante este período e suas obras estão em coleções de acervos nacionais, internacionais, livros de arte e cultura e nas edições da Casa Cor Paraná.
Em 2010 representou com suas pinturas o Estado do Paraná na cidade francesa de Vaire-Sur-Marne, e em 2013 participou de exposição no Carrousel Du Louvre em Paris-France.

Há 20 anos é estudioso das etnias européias que imigraram e colonizaram a terra Paranaense, região sul do Brasil, com enfoque principal na cultura eslava da Polônia e Ucrânia, onde não só expressa a pintura sobre tela, como também o artesanato cultural destes países.

Seu trabalho é alegre, colorido e resgata as memórias culturais trazidas pelos diversos povos. Inspirando-se nos folclores polonês, ucraniano, português, italiano entre outros, o artista consegue demonstrar a convivência harmoniosa das etnias que fazem parte de sua terra natal, a terra de todas as gentes.

Em seu percurso artístico se identificou com a linguagem Naïf, que traduz a pura expressão ingênua da cultura, hábitos e costumes em harmonia com ícones paranistas, como gralha azul, araucárias e pinhões.


SERVIÇO:
Exposição "BABUSZKIANDO” de Eloir Jr.
Local: Bisa Basílio Café
Visitação: 01 a 30/09
De segunda-feira a sábado das 10h às 20h
Endereço: Rua Coronel Dulcídio, 1822 - Água Verde
Curitiba-PR
Fone: 41 - 3528-6220

Entrada Franca

Foto: Divulgação

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

"NOTAS SOBRE POLÍTICA E CULTURA" de Michel Silva, pela Editora Todas as Musas e Instituto Federal Catarinense

Imagem: Divulgação

A Editora Todas as Musas e o Instituto Federal Catarinense anunciam o lançamento de:
Notas sobre política e cultura
de
Michel Silva

(Pesquisador no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense. Doutorando em História pela UFSC, mestre em História pela UESC)


Para adquirir, acesse:

Para mais informações, escreva para:

Veja as notícias da Editora em:

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

REDAÇÃO PARA VESTIBULANDOS NO SOLAR DO ROSÁRIO

Imagem: Divulgação

ESPETÁCULO DE FIOS NO TEATRO NIVALDO SANTANA EM OSASCO-SP

Imagem: Divulgação

SERVIÇO:
No: Teatro Nivaldo Fidelis Santana.
Quando: Dia 02 às 19:30hs e 03-04 / setembro às 17:00hs.
Quanto: R$ 20,00 inteira
Onde: Rua Tenente Avelar Pires de Azevedo, 360 - Centro de Osasco,
Ingressos: www.eventick.com.br/espetaculo-de-fios

Museu Egípcio fecha durante o mês de setembro para troca de exposição


Imagem: Divulgação


Por Emanuelle Spack

Do dia 29 de agosto até o dia 22 de setembro, o Museu Egípcio e Rosacruz estará fechado para troca de peças para a abertura da XV Exposição de Longa Duração do Museu, que traz o tema “A Literatura no Egito Faraônico”

Ela estará aberta para visitação a partir do dia 22 de setembro de 2016 até o mês de agosto de 2018. Após a reabertura, o museu passa a funcionar também nos feriados com o horário de sábado. Essa troca faz-se necessária porque o Museu Egípcio organiza exposições de longa duração a cada dois anos.

 “Nesse período procuramos sempre disponibilizar um novo tema sobre o Egito Antigo que possa revelar curiosidades até então não exploradas pelo museu. Isso também possibilita a mostra de peças que não estavam em exposição, tornando o espaço mais dinâmico e rico em conteúdo histórico”, explica a supervisora cultural da Ordem Rosacruz, Vivian Tedardi. 

A nova temática apresentará a relação dos textos egípcios com a organização social e cultural do Egito Antigo. Contamos com a compreensão de todos. Em breve mais informações serão divulgadas sobre a próxima exposição.

Serviço
Local: Museu Egípcio e Rosacruz
Endereço: Rua Nicarágua, 2620 - Bacacheri - 82515-260 - Curitiba, Paraná.
Entrada:
R$ 5,00 inteira;
R$ 3,00 meia (estudantes rosacruzes, crianças até 12 anos, idosos, estudantes, professores mediante documento comprovatório, doadores de sangue e pessoas com necessidades especiais);
R$ 1,00 visitas escolares monitoradas.

Dias e Horários de funcionamento:
De segunda a sexta-feira das 08h às 12h e das 13h às 17h:30;
Sábados: das 10h às 17h;
Domingos: das 09h às 12h;
Feriados: das 10h às 17h

*Haverá horário de acesso, sempre meia hora antes do museu fechar.

KÉZIA TALISIN NO GUIDE INTERNACIONAL D’ART CONTEMPORAIN DO CARROUSEL DU LOUVRE


Imagem: Divulgação

A artista multimídia Kézia Talisin, nascida em Maringá-PR e Curitibana de coração desde o início da década de 1980, é destaque com sua obra inspirada em Klimt, no Guide Internacional D’Art Contemporain do mais famoso e conceituado museu do mundo, o Louvre.

Com a figuração da Árvore da Vida, a artista expressa seu universo pictórico através das curvas em arabescos que se tornam sua assinatura artística, e resulta em um trabalho ornamental, de natureza criativa e com teor sustentável, pois Kézia utiliza reaproveitamento de tecidos e papéis, que são colados no bidimensional ambientalizando um cenário invernal na obra em destaque.  Seu trabalho faz parte do bilíngüe (francês/inglês) “Guide Internacional D’Art Contemporain” catalogado internacionalmente, e é o resultado de suas exposições neste célebre Museu. 

Imagem: Divulgação
  
Kézia Talisin busca incansavelmente inspirações ornamentais a partir da gênese de sua série nominada “Árvores Klimtiana”, onde ali se encontra a Árvore da Vida, sua paixão e temática atemporal.

O Guia Contemporâneo e as exposições são projetos com execução de Heloiza de Aquino Azevedo, que há 08 anos reside na França e atua como Curadora, Comissária de Arte, Produtora Cultural e Biógrafa. O belo exemplar deste livro é direcionado especialmente para colecionadores, leiloeiros e galeristas de toda a Europa.

Imagem: Divulgação


Em suas participações em exposições por terras francesas, a artista retorna a Paris através de seu mundo em arabescos e compõe a lista dos 31 artistas contemporâneos citados neste Livro de ouro da classe artística e cultural.  A obra escolhida pela curadora Heloiza, faz parte da série “Árvores Klimtianas” de 2015.


Imagem: Divulgação
Sobre a Artista:

Kézia Talisin, maringaense radicada em Curitiba desde o início da década de 1980, é artista visual pós-graduada em Artes Visuais da Cultura à Criação pelo SENAC–PR.; Educação, Desenvolvimento e Meio Ambiente pela UFPR; Planejamento e Organização de Eventos pela UNICURITIBA e Bacharel em Turismo pela Universidade Tuiuti do Paraná.

Cursou materiais e técnicas de pintura na Associação Cultural Solar do Rosário por sete anos sendo os dois últimos como monitora da professora e artista visual Carla Schwab e pintura em cerâmica no Stúdio Christina Carneiro. É assistente curatorial desde 2012 nas mostras do grupo de arte contemporânea Art.con e Óia Nóis, do qual participa desde 2008. E curadora do Doce Morena Bistrô e Café.

Em seu percurso artístico destacam-se acervos nacionais e internacionais e exposições coletivas, individuais, instalações artísticas, intervenção urbana e salões de arte em espaços culturais oficiais pelo Estado do Paraná e no Brasil e alguns países europeus, dentre eles, duas exposições coletivas nas cidades francesas de Saint Thibault des Vignes e Var-Sur-Marne.

Em dezembro de 2012 a artista iniciou atividades em ateliê próprio instalado no bairro Bom Retiro em Curitiba – PR, onde administra cursos e empresaria produtos e acessórios com sua assinatura artística. Em outubro de 2015, participou do Carrousel du Louvre em Paris na França.

"O lado artístico sempre foi muito forte em minha vida. Sempre gostei de educação artística no tempo de escola, mas, nunca levei essa aptidão muito a sério. Até ingressar no curso de pintura em 2007, apenas como hobby e terapia... Não parei mais", afirma a artista.

Contatos com a artista: www.keziatalisin.com.br



TÂNIA LEAL NO GUIDE INTERNACIONAL D’ART CONTEMPORAIN DO CARROUSEL DU LOUVRE

Foto: Divulgação

A renomada artista plástica Tânia Leal, nascida em Londrina-PR e Curitibana de coração desde o início da década de 1980, é destaque com seu universo feminino no Guide Internacional D’Art Contemporain do mais famoso e conceituado museu do mundo, o Louvre, onde já participa a algum tempo em exposições.

As obras figurativas de Tânia Leal expressam seu universo pictórico feminino em nuances multicolorido, expressivo e com personalidade, resultando em trabalhos fortes e ao mesmo tempo delicados e que narram o cotidiano contemporâneo das mulheres. Os trabalhos fazem partem do bilíngüe (francês/inglês) “Guide Internacional D’Art Contemporain” catalogado internacionalmente, e é o resultado de suas exposições neste célebre Museu.   
Foto: Divulgação
Figura 29 - Série Mulheres 2015


O Guia Contemporâneo  e as exposições, são projetos com execução de Heloiza de Aquino Azevedo, que há 08 anos reside na França e atua como Curadora, Comissária de Arte, Produtora Cultural e Biógrafa. O belo exemplar deste livro é direcionado especialmente para colecionadores, leiloeiros e galeristas de toda a Europa.

Em suas participações em exposições por terras francesas, Tânia Leal, retorna a Paris através de seu mundo feminino e compõe a lista dos 31 artistas contemporâneos citados neste Livro de ouro da classe artística e cultural.  As obras escolhidas pela curadora Heloiza, fazem parte da série Mulheres de 2015.
Foto: Divulgação
Figura 30 - Série Mulheres 2015


Foto: Katia Velo (A artista e seu mundo)
Sobre a Artista:

Tânia Leal é graduada em Artes Plásticas pela (UDESC) de Florianópolis-SC. Possui em seu currículo diversas exposições individuais e coletivas, entre elas, “Momentos de Vida”, na Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina em Florianópolis e na Fundação Mokiti Okada em Curitiba-PR e mostras internacionais “Pallazzo Maffei Marescotti do Vicariato“ no Vaticano em Roma, Galerie Thuillier D´art Contemporain e Carroussel du Louvre, ambas em Paris. A artista possui obras em acervos particulares nacional e internacional.

Em março de 2002 foi homenageada com a “Medalha de Mérito Artístico” pela Academia Brasileira de Arte, Cultura e História de São Paulo-SP.

Tânia é conhecida por sua temática de figurações femininas intituladas ”MULHERES”, onde utiliza muitas cores em contraste com jogos de luz e sombra que tornam seus trabalhos únicos e com personalidade. 

“Minhas mulheres são sonhadoras, românticas e esperançosas… às vezes até tristonhas… mas enalteço sempre a mulher. Sou uma pintora das figuras femininas” comenta a artista.

Atualmente a artista ministra aulas de pintura em seu atelier e participa de mostras em espaços culturais e oficiais.

Imagem: Divulgação
Página do Guia Internacional de Arte Contemporânea
Carrousel Du Louvre




terça-feira, 23 de agosto de 2016

"O SURREAL POLONÊS AOS OLHOS DA ARTE" na Galeria de Arte Erich Herbert Will em União da Vitória-PR

Foto: Divulgação
"Babuszka vestem Jadwiga Grabowska" - Moda
Eloir Jr.

A Associação Cultural Polska-Braziliana Karol Wojtyła e a Secretaria da Cultura de União da Vitória-PR, inauguram nesta quarta-feira, 24/08 às 20h, a exposição "O Surreal Polonês aos Olhos da Arte" na Galeria de Arte Erich Herbert Will.

O projeto voluntário de pintura é coordenado pela polonesa Ludmila Pawlowski e conta com 15 artistas paranaenses convidados a criar trabalhos artísticos na linguagem Surreal com temática social, cultural, geográfica, religiosa, artística entre outras e que remetem a milenar Polônia.

Os quadros farão parte do acervo cultural da Associação Cultural, a qual se compromete à expô-los em diversas galerias, eventos, etc..
O objetivo da mostra tem a finalidade de valorizar e restaurar a cultura Polonesa deixada por seus antepassados.

Participam da exposição:

Aclair Helena Bailke Schutze
Ana Inêz Schreiner
Eloir Amaro Júnior
Everly Giller
Felipe André Petola
Heliana Grudzien
Israel Checozi
Janete Azeredo
Keh Michelotto
Léo Ferreira
Márcia Széliga
Salette Strobino
Marlon Bauer
Simone Koubik
Ulysses Teixeira

SERVIÇO:
Exposição: “O Surreal Polonês aos Olhos da Arte”
Local: Galeria de Arte Erich Herbert Will
Endereço: Praça Visconde de Nácar, S/N – União da Vitória –PR
Data: 24/08/2016 às 20h
A exposição permanece por duas semanas.
Entrada Gratuita
  
Foto Montagem: Divulgação
"Natureza" de Everly Giller, "Baśnie Polskie" de Márcia Széliga, "Babuszkas vestem Jadwiga Grabowska" de Eloir Jr., "A reconquista da Liberdade" de Heliana Grudzien e "Maria e Isabel" de Simone Koubik. 

Imagem: Divulgação






domingo, 21 de agosto de 2016

Luiz Arthur Montes Ribeiro estréia na 24a.Bienal Internacional do Livro em São Paulo

Convite: Divulgação

Na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo acontecerá o  
Sarau Poético e Sessão de Autógrafos de
“Poesias para um grande amor” do poeta e escritor paranaense
Luiz Arthur Montes Ribeiro

 No próximo dia 26 de agosto, a partir das 19h, a Editora InVerso promove um “Sarau Poético” e “Sessão de Autógrafos” do livro “Poesias para um grande amor” do paranaense, e estreante na Bienal, Luiz Arthur Montes Ribeiro.

Poeta e Escritor com nove livros publicados, Montes Ribeiro vem se destacando no cenário nacional da literatura pela linguagem proposta nos seus poemas que discorrem sobre o amor em suas mais variadas formas: seja pela vida, por um grande amor, e pelo ato de viver.

Luiz Arthur começou a escrever muito cedo. Nos seus primeiros anos escolares escreveu histórias e ensaios poéticos. “Com o passar do tempo comecei a escrever poesias como forma de expressar o meu amor por alguém, pela vida, pela natureza e pelo mundo em que vivo”, comenta Montes Ribeiro.

Para a Publisher Cristina Jones: “Poesias para um grande amor” é uma declaração de amor. Declaração de amor à vida, ao ato de amar e ao mar. Um autor apaixonado pela vida e pela beleza da natureza, Luiz Arthur Montes Ribeiro, presenteia os leitores com poesia repleta de desejos, anseios, divagações, realidade e ficção, que traduzem todo este sentimento.

Foto: Divulgação  
Sobre o Poeta e Escritor:
Luiz Arthur Montes Ribeiro nasceu em Ponta Grossa Pr em 05 de novembro de 1959. Vive e trabalha em Curitiba deste a década de 1980. Graduou-se em Letras Português-Inglês pela Universidade Tuiuti do Paraná e é Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. É Membro Efetivo do Centro de Letras do Paraná. É diretor do Instituto Montes Ribeiro.
Como Poeta e Escritor tem 9 livros publicados, organizou dois catálogos de arte e participou de coletâneas, sendo premiado, em concursos de poesias e contos no país.

Serviço:
Sarau Poético e Sessão de Autógrafos
Poeta e Escritor: Luiz Arthur Montes Ribeiro
Livro: Poesias para um grande amor – Editora InVerso
Quando? 26 de agosto de 2016 a partir das 19h
Onde? Pavilhão do Anhembi    -   Estande H084 – São Paulo  SP
                                              Bienal do livro de São Paulo


Contatos com o Poeta e Escritor
(41) 9920-7349   literatura@montesribeiro.com.br

Contatos com a Editora
Editora Inverso: (41) 3254-1616  www.editorainverso.com.br

Matéria via blog do poeta e escritor: WWW.luizarthurarteegastronomia.blogspot.com

Foto: Divulgação
Capa do Livro

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

CARLA SCHWAB É DESTAQUE NO GUIDE INTERNACIONAL D’ART CONTEMPORAIN NO CARROUSEL DU LOUVRE

Crédito: Katia Velo

Carla Schwab, Artista Visual gaúcha de Pelotas-RS e Curitibana de coração é destaque no “Guide International D’Art Contemporain vol.II” quando de sua exposição no Carrousel Du Louvre em Paris.

Imagem: Divulgação


Com texto crítico do artista e curador Eloir Jr., as obras rendadas de Carla Schwab fazem partem do bilíngüe (francês/inglês) “Guide International D’Art Contemporain” catalogado internacionalmente, e é o resultado de sua exposição no conceituado e mais famoso Museu do mundo.   O Guia Contemporâneo é um projeto com execução de Heloiza de Aquino Azevedo, que há 08 anos reside na França e atua como Curadora, Comissária de Arte, Produtora Cultural e Biógrafa. O belo exemplar deste livro é direcionado especialmente para colecionadores, leiloeiros e galeristas de toda a Europa.

Em sua terceira exposição por terras francesas, Carla Schwab, retorna a Paris com sua 2ª participação no Carrousel Du Louvre através de seu mundo rendado. As obras escolhidas pela curadora Heloiza, fazem parte da série de Aquarelas rendadas sustentáveis da Artista, onde esta procura a leveza e a sutileza das cores através de suas tramas em crochê sobre papel.

A Artista é graduada em Artes Visuais pela UFPel-RS, Universidade Federal de Pelotas-Rio Grande do Sul, é Professora de Artes em estudos de materiais e técnicas de pintura da Associação Cultural Solar do Rosário e pintura no Ateliê Kézia Talisin.

SOBRE A PRODUÇÃO DE CARLA SCHWAB:
De teor contemporâneo-sustentáveis da Série Rendados, pode-se observar características notórias de um universo vintage feminino. A construção de um último plano expressa arabescos, aguadas de cores, superfícies planas de luz ou simplesmente um “patch work” bidimensional que se unem em recortes vazados e colados com tramas pictóricas circulares policromáticas, onde a artista utiliza o pincel como se fosse uma agulha de crochê.

Imagem: Divulgação
Mandala Rendada I

“Eu me inspiro nas lembranças e vivências, nas rendas executadas por minha mãe e avó”, relata Carla Schwab.


Imagem: Divulgação
Mandala Rendada II


Filtros de café usados, recortes de listas telefônicas, revistas usadas, tecidos, cola, verniz e tintas acrílicas, dão origem a sua criação sobre telas da reciclagem de garrafas PET, sendo estes seus principais materiais, que interagem sobrepostos e harmoniosamente com o fundo, ora em primeiro plano, ora em meros vestígios visuais de suas rendas. Esta gama matérica reciclada e utilizada em suas obras exteriorizam sua preocupação com o bem estar do meio ambiente e conscientiza à ação social de cidadania.

Em sua atual produção está a criação digitalizada e impressa sobre painéis de vidro, onde a sílica funciona como matéria prima bidimensional para a impressão de seus trabalhos, tornando-os também em uma arte objeto, nos oferecendo uma enorme riqueza visual policromática e matérica e aquarelas sustentáveis. 

Suas obras participam das edições da Casa Cor Paraná, sendo premiada como melhor trabalho relacionado com a sustentabilidade, Casa Cor de outros Estados brasileiros, salões de arte com premiações, exposições coletivas e individuais.

Crédito: Katia Velo
A artista Carla Schwab 





TINGIMENTO TÊXTIL ARTESANAL SHIBORI NO SOLAR DO ROSÁRIO

Imagem: Divulgação

INAUGURA COM SUCESSO A EXPOSIÇÃO "MUNDO DO ARTISTA"

Crédito: Katia Velo

Na última terça-feira, 16/08 o Espaço Cultural do Shopping Jardim das Américas inaugurou a exposição "MUNDO DO ARTISTA”, projeto de Oswaldo Fontoura Dias com curadoria do próprio artista e assistência de Eloir Jr. A mostra iniciou na semana do dia internacional das Artes comemorado em 12/08 e segue até 30/09.

Crédito: Katia Velo


A coletiva artística possibilita novas percepções sobre o mundo na visão criativa do artista.

A exposição cultural “Mundo do Artista” iniciou em homenagem ao dia do Artista Plástico em maio de 2014, foi exibida na Galeria da Fundação Cultural Mokiti Okada, seguiu no mesmo ano para no Salão Principal (entrada) do Colégio Militar de Curitiba-PR e agora pode ser vista no Espaço Cultural do Shopping Jardim das Américas.

Crédito: Katia Velo


A inauguração foi recepcionada pela empreendedora Juliana Pastre e colaboradores do Shopping Jardim das Américas, o coordenador da mostra Oswaldo Fontoura Dias, convidados e artistas presentes.

Na foto: Oswaldo Fontoura Dias, coordenador da mostra, obra de Waltraud Sekula, Juliana Pastre, empreendedora do Shopping, Artistas: Ana Lectícia Mansur, Kézia Talisin e Carla Schwab.
Crédito: Eloir Jr.

  
Fazem parte da exposição 18 trabalhos dos artistas: Alani F. de Mello, Alvaro Wambier Jr., Ana Lectícia Mansur, Carla Schwab, Celso Parubocz, Eloir Jr., Felipe Sekula, Gabriela Rockenbach, Janete Fernandes, Katia Velo, KéziaTalisin, Oswaldo Fontoura Dias, Ruth Mara, Suzana Lobo, Suzete Cidral, Tânia Leal, Waltraud Sekula e Wilma Vanessa Wambier.


SERVIÇO:
Exposição “MUNDO DO ARTISTA”
Local: Espaço Cultural do Shopping Jardim das Américas -1º. Piso
VISITAÇÃO: até  30/09/2016
Horário comercial do Shopping
Endereço: Av. Nossa Senhora de Lourdes, 63
                   Jardim das Américas-Curitiba-PR
Entrada Franca


Panorama expositivo.
Crédito: Eloir Jr. 

Panorama expositivo.
Crédito: Eloir Jr.