quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Férias nos museus!

Para iniciar o ano de forma diferente, já com pique para novos estudos e projetos, a Feambra (Federação de Amigos de Museus do Brasil - http://www.feambra.org/) dá dicas de atividades nos museus no período das férias escolares.
Confira a programação em alguns de seus associados no Brasil.

Museu de Ciências Naturais
Oficinas lúdicas de restaurador mirim para grupos de até dez integrantes, com ações educativas, jogos e atividades artísticas. O intuito é despertar no público a atenção, o potencial criativo e a conscientização da preservação de acervos.
Até o final de fevereiro. Gratuito.
Terças-feiras a domingos: 9h30 às 16h45.
Avenida das Nações Via L-4 Sul. Brasília – DF.

Museu de Artes Visuais Ruth Schneider
Exposições e oficinas: “Narrativas imagéticas das ocupações urbanas”, por Erviton Quartieri Jr; “A obra de Ruth Schneider e Artistas Passo-Fundenses”.
Até o final de fevereiro. Gratuito.
Terças a sextas-feiras: 8h30 às 17h30.
Sábados e domingos: 13h30 às 17h30.
Av. Brasil Oeste, 758. Passo Fundo – RS.

Museu Histórico Regional
Exposições e oficinas: “Cem anos do samba e outros carnavais” e “Centenário do Clube Visconde do Rio Branco”.

Até o final de fevereiro. Gratuito.
Terças a sextas-feiras: 8h30 às 17h30.
Sábados e domingos: 13h30 às 17h30.
Av. Brasil Oeste, 758. Passo Fundo – RS.

Museu Municipal de Arte - MuMa
Exposição “O Circo, O Brinquedo e A Brincadeira”, com participação da artista Cyntia Werner e apresentação do boletim digital da Casa Romário Martins “Senhoras e Senhores: o circo da cidade faz 40 anos!”, sobre a trajetória do circo da cidade.
Até 19 de março. Gratuito.
Terças-feiras a domingos: 10 às 19 horas.
Sala Célia Neves Lazzarotto – Portão Cultural
Av. República Argentina, 3430. Curitiba – PR.

Museu Eugênio Teixeira Leal / Memorial do Banco Econômico
O programa “Museu Escola” promove palestra e visita mediada nas salas de exposições do museu, com o objetivo de realizar programações extracurriculares, possibilitando que o estudante amplie seus conhecimentos técnicos e práticos sobre a história do dinheiro e da Bahia.  
Projeto “Inclusão sócio-digital” voltado aos serviços da internet que disponibilizam à população o acesso gratuito aos recursos da tecnologia digital.
Até dezembro. Gratuito.
Terças a sextas-feiras: 9 às 18 horas.
Rua do Açouguinho, 01. Pelourinho. Salvador – BA.

Inhotim
Estação Educativa para Visitantes: plataforma de acolhimento e apoio ao visitante de todas as faixas etárias. Com objetos de mediação, como miniexposição de materiais educativos, uma coleção biológica (caixa didática de borboletas) e um jogo da memória com o tema “Arte contemporânea em Inhotim”.
Até o final de fevereiro. Gratuito.
Terças a sextas-feiras: 10 às 16 horas.
Sábados, Domingos e Feriados: 10 às 17 horas.
Rua B, 20. Centro. Brumadinho – MG.

Museu da Casa Brasileira
Exposição “Pioneiros do Design Brasileiro”, com imagens de carros criados de forma quase artesanal para homenagear o designer brasileiro Anísio Campos, um dos grandes protagonistas da história do automóvel no Brasil.
Até março. R$7 inteira e R$3,50 meia.
É possível realizar piquenique no jardim do museu. O encontro deve ser informal, não podendo ser caracterizado como evento privado.
Todos os dias no horário de funcionamento do museu. R$7 inteira e R$3,50 meia.
Terças-feiras a domingos: das 10 às 18 horas.
Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705. Pinheiros. São Paulo – SP.

Museu Histórico Folclórico e Pedagógico Monteiro Lobato
Teatro “As Emili´Annas”, Brincadeiras no Quintal, Oficinas Pedagógicas, Passeio do Visconde,  aulas de Tai Chi Chuan e visitas guiadas.
Até o final de janeiro. Gratuito.
Terças-feiras a domingos: das 9 às 17 horas.
Av. Monteiro Lobato, s/nº - Chácara do Visconde. Taubaté – SP.

Museu Casa de Portinari
Brincadeiras de interação que remetem à infância de Portinari e permearam sua obra plástica e poética, como pular corda, amarelinha, pintura, bola de meia, bugalha, peteca e pião.
Até o final de janeiro. Gratuito.
Terças-feiras a domingos: das 10 às 16 horas.
Praça Candido Portinari, nº 298. Brodowski – SP.

Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre
Oficina de adorno e artesanato indígena; confecção de brincos de pompom, presilhas, pipas, origami e kirigami e bolsas com dobradura de jornal; desenho às cegas; jogo da memória; brincadeiras indígenas; arte em sucata e Passeio Cultural. 
Até o final de janeiro. Gratuito.
Terças-feiras a domingos: das 9 às 11 horas.
Rua Coroados, nº 521, Centro. Tupã – SP.

Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro
Contação de lendas da Mantiqueira; jogos cooperativos; atividades e interações com o meio ambiente; oficinas de confecção de instrumentos musicais, danças, esculturas e de tinta da terra; atividades circenses e práticas que irão explorar o lado criativo, sensível e visual de cada participante.
Até o final de janeiro. Gratuito.
Terças-feiras a domingos: das 9 às 16 horas.
Auditório Claudio Santoro
Av. Dr. Luis Arrobas Martins, nº 1.880. Campos do Jordão – SP.

Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC)
Atividades lúdicas motivadas pelas exposições em cartaz no museu. A obra Onça Pintada nº 1, de Leda Catunda, será o ponto de partida para conversas sobre estampas e padronagens industriais e artesanais.
25 de janeiro, quarta-feira, das 10h30 às 13h30.
Gratuito.
Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301. Parque Ibirapuera. São Paulo – SP.


sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Eloir Jr. enobrece com arte o calendário 2017 da Paraná Turismo

Imagem: Divulgação


No Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento (ONU – Organização das Nações Unidas), a Paraná Turismo realiza o anuário 2017 com o título “Lendas: Cultura Turística”, colorido com arte, pesquisa, cultura e bom gosto pelo artista plástico Eloir Jr., o projeto tem o apoio do SEBRAE e Governo do Estado do Paraná.

Imagem: Divulgação
Lendas: Cultura Turística


Este tema evidencia o que há de mais autêntico na sabedoria popular, as nossas lendas, que resgatadas do imaginário dos índios e caboclos, atualmente compõem também a matéria- prima para o turismo paranaense.
“Extasiados diante de tamanha grandiosidade e beleza da terra em que viviam, seus primitivos habitantes atribuíam-lhes intervenção divina, buscando no sobrenatural, por exemplo, o motivo da origem das magníficas Cataratas do Iguaçu, das misteriosas formações de Vila Velha, da selvagem Gruta das Encantadas, ou ainda a existência de espécies para eles sagradas, como da Araucária, da erva-mate e da gralha azul.
Garimpando a natureza e a alma ingênua do povo, o paranista Eloir Jr. transforma as lendas em arte expressando-se de maneira singular fazendo que seus personagens povoem as telas em uma simbiose perfeita entre diferentes culturas formatadas através das matriochkas e babuchkas trazidas pelos eslavos que aqui se radicaram”, relata Marilda Gadotti, supervisora técnica do projeto.

Imagem: Divulgação
O Artista explica que: “é um resgate da cultura popular, dos costumes e do imaginário dos índios e dos caboclos paranaenses que transporta para as telas, em perfeita harmonia com a sua temática e linguagem pictórica eslava, que resulta em um trabalho alegre e colorido, inspirado no paranismo que lhe é inato”.










Jacó Gimennes, Presidente da Paraná Turismo finaliza: “Um trabalho que muitos nos honra e que engrandece o Turismo do Paraná”.


A iniciativa do projeto foi do departamento de Estudos e Pesquisas da PRTUR; Supervisão Técnica de Marilda Gadotti; Criação e Arte, Julia Yukari; Supervisão Gráfica de Maria Regina Monticelli/ Departamento de Publicidade e Propaganda da Paraná Turismo.

Imagem: Paraná Turismo

OETKER COLLECTION, ANUNCIA MEGAN HESS, MAIOR ILUSTRADORA DE MODA DO MUNDO, COMO SUA ARTISTA RESIDENTE

Imagem: Divulgação


O renomado grupo europeu do setor hoteleiro de luxo que detém um das mais seletas coleções de hotéis no mundo, como as propriedades icônicas Le Bristol Paris, Eden Rock-St Barths, Hotel du Cap-Eden-Roc, e que  em 2017 irá aportar em solo brasileiro com a inauguração do Palácio Tangará na capital paulista, apresenta duas imagens exclusivas a partir dos traços sofisticados da artista

Megan Hess acaba de assumir o cargo de artista residente para aOetker Collection e ilustrará cada uma das propriedades da coleção em seu próprio e único estilo. As primeiras ilustrações são dos icônicos Le Bristol Parise do The Lanesborough em Londres.
Megan Hess foi destinada a desenhar. Uma carreira inicial em design gráfico que a levou como diretora de arte de algumas das maiores agências de publicidade do mundo e para a celebrada loja de departamento Liberty em Londres. Em 2008, Hess ilustrou o mais vendido livro do New York Times, ‘Sex and The City’. Seguindo a estreia, Hess chegou a escala mundial e começou a ilustrar retratos para o New York Times, Vogue Itália e Vanity Fair Magazine.

Quando Megan começou a ilustrar retratos para a TIME magazine, eles descreveram seu trabalho como: “amor à primeira vista. Megan possui um jeito único de capturar a essência enquanto transporta um senso pessoal através de sua linha de trabalho. E sua execução é perfeita”.
Dede então, ela escreveu e ilustrou três best sellers: Fashion House, The Dress eCoco Chanel e, se tornou uma das ilustradoras de moda mais solicitadas do mundo.

Megan falou de seu novo papel; “Estou tão animada em me tornar “residence artist” para a Oetker Collection. Como uma artista, uma das maiores fontes de inspiração para mim é viajar. Meu trabalho e as ilustrações personalizadas que crio me levam ao redor do mundo em projetos luxuosos e, é com grande excitação que, agora, estarei esboçando e me hospedando nos hotéis ‘masterpiece’ mais lindos do mundo com a Oetker Collection. Minha meta é trazer o luxo e a singularidade de cada hotel à vida por meio das ilustrações”.

Frank Marrenbach, CEO da Oetker Collection adicionou “Estamos encantados por trabalhar com a Megan, seu estilo icônico e olhar para os detalhes estão alinhados com os hotéis de nossa coleção. Estamos muito ansiosos para divulgar, em breve, os retratos unicamente estilosos da Megan de todas as nossas propriedades "masterpiece”.

SOBRE A OETKER COLLECTION
A Oetker Collection é uma das mais seletas coleções de hotéis “masterpiece” do mundo. Com sua herança europeia, cada hotel mantém seu estilo único e todos contam com um serviço de altíssima qualidade, arquitetura clássica excepcional e esplêndida decoração de interiores, com atenção especial em cada detalhe.
A Oetker Collection abarca nove hotéis de luxo:
L'Apogée Courchevel  - refúgio sofisticado com ambiente acolhedor e familiar que oferece a mais agradável experiência em estações de esqui no topo de Courchevel 1850, nos Alpes franceses.
Brenners Park-Hotel & Spa  - hotel icônico, construído no meio de um parque em Baden-Baden, Alemanha. O idílico Villa Stéphanie oferece o que há de mais sofisticado e inovador em spa na Europa.
Le Bristol Paris  - autêntica construção francesa totalmente remodelada, referência do art-de-vivre parisiense, localizado na prestigiosa rue du Faubourg Saint-Honoré.
Château Saint-Martin & Spa  - uma propriedade romântica encravada no coração da Provence, com vista deslumbrante sobre a costa mediterrânica.
Eden Rock - sofisticado refúgio em St Barths construído nas rochas, cercado por praias de areia branca e mar azul-turquesa; art-de-vivre francês em pleno Caribe.
Fregate Island Private  - uma joia localizada em floresta abundante, fauna selvagem com vista para as águas cristalinas das Seychelles. Simplesmente único.
Hotel du Cap-Eden-Roc  - hotel luxuoso lendário  localizado em meio a um esplêndido parque, onde o glamour do velho mundo encontra a sofisticação moderna na ponta do Cabo de Antibes.
The Lanesborough London  - atendimento britânico impecável em dependências de extrema sofisticação e charme.
Palácio Tangará - com uma localização excepcional cercado por um parque tropical, Palácio Tangará São Paulo vai abrir as suas portas no segundo trimestre de 2017.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação






Design de Jardins no Centro Europeu


Imagem: Divulgação

Uma das principais escolas de profissões do país abre as inscrições para atividade voltada para o mercado do paisagismo

Com o objetivo de capacitar alunos para atuar profissionalmente no mercado do paisagismo, o Centro Europeu está com as matrículas abertas para o pioneiro curso de Design de Jardins. Supervisionada pela arquiteta Katalin Stammer, a atividade é voltada para arquitetos, biólogos, jardineiros e amantes do paisagismo e da jardinagem.

Com duração de 4 meses, o curso tem aulas teóricas e práticas, com visitas externas, e é indicado para quem tem afinidade e interesse em atuar no mercado de garden design, mesmo sem experiência prévia. As disciplinas abordam diversas áreas, entre elas “Como entender e interpretar um projeto de paisagismo”; “História do Paisagismo”; “Tendências do Paisagismo contemporâneo”; “Conhecimento de Plantas”; “Noções de Jardinagem”; “Iluminação; Paisagismo Decorativo”; e “Implantação de projetos”.


O curso de Design de Jardins terá início no dia 14 de março, com aulas nas terças e quintas, das 9h às 12h15. As atividades serão realizadas na sede do Centro Europeu no Bairro Batel (Rua Benjamin Lins, 999). Mais informações pelo telefone (41) 3233-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

Imagem: Divulgação

Pixel: dança contemporânea na TV Brasil

Imagem: Divulgação


Espetáculo de dança gravado em 2 de novembro, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, é a atração da TV Brasil na noite de sexta.

Às 22h de sexta-feira (23), a TV Brasil exibe “Pixel”, espetáculo que une projeções digitais em 3D à dança contemporânea, com ênfase para dança de rua. Apresentado pelo grupo francês Compagnie Käfig, Pixel expande a linguagem do hip-hop e faz um cruzamento de disciplinas: circo, artes marciais, artes plásticas, mas preserva as raízes sociais e geográficas de sua dança.

O espetáculo nasceu do conceito de união da dança às projeções digitais, da ideia de mesclar realidade e mundo virtual. A coreógrafa Marjorie Hannoteaux buscou esse diálogo entre dança e projeção em vídeo. "Nesse tipo de diálogo, a dança encontra seu lugar naturalmente. Ela (a dança) é colocada em destaque, não subjugada, e permite poetizar", destaca.

"Pixel não conta histórias. É um espetáculo feito de imagens e o espectador conta para si as histórias que quiser", explica o diretor artístico Mourad Merzouki. “Vivemos num mundo onde a tecnologia é extremamente importante. (...) Em Pixel, isso trouxe uma cenografia em 3D que pode mudar rapidamente, de um quadro a outro, o que dá uma dimensão espetacular.”

A tecnologia do digital coloca o homem no centro dos desafios tecnológicos. E o corpo, no coração das imagens. “Fiquei atento para que a tecnologia não subjugasse a dança. A tecnologia deve acompanhar a coreografia, mas não a dominar”, revela Merzouki.

Em Pixel, cada artista apresenta uma “brincadeira” própria, imersa em um mundo desconhecido, e compartilha a energia e o virtuosismo do hip-hop, mistura poesia e sonhos, para criar um show no encontro das artes.

À frente da Compagnie Käfig desde sua criação, em 1996, o francês Mourad Merzouki é coreógrafo de hip-hop e diretor do Centro Coreográfico Nacional de Créteil e Val-de-Marne. Além de Pixel, Merzouki assinou a coreografia em mais de 20 espetáculos, incluindo o "Käfig Brasil" (2012), que contou com 11 dançarinos cariocas e mesclou ritmos brasileiros e hip-hop.
 
Imagem: Divulgação

Serviço
Pixel
Sexta-feira, 23 de dezembro, às 22h, na TV Brasil.

Duração: 86 min (68 min de espetáculo e 18 min de entrevistas exclusivas com o diretor artístico, técnicos, artistas e imagens dos bastidores).

Antony e Gabriel lançam clipe de “Carro dos Modão”

Imagem: Divulgação

Música já faz parte do repertório do primeiro DVD da dupla, que será gravado em março em Londrina (PR)
O ano já se aproxima do final, mas a dupla Antony & Gabriel não para de apresentar novidades aos fãs. Nesta última quarta-feira (21), os cantores lançaram o clipe da música "Carro dos Modão", às 18h, no canal oficial dos cantores no Youtube (www.youtube.com/antonyegabriel).

A dupla capricha na sofrência na nova candidata a hit, mas mantém a pegada descontraída. Com roteiro do próprio Antony, o clipe começa com o cantor bêbado após tomar algumas doses a mais de cachaça encostado em um carro de som, enquanto ouve  "Coração Aberto", na voz de Eduardo Costa, tocando no autofalante. A sofrência está em alta, e quem não sofre com os modões no meio de uma dor de cotovelo? É exatamente isso que a música retrata.

A irreverência da dupla vem se fortalecendo a cada lançamento, tornando-se uma marca registrada de Antony & Gabriel. Em "Carro dos Modão", os cantores voltam a atuar de um jeito descontraído. Com produção musical de Jenner Melo, o vídeo foi dirigido e filmado pela Caverna Produções e conta com a participação do youtuber Aruan Felix na interpretação do "dono do carro de som" e que contribuiu ainda mais para o tom engraçado do clipe.

A música já é uma das faixas confirmadas no primeiro DVD dos cantores, que será gravado no dia 8 de março de 2017, em Londrina (PR), e terá convidados especiais - ainda a serem anunciados.
Sucesso sertanejo com mais de 150 milhões de visualizações no Youtube, a dupla aposta cada vez mais em videoclipes para entreter o público conectado.

Além do timbre de voz grave de Antony, a linguagem jovem tem aproximado Antony & Gabriel do público universitário e tornou os cantores da cidade de Joaquim Távora (PR) no mais novo fenômeno na internet e “sucesso entre os cachaceiros”.

A música que os lançou no território nacional foi “Eu te Amo Pinga”, que já ultrapassa 55 milhões de acessos no Youtube. Não demorou muito e "TCC (Truco, Cerveja e Churrasco" também ganhou expressão nacional em menos de um ano de existência da parceria. Brincando com alguns temas do cotidiano dos estudantes, o hit chegou com força entre os jovens e virou hino de universitários pelo Brasil, seguida por “Bebendo mais que Opala” que tem quase 30 milhões visualizações no canal de vídeos da dupla.
Com uma média de 15 shows por mês, os sertanejos realizaram 180 apresentações pelo país no último ano. Ainda em dezembro, Antony & Gabriel anunciaram o contrato com a Talismã Music que, com 11 anos de existência, é uma das empresas mais conceituadas do mercado artístico musical e gerencia ainda a carreira de Leonardo, Eduardo Costa, Zé Felipe, Trio Parada Dura e o projeto Cabaré.

Assista ao clipe de “Carro dos Modão”: https://www.youtube.com/watch?v=70gjwojxbss&feature=youtu.be  [o link será liberado a partir das 18h]
Vídeos Antony & Gabriel:
- "Bebendo mais que Opala" -  https://www.youtube.com/watch?v=ZHt4zfBlGv4 

Saiba mais sobre Antony & Gabriel - www.antonyegabriel.com.br 


Record vai publicar novo romance de Paula Hawkins em 2017


A Record comprou os direitos de “Into the water”, novo romance da inglesa Paula Hawkins, autora do fenômeno mundial e best-seller “A garota no trem”. A trama é um suspense psicológico sobre as nuances da verdade e uma família mergulhada em segredos, e chega às livrarias em maio, tanto no Reino Unido quanto no Brasil.

Nunca se sabe o que há sob uma superfície aparentemente calma. Com a mesma força narrativa que conquistou milhões de leitores pelo mundo em “A garota no trem”, Paula Hawkins escreve uma história emocionante, cheia de reviravoltas e de diferentes camadas, ambientada numa pequena cidade à margem de um rio. Em “Into the water”, uma mãe solteira e uma adolescente são encontradas mortas no fundo do rio, com apenas poucas semanas de diferença. A investigação que sucede as mortes vai acabar desvendando uma história bem mais complicada do que parece. Como em “A garota no trem”, a autora revela uma poderosa compreensão dos instintos humanos e dos danos que eles podem causar.

Segundo Sarah McGrath, editora de Hawkins nos Estados Unidos, “Paula prende o leitor com muitas intrigas mas, assim como em seu livro anterior, o mistério do assassinato é apenas um pedaço de algo maior, um dos elementos com os quais os leitores vão se conectar. Da mesma forma que ‘A garota no trem’ explora o voyeurismo e a autopercepção, ‘Into the water’ aborda o quanto as memórias são enganosas, e de que maneiras perigosas o passado sempre pode influenciar o presente e o futuro”.  Já Sarah Adams, editora do livro no Reino Unido, disse que “Paula explora a excitante profundidade da psicologia humana, lembrando que raramente as coisas são o que parecem e nos incentivando a atuar como detetives”.


Livro de estreia de Paula Hawkins, “A garota no trem” vendeu mais de 18 milhões de exemplares no mundo inteiro desde que foi publicado, em 2015. A obra ficou durante 79 semanas – e ainda está – na lista de mais vendidos do New York Times, e deu origem ao filme homônimo estrelado por Emily Blunt, em cartaz no Brasil. Por aqui, o livro já vendeu cerca de 200 mil exemplares.

Circenses comemoram conquista da Lei de Fomento ao Circo



Imagem: Divulgação
 Palhaço Charles, Maria Isabel, Maria do Rosario,Veredor Alfredinho, Marlene Querubin e Palhaço Gelatina.

O dia de hoje (21) ficará na história para o mundo circense. Após anos de luta dessa classe tão pouco reconhecida aos olhos do governo, o Centro de Memória do Circo recebe a Lei de Fomento ao Circo através das mãos do prefeito Fernando Haddad.

Hoje (21) todas as entidades estiveram presentes no evento tão esperado pela classe, a lei aprova editais para novas produções além de circulação e apoio aos artistas em suas intinerâncias. Nomes bem conhecidos como Marlene Querubin Alessandro Azevedo Kiko Caldas Cesar guimaraes estiveram na audiencia pública junto de mais de 500 circenses.

 Para Marlene Querubin fundadora do Circo Spacial e presidente da UBCI o dia de hoje é uma vtitória e explica "É muito gratificante terminar o ano de 2016, considerado um ano atípico, com essa vitória para o Circo, foram anos de luta e agora estamos dando o primeiro passo para o reconhecimento dessa cultura tão importante" conta.


Informações à imprensa:

Danielle Dendi
D Comunica
@dcomunicabr

11 998511491

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Styling lista filmes com figurinos para o Natal

Logo: Divulgação



No cinema, o figurino é importante pela questão da ambientação temporal que ele desempenha na produção. Na abertura, o figurino, as cores e o cenário mostram ao espectador do que o filme trata. Há numerosas produções que têm como foco ou pano de fundo a comemoração do Natal. Por isso, vale fazer uma pesquisa cinematográfica,buscando ideias para o figurino natalino, como cores, objetos e acessórios, dentre outros itens, explica Marcio Banfi, professor de Styling do Curso de Moda da Faculdade Santa Marcelina (FASM). Ele lista alguns filmes que podem servir de referencia para compor o look para a ceia.

Não existem filmes que são grandes referências em figurinos natalinos, mas a temática pode servir como conceito. Por exemplo: os longas-metragens Esqueceram de Mim(1990),  Gremlins (1984) e o clássico A Felicidade não se Compra (1946). “Existem outros longas com linguagem mais lúdica, com um forte apelo natalino: O Estranho Mundo de Jack (1993), com a caveira vestida de Papai Noel; O Grinch (2000), um filme fantasioso, e Simplesmente Amor (2003), uma comédia romântica que tem uma cena de várias Mamães Noéis com roupas fashionistas”, relembra Marcio.

O especialista ressalta que os longas podem servir de inspiração para compor as combinações de roupas, mas também para criar uma decoração de clima natalino. Por exemplo, o filme nacional Feliz Natal (2008), de Selton Mello, não tem um figurino específico, mas uma cena dramática, com uma cortina de luzes de natal. Tem uma boa fotografia, que ilustra essa época, analisa o especialista.
“O Natal já é carregado de fantasia. Use e abuse de vermelhos, dourados, verdes e brilhos. Dependendo de como for sua ceia, vale um look mais sóbrio, monocromático. Se for mais informal, até um gorrinho de papai Noel está valendo”.

Faculdade Santa Marcelina
Assessoria de Imprensa: Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação www.viveiros.com.br
Atendimento: Geraldo Campos
Tel: (11) 3675-5444



Eduardo Kobra anuncia que fará grande festival de 3D em 2017 no Memorial da América Latina, em São Paulo

Imagem: Divulgação


O artista urbano fez as pinturas “Biblioteca” e “Abismo”, ambas em 3D,na praça Cívica do Memorial, em frente à escultura “Mão”, de Oscar Niemeyer, para anunciar que realizará em São Paulo do grande evento Chalk Festival.

      O conhecido artista urbano Eduardo Kobra anunciou que realizará no Brasil, em São Paulo, no segundo semestre de 2017, o “1º. Chalk Festival Brasil”, no Memorial da América Latina. O artista brasileiro assinará a curadoria do Festival ao lado de Denise Kowal, criadora e diretora do Sarasota Chalk Festival, principal evento de 3D no mundo, que este ano chegou a sua 10ª. edição. Para anunciar Festival, Kobra fez na Praça Cívica do Memorial da América Latina, em frente à escultura “Mão”, de Oscar Niemeyer, duas obras em 3D: “Biblioteca” e “Abismo”. As obras, realizadas em giz e tintas solúveis em água que não causam nenhum dano ao patrimônio, foram removidas, com água, no último dia 18.
        “Fui o introdutor das obras em 3D no Brasil e desde que fui convidado pela primeira vez para participar do Chalk Festival sonho em trazer o evento para o Brasil. Agora, eu e a Denise transformamos o sonho em realidade. Realizaremos o grande evento pela primeira vez no Brasil, aqui em São Paulo, no Memorial da América Latina”, conta Kobra.

Imagem: Divulgação

          De acordo com o artista, participarão do evento cerca de 100 artistas brasileiros e internacionais, sempre com obras em giz ou tintas solúveis em água, que são “apagadas”, com água, logo após o término do evento, que terá uma semana de duração. Além dos trabalhos em 3D, os artistas farão palestras no Memorial, compartilhando suas técnicas e experiências com demais artistas e o público em geral. Além disso, cada artista deverá para trazer uma obra – tela ou escultura – para ser exposta na Galaria de Arte do Memorial. “Ao final, essas obras serão leiloadas e parte do dinheiro arrecadado será destinado a uma ou mais instituições assistenciais”, conta, acrescentando que também dez muralistas (entre eles o próprio Kobra) participarão do evento, pintando containers.

Eduardo Kobra diz que a “Biblioteca” foi um desenho que já fez para o primeiro Chalk Festival de que participou, em 2011. “Além de ser uma pintura que permite muita interação com o público, trata de um tema fundamental: precisamos de mais leitura e de mais bibliotecas, bem equipadas e gratuitas, em nosso País”, afirma. “Já o outro 3D, ‘Abismo’, reflete muito da realidade atual do Brasil. Estamos à beira do precipício, mas é possível escapar ou mesmo não cair dentro dele”, afirma.

Imagem: Divulgação

Eduardo Kobra fez em junho de 2009 a primeira obra em 3D em uma calçada em São Paulo. O palco ou a tela foi um ponto nobre da cidade: a Praça Patriarca, em frente ao Viaduto do Chá, no centro histórico de São Paulo. Kobra pintou um carro antigo, resgatando um cenário do local (veja foto em anexo). Pouco depois foi notícia em todo o País. Já realizou 10 ações em 3D em diferentes cidades do Brasil, como em São Paulo e Rio de Janeiro. No ano passado bairro de Santa Cecília, em São Paulo fez uma cama em 3D para “falar” sobre a questão dos moradores de rua (veja foto no anexo). Kobra se apaixonou em 2007 pela misteriosa técnica da pintura em 3D, também conhecida como “anamórfica” ou “ilusionística”. Durante dois anos estudou a técnica intensamente, especialmente os trabalhos do norte-americano Kurt Wenner e do inglês Julian Beever. Seguro para realizar obras em 3D procurou a Subprefeitura da Sé, em São Paulo. Fez a primeira intervenção e se apaixonou ainda mais pelo projeto:  “É fascinante fazer em locais com grande movimento de pessoas. A arte em 3D nas ruas dá às pessoas não apenas a oportunidade de interagir com a obra, mas também de acompanhar o processo de criação do artista”, finaliza.

Imagem: Divulgação

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Cuca e Racha – Subindo pelas paredes, do artista Sampaio

Imagem: Divulgação

O artista gráfico e cartunista curitibano Sampaio retrata passagens cômicas de duas baratas falastronas em seu novo livro em quadrinhos

Uma dupla de baratas carismáticas, engraçadas e sem “papas da língua”. Essas são Cuca e Racha, personagens criados há mais de 10 anos pelo artista gráfico e cartunista curitibano Sampaio, e que agora ganharam as páginas do livro em quadrinhos “Cuca e Racha – Subindo pelas paredes”. A obra, que será lançada na próxima quinta-feira, dia 22 de dezembro, em Curitiba, é fruto de um trabalho de mais de 10 anos e foi desenvolvida por meio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba, e contou com apoios do Banco do Brasil e da Celepar.

São 64 páginas recheadas com ilustrações divertidíssimas e muito humor, que prometem arrancar gargalhadas dos leitores. “Eu criei os personagens Cuca e Racha há mais de 10 anos. Durante um bom tempo, elas estamparam páginas de diversos jornais brasileiros, trazendo alegria para a vida das pessoas. O sucesso das baratinhas me fez pensar em eternizá-las em um livro. Foi aí que surgiu o projeto ‘Cuca e Racha – Subindo pelas paredes’, que terei o prazer de disponibilizar ao público neste final de ano”, explica Sampaio.

Com uma abordagem contemporânea e que retrata fatos do dia a dia, a obra tem a única preocupação de divertir os leitores com mais de 200 tiras repletas de piadas, ironias e brincadeiras. “Além de ser esteticamente muito bonito, o livro traz diálogos imperdíveis. Procurei deixar as histórias o mais atemporal possível para que a obra se mantenha atual por muitos e muitos anos. Quem gosta de um humor maduro, vai se esbaldar com as baratinhas”, comenta Sampaio.

Em sua apresentação, o livro conta com a participação do consagrado cartunista Ziraldo. “Que sujeitim danado! Como diria o Henfil. Pode haver título mais preciso e mais adequado (criatividade é alcançar estes dois adjetivos) num livro em que os personagens são duas baratas? Sampaio, como certamente diria o Barão de Itararé, seu livro é um barato”, escreveu Ziraldo. O premiado cartunista Fernando Gonsales também se declarou ao exímio trabalho de Sampaio. “Com um desenho limpo e ligeiro, a vida cotidiana desses seres rasteiros vai se desenrolando bem-humoradamente sob nossos olhos. E, ao fim da leitura, a coisa que você menos vai sentir por Cuca e Racha é repulsa. Essa é a mágica de Sampaio“, comenta o artista.

Imagem: Divulgação 
Sobre Sampaio 

Natural de Curitiba, desde cedo deixou claro seu traço cômico e irônico. Bacharel em gravura pela EMBAP, Sampaio tem um estúdio de Ideias e dedica-se ao cartum, a ilustração editorial, e ao trabalho com humor e mídias digitais. Fazendo de sua atuação uma diversão, o cartunista também é CEO do famoso blog de humor Sacizento, que registra mais de 1 milhão de acessos diários. No Sacizento, o curitibano veicula notícias fantásticas, curiosidades e um pouquinho de fofoca como a chamada do blog diz: “90%invenção e 10% só é mentira”.

O livro em quadrinhos “Cuca e Racha – Subindo pelas paredes” será lançado na próxima quinta-feira, dia 22 de dezembro, a partir das 19h, na Gibiteca de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Solar do Barão – Centro). Além de livrarias, o livro, que custa R$ 40, pode ser adquirido pelo site www.sacizento.com.br.






Você sabe o que é a metacognição?

Imagem: Divulgação

Ana Regina Caminha Braga, psicopedagoga e especialista em educação infantil, explica o que é e a sua importância em sala de aula

 Você sabe o que é a chamada metacognição? Não? Vamos dar um exemplo. Quando você assiste à televisão e coloca seu lado crítico em evidência, você está exercendo uma atividade metacognitiva. Ou seja, a metacognição é o conhecimento que a pessoa apresenta sobre aquilo que armazenou na memória e aprendeu para a realização das atividades do cotidiano, estando consciente de suas habilidades e limitações.

Para Ana Regina Caminha Braga, psicopedagoga e especialista em educação especial e em gestão escolar, a metacognição possibilita a identificação dos conhecimentos necessários para a realização e a análise de uma situação dentro das possibilidades da pessoa, de maneira que ela esteja cada vez mais consciente de suas escolhas, e de como realiza e processa cada aprendizagem construída.

No âmbito da educação infantil, quando trabalhada de maneira adequada pelos professores, ela possibilita e encoraja as crianças a explorar de maneira significativa suas habilidades. “Dentro de uma perspectiva que compreende a importância das crianças tomarem consciência de suas aprendizagens desde cedo, é possível ressaltar que para elas estarem aptas a tomar grandes decisões é necessário que os professores estejam preparados e em suas práticas pedagógicas estejam referenciados a lecionar com atitudes metacognitivas, sendo esse um passo importante ao facilitar o processo de amadurecimento de seus posicionamentos”, comenta a especialista.

Crianças ingressam na escola com um conhecimento prévio de mundo e das relações estabelecidas com os seus pares. E a partir daí que os professores devem se dedicar a desenvolver a metacognição em sala, fazendo isso o docente auxilia na construção de uma aprendizagem consciente e controlada, nas quais pode ser visível o significado de cada decisão.

Quando a professora ou professor acompanham a aprendizagem da criança, mediando este processo, favorecem um ensino voltado à construção da autonomia de sentido e significado das informações, assim como a autoconfiança por parte de quem aprende. “A criança quando revela suas habilidades e limitações, também demonstra para o professor/professora em sala de aula os aspectos que precisam ser mais elaborados para que o seu desenvolvimento e aprendizagem aconteçam significativamente”, explica.

No entanto, a psicopedagoga alerta que uma das dificuldades presentes em sala de aula, é o tempo disponível para esse trabalho, o que acaba não possibilitando que o desenvolvimento da metacognição aconteça diariamente. “O professor/professora em sua prática, por vezes, está direcionado ao papel de manter a criança em determinada tarefa, sem a preocupação de observá-la mais de perto e verificar se ela está ativa em sua aprendizagem”, detalha.

Para finalizar, Ana Regina lembra que a presença da metacognição como atitude docente é primordial para a diferença em sala de aula. “O exercício metacognitivo favorece uma ação voltada tanto ao processo como ao resultado das aprendizagens. É o início de um movimento em direção a uma prática pedagógica reflexiva, autônoma e de qualidade”, completa a especialista.




Carolina Boari é especialista no mercado do luxo


Pesquisadora apresenta tendências do setor, o comportamento dos consumidores e a história do luxo no mercado nacional e internacional

Carolina Boari é pesquisadora do mercado de luxo e trabalha na divulgação de tendências nacionais e internacionais da área. Com larga experiência internacional, Carolina traz informações sobre o mercado do luxo para quem deseja estar por dentro das novidades e inovações e possui conhecimento em comunicação do mercado de luxo e o consumidor, com ênfase em teoria semiótica para análise de campanhas publicitárias, lojas, produtos, ações de marketing especificas desse setor.

 A gestão de luxo, de acordo com Carolina, nasceu com a proposta de mostrar a importância desse mercado para o consumidor demonstrando domínio de referências teóricas para aplicação destas na prática de mercado. Carolina é articuladora de ações e reflexões estratégicas no setor luxuoso. Como profissional da área, produz artigos, faz consultorias e aplica semiótica nos seus conceitos, levando sempre em consideração as pesquisas realizadas em suas produções e estudos acadêmicos.

Parte de todo o conhecimento e das informações sobre o luxo, Carolina obtém de suas viagens e vivências internacionais, das quais traz a experiência do que é produzido e apresentado no setor. Admirada por este segmento, Carolina Boari é doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica (PUC/SP), com a tese: "Evolução, significados e marketing publicitário do luxo. Estudo de caso da marca Louis Vuitton sob o prisma da semiótica" e mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com a dissertação "A arte na publicidade de uma marca de luxo".

A especialista em luxo trata de temas como Marketing de luxo, marcas de luxo, produtos de luxo e comportamento do consumidor neste setor. Como o luxo está em todas as idades, Carolina também pode apresentar temas que abordem o luxo infantil, bem como observar as características na França e na corte de Luis XIV, considerado o propulsor do luxo naquele país, tendo por base as cidades francesas do luxo, Versailles e Paris. Por outro lado, Carolina também pode apontar os problemas causados com a pirataria no mercado do luxo.


Editora Todas as Musas anuncia o lançamento do mais recente trabalho de: Milan Trsic

Imagem: Divulgação



A Editora Todas as Musas orgulhosamente anuncia o lançamento do mais recente trabalho de:

Milan Trsic
(Doutor em Física Teórica Molecular pela Universidade de Paris. Professor titular aposentado da USP de São Carlos, ex-diretor do Instituto de Química de São Carlos, romancista e escritor)

A Professora Valéria


Para adquirir, acesse o link da Livraria da Editora em:

Mais informações, escreva para:

Conheça a Página do Autor no Facebook:


Imagem: Divulgação

Espaços Culturais da Ordem Rosacruz – AMORC

Imagem: Divulgação


·         O Museu Egípcio e Rosacruz abrirá de terça a sábado das 8h às 12h e das 13h às 17h30; não abrirá aos domingos e às segundas-feiras.
*O acesso às instalações do Museu será feito até meia hora antes do horário de fechamento.
R$ 5,00 inteira;
R$ 3,00 meia (estudantes rosacruzes, crianças até 12 anos, idosos, estudantes, professores mediante documento comprobatório, doadores de sangue e pessoas com necessidades especiais);
Neste período não haverá visitas escolares monitoradas.
·         A Biblioteca Alexandria ficará fechada no período de férias coletivas, voltando a abrir no dia 25 de janeiro de 2017.
·         O Espaço de Arte Francis Bacon voltará a exibir exposições somente no mês de março de 2017.

* Nos dias 24, 25 e 31 de dezembro de 2016 e 1º de janeiro de 2017 os espaços culturais da AMORC estarão fechados

* Em fevereiro o horário de atendimento do Museu Egípcio volta ao normal.


domingo, 18 de dezembro de 2016

Estão abertas as inscrições para o curso de férias de polonês da Casa da Cultura Polônia Brasil.

(Encerramento do ano letivo 2016 – Fotos: Acervo CCPB)

A Casa da Cultura Polônia Brasil sediada em Curitiba foi fundada em 2012 e desde então é responsável por várias atividades culturais em sua sede e promotora de atividades junto à comunidade polono-brasileira em outras localidades do Paraná. Além do constante empenho na difusão da cultura polonesa através dessas atividades a instituição oferece cursos regulares do idioma polonês e acaba de abrir as inscrições para curso de férias 2017. (saiba mais)


Casa da Cultura Polônia Brasil

55 41 3088 0708


Mensagem de fim de ano da Casa da Cultura Polônia Brasil para associados, visitantes e toda comunidade

(Arte: Everly Giller)

A Casa da Cultura Polônia Brasil, instituição de natureza cultural sem fins lucrativos sediada na capital paranaense, vem através de sua diretoria e conselheiros: Schirlei Mari Freder, Mari Ines Piekas, João Carlos Cwiklinski, Mario José Gondek, Everly Giller, Adriana Magnuski Kmieć, Paulo Cesar Kochanny, Axel Giller, Mauro Giller, Denise Sielski, Piotr Kilanowski, Márcia Eliza Széliga e Rhuan Targino Zaleski desejar a seus associados, visitantes, parceiros, apoiadores, colaboradores e toda comunidade polônio-brasileira um Feliz Natal e um 2017 de muita paz, amor e prosperidade!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

MEMORIAL DE CURITIBA EXIBE “3 FASES CONTEMPORÂNEAS” DE CARBONI

Imagem/Convite: Divulgação

O presidente da APAP/PR Osmar Carboni apresenta três fases da sua trajetória artística.

O Memorial de curitiba realiza a exposição "3 Fases Contemporâneas" de Osmar Carboni, presidente da Associação Profissional de Artistas Plásticos do Paraná -APAP/PR. A exposição é o resultado do trabalho de quase 30 anos, pautado por muito estudo, pesquisa e realizações de exposições no cenário nacional e internacional.

“3 Fases Contemporâneas” exibe obras de três importantes exposições : “Abstratos”,“Devaneios” e “Cores sem Limites”. A marca do trabalho de Carboni é sua incansável busca pelo aprimoramento artístico e criação de novas cores expressas de forma extremamente contemporânea. A exposição permanece em exposição até 16 de janeiro de 2017.


MEMORIAL DE CURITIBA
Endereço: Rua Claudino dos Santos, 79 – Centro
Tel.: (41) 3321-3313
memoriais@fcc.curitiba.pr.gov.br
Horário de funcionamento:
9h às 12h e 13h às 18h (3ª a 6ª feira) e 9h às 15h (sábado, domingo e feriado)

Sobre o artista:
O artista plástico Osmar Carboni, participou de inúmeras exposições coletivas e importantes exposições individuais entre elas no MASP, em salões, museus e galerias em cidades do estado do Paraná, São Paulo e também representou o Brasil na Euroamericana em Bueno Aires, Argentina em 2005. Após várias técnicas e passagens por diferentes fases, como acadêmico, impressionista, moderno, o artista plástico transcende para uma nova que o projeta no meio artístico com direito a participação em livro e exposições, “a do figurativo contemporâneo”, em que, se utiliza de pinceladas soltas e um estilo próprio, pintando de forma majestosa seu tema principal “os Pinheiros”. Sua intensa atividade artística o consolidou com uma técnica e linguagem própria, denominada “CARBONISMO”, com a série “Devaneios”, advinda da sua criação inspirada pela leitura e releitura do seu cotidiano, sonhos e fantasias transformados em signos próprios dentro de planos e formas com um colorido expressivo. Atualmente participa de comissões julgadoras da Fundação Cultural de Curitiba, de Salões e de eventos de Artes Visuais. Atuouna APAP/PR - Associação Profissional de Artistas Plásticos do Paraná como vice-presidente em duas gestões, tendo assumido em 2011 a presidência de singular associação

Associação Vaga Lume recebe Prêmio IPL – Retratos da Leitura por Programa Expedição


Na noite de ontem (15/12), o Instituto Pró-Livro (IPL) promoveu a entrega do Prêmio IPL – Retratos da Leitura, cujo objetivo é homenagear e reconhecer organizações que promovem ações exitosas no fomento à leitura e à difusão do livro. A Associação Vaga Lume foi contemplada na categoria Organizações Sociais, pelo trabalho realizado no Programa Expedição. As demais categorias foram Cadeia Produtiva, Mídia e Bibliotecas Públicas.

O Júri foi formado por especialistas representando as categorias do Prêmio: Marcos da Veiga Pereira (presidente do IPL), Maria Lucia Kerr (cadeia produtiva), Luis Antônio Torelli (cadeia produtiva), Carlo Carrenho (mídia), João Pedro Paes Leme (mídia), José Castilho (bibliotecas/ONGs), Sonia Madi (ONGs), Vera Saboya (bibliotecas/ONGs) e Zoara Failla (coordenadora – IPL).

“Estamos muito felizes por esse reconhecimento do nosso trabalho com o Programa Expedição, que há 15 anos promove o acesso ao livro e à leitura em comunidades rurais da Amazônia Legal brasileira como ferramenta de transformação social. A mediação de leitura impacta positivamente as crianças dessas comunidades, ampliando realidades e valorizando identidades. A partir das histórias, as crianças ampliam seu repertório e reconhecem no outro seus sentimentos”, afirma Lia Camargo, Diretora Executiva da Vaga Lume. “Ficamos muito felizes por termos sido citados como inspiração pela maioria das instituições premiadas, durante a cerimônia desta noite. Isso é gratificante e demonstra o alcance do nosso trabalho”, comemora e conclui Lia.

Sobre a Vaga Lume

A Associação Vaga Lume é uma organização sem fins lucrativos, reconhecida pelo Ministério da Justiça como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP). A organização acredita que as pessoas são os agentes mais poderosos de transformação de uma realidade e, por isso, desde 2001 investe em pessoas que vivem em comunidades rurais da Amazônia Legal brasileira. Por meio dos Programas Expedição e Rede, a organização atua em 149 comunidades rurais de 23 municípios da Amazônia Legal brasileira e em São Paulo/ SP. Em seus quinze anos de atuação, a Vaga Lume criou metodologias voltadas à promoção da leitura , da diversidade cultural e do desenvolvimento sustentável, que a fizeram receber reconhecimentos nacionais e internacionais – entre eles, o Prêmio Leitura para Todos, do Ministério da Cultura, 2014; o Prêmio Empreendedor Social da Folha de São Paulo, finalistas de 2013; o Prêmio Jovens Lideranças, categoria Terceiro Setor, O Estado de S. Paulo e XYZLive, 2012; o Prêmio Inovação Intercultural, Aliança das Civilizações das Nações Unidas (UNAOC) e Grupo BMW, 2011; e o Prêmio Mérito ao Desenvolvimento Regional da América Latina e Caribe Juscelino Kubitschek, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), 2009.

ZOOLANDER 2 ESTREIA NA REDE TELECINE


Imagem: Divulgação

Dirigido e estrelado por Ben Stiller, Zoolander 2 estreia no Telecine Premium e no Telecine Play no sábado, 17 de dezembro. Nesta sequência, que estreou 14 anos depois do primeiro filme da franquia, Stiller mais uma vez dá vida ao excêntrico modelo Derek Zoolander em uma hilária sátira do mundo da moda.

Quando as celebridades mais bonitas do mundo começam a ser assassinadas, a agente policial e ex-modelo Valentina Valencia (Penélope Cruz) vai precisar da ajuda de Derek Zoolander (Ben Stiller) e de seu ex-companheiro de passarela, Hansel (Owen Wilson), para desvendar o caso. Mas Derek só aceita colaborar com a investigação em troca de informações sobre o paradeiro de seu filho, Derek Júnior (Cyrus Arnold).


SERVIÇO: 
Zoolander 2 (Zoolander 2)
Direção: Ben Stiller.
Elenco: Ben Stiller, Owen Wilson e Penélope Cruz.
EUA, 2016. Ação. 97 min. 12 anos.

Sessão Superestreia
Dia 17/12, sábado, às 22h, no Telecine Premium e a qualquer momento no Telecine Play.
Dia 18/12, domingo, às 20h, no Telecine Pipoca.