sexta-feira, 28 de abril de 2017

Inovação no ensino é inspirar a inquietude

Imagem: Divulgação


*Por Carlos Sandrini
O repasse de conteúdo acadêmico é o axioma da maioria dos cursos de ensino superior no Brasil de hoje. Costurar as palavras desse modo pode soar não apenas uma postura exorbitante, como também um pouco duvidosa. O fato é que a imagem de alunos como seres passivos e professores como entidades máximas dentro de sala de aula é uma cena que vem sendo alvo de um processo de desconstrução - ao menos para as instituições preocupadas em inovar.
Um rápido exercício deixa isso à mostra: pense em reduzir o tempo de conhecimento recebido de maneira passiva em sala. Seria impossível não chegar à diminuição drástica da duração dos cursos a partir dessa percepção. Na contramão dessa estrutura formatada de ensino, o advento da internet convida, há séculos, as pessoas a desbravarem múltiplas fontes de conteúdo para saciar a sede de conhecimento.
Chega a ser injusto comparar tamanha diversidade de informações à bagagem que o professor pode transmitir durante a aula. Isso sem falar na possibilidade de acessar os dados sem restrições de tempo ou espaço. Engana-se quem pensa, porém, que a função do docente se torna dispensável diante disso. Ao contrário, ela precisa ser revisitada para passar por reformulações constantes.
Hoje, melhor designado como mentor, o professor deve, de uma vez por todas, abraçar a interatividade e a responsabilidade pelo aprendizado dos alunos. É dele a incumbência de criar um ambiente propício à evolução dos pupilos, os provocando a pensar criticamente em todos os aspectos. Os deixando inquietos. Com isso, espera-se que o aluno vá para a aula preparado, com conteúdos já previamente assimilados. Na presença do professor e dos colegas, ele terá, então, a oportunidade de ir além, debatendo, tirando dúvidas e construindo projetos sobre os temas. O direcionamento partirá do mentor e, justamente por isso, são tão decisivas a atuação que ele possui no mercado e a relação que cultiva com a área que ministra. Um campo de estudo que lança mão desse método há bastante tempo é o da saúde.
Nos cursos de medicina, por exemplo, os alunos mergulham na prática desde os primeiros anos, sempre sob orientação de mestres atuantes. A pesquisa, por sua vez, fica a critério do aluno e é, por isso, desenvolvida além do período de aula, com ou sem o auxílio dos avanços digitais. Atualmente, novas demandas profissionais surgem em uma rapidez sem precedentes e, atender a esses anseios com eficiência significa apostar não apenas em capacitações mais enxutas, mas que esbanjam, de fato, qualidade. Nesse momento a importância do papel dos mentores é, mais uma vez, retomada. E o brilhantismo na área também corresponde à capacidade do docente extrair, de cada aluno, todo potencial a fim de prepara-lo para travar as batalhas que escolher.
Vale lembrar que, sozinho, o professor pode até tentar inserir essa abordagem, mas a assertividade da tentativa fica a cargo da instituição, que precisa abarcar, em sua política, a inovação. Por essas razões, até mesmo os perfis dos cursos ofertados no país têm mudado, com um destaque especial para os segmentos da hospitalidade e da economia criativa. É essa última área, por exemplo, que abrange o design, o cinema, a música, a fotografia, a gastronomia, as mídias digitais, o marketing e a publicidade, entre muitas outras. É ela também a que mais emprega e remunera em todo o mundo, se revelando cada vez mais capaz de provocar transformações mais rápidas e positivas na sociedade. Não raro os cursos deste nicho exijam tanta rapidez, inovação, inspiração e inquietude de seus mentores, que precisam sempre se antecipar às tendências de mercado. As mudanças não param de acontecer e nós precisamos sempre caminhar de mãos dadas com elas.
*Carlos Sandrini é especialista em educação. É fundador e presidente do Centro Europeu (www.centroeuropeu.com.br), uma das principais escolas de profissões e idiomas do mundo.






quinta-feira, 27 de abril de 2017

Solar do Rosário - Cinema: Linguagem e História

Imagem: Divulgação

Arte de Rua para Idosos propõe o resgate da história do centro histórico leste de Florianópolis

Crédito da foto: André Moecke

A Floripa que você viveu e a cidade que você vive hoje. Com o propósito de resgatar memórias e conhecer melhor a região do Centro Histórico Leste de Florianópolis, o Movimento Traços Urbanos realizará, no dia 29 de abril, a ação Arte de Rua para Idosos. A atividade é dirigida a pessoas com mais de 60 anos de idade, que morem ou frequentem a região, batizada de Distrito Criativo pelo Movimento.
Das 9h às 12h, os participantes serão convidados a expressar ‘a ilha que habita em você’. “A ideia é resgatar a história dos traços urbanos da cidade através de memórias transformadas em arte”, explica Cássia Aresta, coordenadora do Grupo Arte | Grafite. Os ‘artistas’ farão pinturas com tinta guache no painel de papel craft que será montado na rua Victor Meirelles, em frente à Kibelândia. Os materiais estarão à disposição no local, oferecidos pelas Livrarias Catarinense, Casa Bush e Pincéis Atla s, empresas que apoiam a ação. 
As inscrições são gratuitas e limitadas, e podem ser feitas pelo site www.movimentotracosurbanos.com – na seção Agenda. Em caso de chuva, a ação será transferida para o dia 6 de maio.
A Arte de Rua para Idosos integra a programação do evento Nossa Rua, realizado pelo Movimento Traços Urbanos, que se estenderá pelo mês de maio, com oficina sobre ‘Cidade Limpa’, nos dias 5 e 6, e Caminhadas Culturais, nos dias 6 e 13. 
Sobre o Movimento Traços Urbanos
Planejar e executar ações que contribuam para a requalificação dos espaços públicos e de uso coletivo de Florianópolis. Essa é a meta do movimento Traços Urbanos, formado por um grupo transdisciplinar com pessoas de diferentes competências e áreas de atuação. Em comum, elas compartilham o interesse de transformar a cultura urbana a partir da revitalização de diversas regiões da cidade, de forma voluntária. Iniciado em agosto de 2016, idealizado pelos arquitetos e urbanistas Giovani Bonetti e Silvia Lenzi, a partir de uma conversa informal entre amigos, o movimento foi sendo ampliado e hoje integra 160 pessoas, entre arquitetos, engenh eiros, designers, jornalistas, artistas plásticos, guias de turismo, fotógrafos e educadores, atuantes nos setores privados e públicos. Os membros mantêm contato permanente pelas redes sociais e aplicativos de conversas e reúnem-se periodicamente na sede do Museu da Escola Catarinense (MESC), no coração da área que chamam de Distrito Criativo, ao leste da Praça XV de Novembro. Essa é a região-alvo das primeiras ações desenvolvidas pelo Movimento Traços Urbanos.

Acompanhe:

BASF ajuda criar silêncio total no museu Guggenheim

Imagem: Divulgação

Em Nova York o barulho é constante e a cidade é classificada entre as 10 mais barulhentas do mundo. O ruído dos restaurantes atinge mais de 90 decibéis e os metrôs correndo pela cidade registram mais de 80 decibéis. Até 2 de agosto, o museu Solomon R. Guggenheim oferece uma fuga serena e silenciosa: o PSAD Synthetic Desert III.
O trabalho de arte, idealizado por Doug Wheeler, realizado pelo Museu Guggenheim e patrocinado pela BASF Corporation, manipula som, luz e espaço em uma "câmara semi-anecóica" (sem eco), projetada para suprimir todos os níveis de som ambiente à exceção dos sons mais baixos. A construção faz uso, em parte, da tecnologia de supressão de som que é normalmente aplicada em experiências e testes no âmbito da engenharia de som. A iluminação e a configuração da sala também são projetadas para induzir uma impressão óptica de espaço infinito. Wheeler compara a impressão visual e acústica do Synthetic Desert IIIcom sua própria experiência nos desertos do norte do Arizona, onde as condições praticamente sem barulho influenciam profundamente a sensação visual de distância.
"O silêncio, como sabemos, mede 30 decibéis, e a câmara semi-anecóica de Wheeler medirá na faixa de 10 a 15 decibéis - tão silenciosa que seria possível ouvir o seu próprio batimento cardíaco", comenta Doyle Robertson, especialista em espuma de melamina, BASF, América do Norte.
 As propriedades anecóicas da câmara são parcialmente viabilizadas por um produto conhecido como Basotect®, uma espuma de melamina flexível, de células abertas, com propriedades de alta absorção de som. A espuma Basotect é usada em uma variedade de arquiteturas, construções e aplicações industriais, como nas cabines de elevadores dos arranha-céus de Nova York, onde ela isola o ruído de alguns dos elevadores mais rápidos (até 37 Km/ hora) na América do Norte.
Através da mistura entre a química, arte e arquitetura, a atração do Guggenheim contará com 400 pirâmides e 600 placas de Basotect cobrindo o assoalho da câmara, paredes e teto.
A curadora do museu Guggenheim, Francesca Esmay, o curador sênior, Jeffrey Weiss e a diretora de Design da exposição, Melanie Taylor, trabalharam por dois anos com o artista para produzir a atração, que foi inicialmente idealizada em 1971, mas será construída pela primeira vez. A equipe selecionou cuidadosamente o material para construir a peça.
"A espuma Basotect foi a escolha ideal para a atração do Guggenheim devido às propriedades e capacidades de design", considera Joerg Hutmacher, CEO da pinta acoustic, que desenvolve tetos em 3D e produtos para aplicação em paredes para controle acústico. "Eu não conheço nenhum outro produto que poderia ter sido usado para fazer o que o artista imaginou", afirma.
Devido à sua alta capacidade de absorção de som, juntamente com a sua habilidade de ser moldada em praticamente qualquer forma, a espuma Basotect empodera e inspira arquitetos, designers, engenheiros de som e outros profissionais, criando espaços com uma acústica adequada e esteticamente agradáveis - seja uma arena de esportes, um local de shows ou um estúdio de gravação. Basotect também tem excelentes propriedades na presença de fogo, e é extremamente leve e fácil de instalar.

Sobre a BASF

Na BASF, nós transformamos a química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com a proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 114 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo. Nosso portfólio é organizado em 5 segmentos: Químicos, Produtos de Performance, Materiais e Soluções Funcionais, Soluções para Agricultura e Petróleo e Gás. A BASF gerou vendas de mais de € 58 bilhões em 2016. As ações da BASF são comercializadas no mercado de ações de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurich (AN). Para mais informações, acesse: www.basf.com.br.

MASP - Quem tem medo de Teresinha Soares?

Imagens: Divulgação


MEGAEXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA NA AVENIDA PAULISTA É BOA DICA PARA O FERIADO

 UGT, em parceria com a ONU e OIT, realiza a mostra fotográfica destacando os 17 objetivos que podem transformar o mundo. Exposição está em cartaz nos canteiros centrais da Avenida Paulista

Uma boa dica para comemorar o feriado do Dia do Trabalho, 1º de maio, e um bom programa para o fim de semana é a mostra fotográfica UGT 10 anos: 17 Objetivos para Transformar o Mundo, que está em cartaz na Avenida Paulista, um dos principais cartões postais de São Paulo. A exposição é uma homenagem a todos os trabalhadores do Brasil e também faz parte da comemoração de uma década de existência da UGT. Estão sendo exibidos 34 mega painéis, de 4m x 3m, da esquina da Rua Augusta até a alameda Campinas, que retratam os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela ONU para serem implementados até 2030.

Quem passar pela Avenida Paulista vai se deparar com imagens que chamam atenção para assuntos tão importantes atualmente, como preservação ambiental, respeito ao trabalhador, desigualdade social, entre outros. A mostra fotográfica é uma parceria da entidade sindical com a Organização das Nações Unidas (ONU), por meio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) Brasil, e da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar para todos, proteger o meio ambiente e enfrentar as mudanças do clima são alguns dos objetivos traçados pela ONU e que são retratados na exposição que é considerada uma das maiores a céu aberto da América Latina.


A mostra fotográfica UGT 10 anos: 17 Objetivos para Transformar o Mundo revela os 17 objetivos que podem mudar a cara do Brasil e retrata o país de norte a sul, sob vários aspectos, desde a crise dos últimos 10 anos até o que se espera até 2030. As fotografias são de renomados profissionais, como Lalo de Almeida – que recebeu recentemente um prêmio no World Press Photo, em Amsterdã –, Rogério Assis, Kenia Ribeiro, Sergio Zacchi, da Nitro Imagem; Leo Drumond e João Marcos Rosa, da Getty Images; Ricardo Funari, Miguel Schincariol, Paulo Fridman, Evaristo Sá, Luiz Souza, daFolhapress; Eduardo Anizelli, Joel Silva, Rogério Cassimiro, do Estadão Conteúdo; Clayton de Souza, J.F. Diório, Gabriela Bil e Dida Sampaio da Olhar Imagem; e Cris Berger.

Os Objetivos mostrados são Erradicação da pobreza; Fome Zero e Agricultura Sustentável; Saúde e Bem-Estar; Educação de Qualidade; Igualdade de Gênero; Água potável e Saneamento; Energia limpa e acessível; Trabalho decente e Crescimento Econômico; Indústria, Inovação e Infraestrutura; Redução das Desigualdades; Cidades e Comunidades Sustentáveis; Vida na Água; Ação contra a mudança global do clima; Consumo e Produção Sustentáveis;  Vida Terrestre; Paz, Justiça e Instituições Eficazes; e Parcerias e Meios de Implementação. A produção da exposição é da Maná Produções e Eventos e a pesquisa fotográfica e seleção da DOC Galeria. “Essa é uma exposição fotográfica bastante rica, pois mostra a realidade do Brasil e aquilo que esperamos para 2030. Tenho certeza que a partir dessas imagens as pessoas irão refletir sobre o estão fazendo e o que querem para o futuro. Para isso, contamos com imagens que despertam os mais diferentes sentimentos, como indignação, esperança, revolta, tristeza, alegria, entusiasmo e muito mais”, opina André Guimarães, da Maná Produções.

SERVIÇO

Exposição 1º de Maio – Os 17 Objetivos para Transformar o Mundo
Quando: Até 23 de maio
Onde: Avenida Paulista – São Paulo (da esquina da Rua Augusta até a alameda Campinas)


Turismo de Portugal lança guia inédito para agentes de viagens brasileiros


Ação de lançamento ocorre na Travelweek, em São Paulo

O Turismo de Portugal lança, nesta quinta-feira (27), o Guia de Apoio a Agentes de Viagens, um material inédito e exclusivo para agentes brasileiros, durante a Travelweek, um dos maiores eventos do setor, que acontece no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera.

O guia traz diversas informações importantes sobre as sete regiões do país: Porto e Norte, Centro, Lisboa e Região, Alentejo, Algarve, Açores e Ilha da Madeira. Desde telefones úteis a roteiros de passeios e dicas de restaurantes e hospedagem, o material traz também curiosidades históricas sobre Portugal e um mapa.

O objetivo do guia, além de ser um instrumento útil de trabalho aos profissionais do setor, é fornecer ainda mais motivos para visitar o país mais ocidental da Europa. Ele também traz informações relevantes como requisitos para viajar, clima, rede de transportes, eletricidade local e diferenças linguísticas.

O lançamento de um guia exclusivo para o Brasil se justifica em números: cada vez mais brasileiros vão a Portugal. Em 2016, foram 624 mil viajantes, o que representou um recorde histórico.

“Os brasileiros estão redescobrindo Portugal, de norte a sul, incluindo as ilhas, e este guia dará o suporte necessário aos agentes de viagem”, diz Bernardo Cardoso, diretor do Turismo de Portugal no Brasil.


O guia será oferecido a agentes de viagem no espaço do Turismo de Portugal na Travelweek (Lounge L09 e L10)

Leny Andrade estreia em Florianópolis novo show que levará para a Europa

Diva carioca tem agora como parceiro no palco o violonista catarinense Luiz Meira

Crédito das Fotos: Bruno Ropelato


A diva carioca Leny Andrade estreou seu novo projeto na 7ª edição do Jurerê Jazz Festival, em Florianópolis: um show intimista acompanhada apenas do violonista catarinense Luiz Meira, com quem vem ensaiando no Rio, e músico já conhecido pelas turnês com Gal Costa.

Recuperada há pouco de um tombo que lhe deixou quatro meses sem cantar, Leny anunciou no festival que vai apresentar o show com o manezinho Meira "no mundo todo". O próximo palco será no Chile e no segundo semestre os dois levam o espetáculo para uma turnê na Europa. 

O show da dupla em Florianópolis lotou o espaço no hotel Beach Village, foi de emocionar e "quente", como definiu a própria diva para a plateia, declarando ainda que deseja ter o mesmo público em todos os seus shows. Leny mostrou disposição e vigor no palco e também estava encantada e muito à vontade com a nova parceria. No repertório, canções como "Só Danço Samba", "Alvorada", "Chega de saudade", "Saudades da Guanabara", "Influência do Jazz", "Una Mañana", "Recordar é Viver" e "Flor de Lis", entre outras.

Leny Andrade e Luiz Meira se apresentaram no principal festival de música instrumental e brasileira do Sul do Brasil. O Jurerê Jazz Festival tem toda a programação realizada na badalada Jurerê Internacional e nesta edição serão mais de 40 shows, até o dia 1° de maio/2017, em 12 dias de programação.


"Eu fiz 55 países, tô com 74 anos, alegre e feliz. A gente só precisa de amor", declarou Leny durante a apresentação em Jurerê, completando: "Não cantar foi a pior coisa que me aconteceu" (lembrando o recente tombo). Ela fez todo o espetáculo de pé e só sentou para cantar as duas músicas do bis. Leny canta desde os 10 anos, quando se apresentou no Clube do Guri, na extinta TV Tupi. O Jurerê Jazz Festival ainda apresentará dezenas de espetáculos gratuitos, em palco coberto montado ao lado do mar em Jurerê Internacional, até o feriado de 1° de maio, quando se encerra com show da turnê "O Grande Encontro", no Parador 12 de Jurerê. Programação completa em www.jurerejazz.com.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

MARBÔ BAKERY INAUGURA EXPOSIÇÃO “INSIDE” DE MARC BREYER

Imagem: Divulgação


A Marbô Bakery localizada na charmosa Residência Belotti inaugura a exposião “Inside” do artista Marc Breyer. Com curadoria de Kézia Talisin a exposição reúne 5 trabalhos do artista e estará em cartaz até 27 de maio.
No sábado 29/04, das 14h às 17h, Marc Breyer estará presente na Marbô Bakery para conversar sobre suas obras e seu processo criativo.
As obras desta mostra estão disponíveis para aquisição.

Imagem: Divulgação


Sobre a exposição:
A Exposição Inside, by Marc Breyer é a impressionante série de pinturas em acrílica sobre tela que nos traz um pouco do universo interior de cada um de nós, mas também do interior de espaços que são exteriores ao corpo e interiores aos espaços maiores em que vivemos: nossas comunidades.
Pensando em William Shakespeare, Marc Breyer nos diz que o universo desta sua mais recente série de pinturas reflete a ideia de “a play within a play”, ou seja “uma peça de teatro está dentro de outra”.
O artista plástico que também se dedica à música e à literatura (principalmente à dramaturgia e à poesia), apoia-se em sua experiência de mais de trinta anos de estudo e desenvolvimento do desenho e da pintura para produzir imagens que nos impressionam e nos levam a sentir, muito mais do que a explicar o que observamos em sua arte.
Ao contemplar as telas de Marc Breyer, nossos olhos passeiam por cores fortes e por uma variedade de texturas e padrões, e talvez isto nos leve a associar suas obras com o Modernismo dos anos 1920 ou com a Pop Art Americana dos anos 1950 e 1960. Mas o melhor a fazer é deixar que os ”olhos de dentro da mente, os olhos da alma”, parafraseando os Beatles – “the eyes in the head”, encontrem sua maneira de sentir esta pintura magnífica.
Esta é uma oportunidade única para apreciarmos o trabalho deste grande artista em um espaço charmoso, como é a Marbô Bakery!

Sobre o artista:
Marc Breyer é artista plástico, escritor, tradutor e músico.
Completo, exigente, intenso. Apresenta técnica perfeita e aprimorada, resultado de seus mais de 30 anos de experiência profissional.
Com expressiva vivência internacional, este artista franco/brasileiro conta com mais de 300 obras originais em acervos particulares no Brasil, Inglaterra, Suécia, Alemanha, Dinamarca, Itália, França, Canadá e Estados Unidos. E suas participações, nacionais e internacionais, acontecem como reconhecimento real deste trabalho dedicado, da sua busca incansável do perfeito, do uso de materiais de qualidade superior e do incessante estudo das artes.

SERVIÇO:
Exposição “Inside” by Marc Breyer
Local: Marbô Bakery
Momento com o artista: 29/04 das 14h às 17h
Visitação: de 27/04 à 28/05/2017
De segunda à sexta das 11h às 18h; sábado e domingo 10h às 17h
Endereço: Rua Dr. Faivre, 621
Telefone: (41) 3121-1547

Entrada Franca

Marbô-Bakery / Residência Belotti
Imagens: Divulgação



O caráter transformador da educação

Imagem: Divulgação

*Por Norman Arruda Filho

Foi em 2010, na Conferência Internacional sobre os Sete Saberes Necessários à Educação do Presente, que o filósofo francês Edgar Morin traçou os ideais da Educação Transformadora. Embasado em seu pensamento holístico, Morin defendeu uma educação pautada no desenvolvimento da compreensão e da condição humana, na cidadania planetária e na ética do gênero humano. Visão que daria aos indivíduos potencial para enfrentar as múltiplas crises sociais, econômicas, políticas e ambientais que colocam em risco a preservação da vida do planeta.

Menos de dez anos depois desse registro, é fácil perceber sua relação com nosso cotidiano. São poucas as mentes capazes de entender que a classe social não define o caráter de uma pessoa, que a liberdade é muito mais valiosa que o dinheiro ilícito, que a religião deve ser fundamentada em tolerância e respeito, e que o planeta é um bem finito e como tal, deve ser bem cuidado. Para enxergar tudo isso, é preciso ir além. Mudar modelos mentais. Transformar a educação para assim, transformar a sociedade.

Pode parecer complexo, mas é, na verdade, muito simples. A educação é um bem que precisa ser compartilhado. Não é apenas um direito, mas algo inerente ao ser humano. Por isso, para mim, falar em educação transformadora torna-se redundante, uma vez que, trata-se de estimular o despertar individual e coletivo de modo a provocar um processo sinérgico de relacionamento, aprendizagem e, por consequência, transformação.

A Organização das Nações Unidas também encontrou uma forma de mostrar a importância que a educação tem para a sociedade. “Assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos” foi definido como o quarto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS), meta a ser atingida até 2030. Independentemente de uma questão ordinal de priorização, esse ODS está entre necessidades básicas ao ser humano como a vida digna, o direito à alimentação e o acesso à saúde, entre tantos outros.

No entanto, é na capacidade de interconexão entre os ODS que entendemos o real papel da educação na busca por cada um desses objetivos. Sem a disseminação do conhecimento e devida sensibilização das lideranças, as metas estarão restritas a certos grupos de interessados, enquanto na verdade, o que o mundo precisa é de uma mobilização global. Assim como Morin, Delors e tantos outros pensadores já registraram, acredito e defendo sempre que somente por meio da educação poderemos promover mudanças e encontrar respostas para os graves problemas do mundo e assim, evoluirmos.

Espero que esse Dia da Educação, que será comemorado no dia 28 de abril, seja mais do que uma data para incentivar e conscientizar a população sobre a importância da educação escolar, social e familiar. Desejo que ele seja um dia especial para promover a nossa capacidade de transformar.

*Norman de Paula Arruda Filho é presidente do ISAE – Escola de Negócios e do Capítulo Brasileiro do PRME da ONU





Editora Todas as Musas anuncia o lançamento de: "Discurso, Mídia e Escola"

Imagem: Divulgação

  
DISCURSO, MÍDIA E ESCOLA:
da pesquisa às práticas de leitura e interpretação na educação básica

Organizado por


Renata Silveira da Silva
(Professora no Curso de Letras da Universidade Federal do Pampa. Mestra e Doutora em Letras pela Universidade Católica de Pelotas)


Millaine de Souza Carvalho


Nathalia Madeira Araujo


Rocheli Regina Predebon Silveira


Santiago Bretanha Freitas

Para adquirir, acesse o link da Livraria da Editora em:

Para mais informações, escreva para:

Veja mais notícias da Editora em:


Logo: Divulgação

Marcius Galan no MASP

Imagem: Divulgação

Workshop no Solar do Rosário - "A Imigração Polonesa e o Bosque do Papa"

Imagem: Divulgação

Samsung Rock Exhibition promove exposição icônica da banda Nirvana no Rio de Janeiro

Imagem: Divulgação


Pela primeira vez fora de Seattle (EUA), exposição ‘Nirvana: Taking Punk to the Masses’ será inaugurada dia 20 de junho, no Museu Histórico Nacional

A Samsung Rock Exhibition, série inteiramente dedicada às exposições de rock e cultura pop, patrocinada pela líder mundial em tecnologia em parceria com o Ministério da Cultura e realização do Instituto Dançar, traz ao Rio de Janeiro a exposição Nirvana: Taking Punk to the Masses.
A exposição será inaugurada dia 20 de junho, no Museu Histórico Nacional, localizado no centro histórico do Rio de Janeiro, onde fica até 20 de agosto - os objetos ficarão distribuídos em uma área de aproximadamente 800m².
Organizado pelo Museu de Cultura Pop em Seattle (MoPOP), o acervo tem mais de 200 peças entre instrumentos icônicos, fotos, vídeos, depoimentos, álbuns, objetos pessoais dos integrantes, cartazes, entre outras peças, que vão desde a origem do grupo, em Aberdeen, às grandes turnês internacionais. O projeto compõe uma das atividades previstas no calendário 2017 da plataforma Samsung Conecta, que tem por objetivo oferecer experiências únicas, na música e no esporte, para os consumidores brasileiros.
A exposição, que tem como curador Jacob McMurray, retrata a história do Nirvana e Seattle, epicentro cultural e musical da geração da década de 90. Essa é a primeira vez que a exposição sai do The Museum of Pop Culture de Seattle (MoPOP) para ganhar outras regiões. A expectativa de público é alta, bem como a perspectiva dos fãs, que aguardam ansiosamente para regressar ao passado e entrar novamente na década das camisas xadrezes de flanela. A exposição narra detalhadamente o processo criativo do disco In Utero, o último da banda, e a morte de Kurt Cobain, em 1994, além de um mural com os 21 discos que fazem parte do acervo pessoal do baixista Krist Novoselic.
“Queremos oferecer mais essa experiência única aos brasileiros e a oportunidade de reviver, por meio dessa exposição, todos os momentos de uma das maiores bandas de rock do mundo, o Nirvana”, afirma Andréa Mello, Diretora de Marketing Corporativo e Consumer Electronics da Samsung Brasil.
Histórico
A ascensão do Nirvana se deu em 1989, com seu característico som agressivo do punk rock, energizado pelo metal e hard rock, quando lançou o primeiro disco intitulado “Bleach”. Durante a turnê de lançamento, Chad Channing foi substituído por Dale Crover e, posteriormente, por Dan Peters. O Nirvana encontrou então seu baterista definitivo, Dave Grohl, e a partir desde momento a banda cresceu meteoricamente. O segundo álbum, intitulado “Nevermind”, saiu pelo selo DGC em 1991, recheado de riffs marcantes e com o grande clássico "Smells Like Teen Spirit", se tornando um dos discos mais vendidos até os dias de hoje.
A banda teve uma extensa rotina de shows em sequência, muitas vezes em estádios lotados, inclusive no extinto Hollywood Rock Festival, no Rio de Janeiro, em 1993, tocando para mais de 35 mil pessoas. Naquele ano, Nirvana voltou ao estúdio para gravar “In Utero”, outro álbum com excelentes composições como “Serve the Servants”.
Em 8 de abril de 1994, com a morte de Kurt Cobain, Nirvana encerrou suas atividades, mas sua música permaneceu viva. No final do mesmo ano, Dave e Krist lançaram o disco “Unplugged in New York”, com a histórica apresentação para a MTV e, dois anos depois, lançaram um especial ao vivo do grupo, "The Muddy Banks of the Wishkah", com sucessos executados em shows pelo mundo.
SERVIÇO
Museu Histórico Nacional
End.: Praça Mal. Âncora, s/n - Centro, Rio de Janeiro - RJ

Exposição: de 20 de junho a 20 de Agosto.
Horários de visitação: de terça a sexta, das 10h às 17:30h
Sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h.

Ingressos: preços populares.

Sobre a plataforma Samsung Conecta
Pensando em criar o futuro e inspirar as pessoas por meio de sua tecnologia, a Samsung lançou oficialmente no país, no dia 11 de julho de 2016, a plataforma Samsung Conecta. Na ocasião, a empresa iluminou de azul, a cor da marca, uma das Sete Maravilhas Modernas do Mundo, o Cristo Redentor, reforçando a ligação da companhia com o Brasil e com as suas particularidades culturais, artísticas e desportivas. A plataforma surgiu para proporcionar experiências únicas aos consumidores, por meio da música, dos esportes e da tecnologia, reforçando o DNA inovador da empresa.

Sobre a Samsung Electronics Co., Ltd.

A Samsung Electronics inspira o mundo e cria o futuro com ideias e tecnologias inovadoras. A companhia está redefinindo o mundo de TVs, smartphones, wearables, tablets, câmeras, eletrodomésticos, equipamentos médicos, sistemas de conexão, semicondutores e soluções LED. Para saber mais e conferir as últimas novidades sobre a Samsung, visite a Sala de Imprensa Samsung no http://news.samsung.com/br

Adobe seleciona artista brasileiro para estampar parede de seu novo endereço em São Paulo


Mudança de escritório, que é sede da operação latino-americana da companhia, é fruto de crescimento e potencial da operação na região
A Adobe tem novo endereço em São Paulo. Motivada pelo seu crescimento na região da América Latina, da qual São Paulo é sede, e do potencial de negócios – especialmente em Digital Marketing - a empresa optou por um novo escritório na região sul da capital paulista. A nova sede representa – além de um ambiente 2,3 vezes maior e mais moderno – um espaço de trabalho e convivência que transmite os valores da marca como inovação e criatividade.
O layout arquitetônico segue o já consagrado modelo adotado em escritórios da empresa pelo mundo, mas o tom local será dado em grande estilo: com um artista brasileiro estampando uma das paredes do local. E a Adobe está em busca desse artista. A seleção está aberta e mais informações, além da inscrição, podem ser obtidas em http://bit.ly/VagaNaAdobe.
Uma das plataformas em que a Adobe analisa os portfólios dos candidatos brasileiros é o Behance – a partir da qual profissionais criativos do mundo todo podem compartilhar seus portfólios. Recrutadores da empresa analisarão os currículos e portfólios dos candidatos brasileiros, de acordo com os valores da empresa. Após a análise, será contratado o candidato que mais se encaixa com essa proposta, por meio de contrato e remuneração.
“Unir a mudança de escritório – fruto de nosso investimento e crescimento na região - com essa iniciativa é algo muito empolgante para a Adobe. Estamos animados em conhecer o artista que estampará nosso novo escritório. Para nós, isso representa o que mais buscamos com nossas tecnologias: valorizar a criatividade. E, nesse caso específico – o quanto acreditamos na criatividade brasileira”, afirma Federico Grosso, vice-presidente da Adobe para América Latina.
Novo endereço:
Av. Dr. Chucri Zaidan, 1240 – 16º andar - Cj. 1601
Edifício Morumbi Golden Tower – Torre A – São Paulo (SP)

Sobre a Adobe Systems Incorporated

A Adobe está mudando o mundo por meio de experiências digitais. Para mais informações, visite www.adobe.com/br/

Vencedor do Prêmio Gralha Azul, espetáculo infantil “Música Maestro” tem sessão gratuita no Shopping Estação

Imagem: Divulgação


Referência no entretenimento para as crianças, Shopping promove apresentações de graça todos os sábados, com o projeto Faz de Conta


Neste sábado (29), às 16h, as crianças terão a oportunidade de assistir gratuitamente ao “Música Maestro”, vencedor do Prêmio Gralha Azul de melhor espetáculo, principal premiação do teatro paranaense. A apresentação acontece no espaço Faz de Conta (piso L1), no Shopping Estação, referência em entretenimento infantil em Curitiba. 

Com produção da  Cia. Manoel Kobachuk, uma das mais respeitadas em todo o país na arte bonequeira, o espetáculo utiliza bonecos de tamanhos  variados para homenagear os diferentes ritmos brasileiros, como as danças gaúchas e o jazz tupiniquim. 

Além das músicas do repertório nacional,  os artistas interagem com os bonecos e apresentam versão estilizadas de sucessos internacionais, como as de Elvis Presley. 

Mais diversão

E quem não puder assistir ao “Música Maestro”, não tem problema. Pois no Teatro Dr. Botica (piso L1), também dentro do Shopping Estação, acontece o “Dia Claro, Noite Escura”, da Cia Imã Produções. As sessões acontecem no sábado (29) e domingo (30), às 13h, 15h e 17h. 

Inspirada em histórias como “O Mingau Doce” e “A Bela Adormecida”, a apresentação mostra a vida de uma costureira em seu ateliê, onde cria bonecas de pano. Aos poucos, sua boneca, ainda sem forma definida, vai despertando e ganhando vida através da linha, agulha e  de muito afeto.
Os ingressos custam R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (estudantes, idosos e crianças de 3 até 12 anos).

Serviço

Faz de Conta com Música Maestro
Sábado (29)
16h
Gratuito
Espaço Faz de Conta, piso L1
  
Dia Claro Noite Escura
Sábado (29) e domingo (20)
13h, 15h e 17h
R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (estudantes, idosos e crianças de 03 até 12 anos)
Teatro de Bonecos Dr. Botica (piso 1)

Shopping Estação
Av. Sete de Setembro, 2.775, Rebouças - Curitiba (PR)
(41) 3094-5300

terça-feira, 25 de abril de 2017

Começam as inscrições para o Prêmio Petrobras de Jornalismo


Regulamento foi reformulado e traz novidades em 13 categorias com prêmios individuais mais altos


Começam nesta terça-feira (25) as inscrições para a quarta edição do Prêmio Petrobras de Jornalismo (PPJ), em novo formato. O número de categorias e o orçamento total foram reduzidos, mas os prêmios individuais aumentaram, para entre R$ 10 mil* e R$ 40 mil*, totalizando R$ 245 mil.

Uma das grandes novidades deste ano é o lançamento da categoria especial de Inovação para o trabalho que se destaque pelo ineditismo do formato, da abordagem, do meio ou da linguagem. Outra novidade é o prêmio de Telejornalismo, exclusivo para as emissoras de televisão. Como nas edições anteriores, o Grande Prêmio Petrobras de Jornalismo será concedido à melhor reportagem entre todas as inscritas. Podem concorrer os trabalhos veiculados entre 10 de julho de 2015 e 10 de janeiro de 2017 e as inscrições devem ser feitas pelo site www.premiopetrobras.com.br.

O principal objetivo do Prêmio Petrobras de Jornalismo é valorizar as grandes reportagens e estimular e reconhecer aquelas que contribuem para a sociedade. A proposta é fazer um prêmio mais enxuto e, diferentemente das edições anteriores, os vencedores só serão anunciados na cerimônia de entrega dos troféus.

Os trabalhos serão avaliados em duas etapas. Na primeira, uma Comissão de Pré-seleção, composta por oito jornalistas com experiência comprovada, selecionará 10 finalistas de cada categoria e tema. Na segunda etapa, os trabalhos finalistas serão avaliados pela Comissão Julgadora, composta por seis profissionais renomados da imprensa, com vasta experiência jornalística. Os finalistas de cada categoria e os vencedores serão conhecidos na cerimônia de entrega dos troféus no segundo semestre de 2017. No ano passado, o Prêmio Petrobras de Jornalismo recebeu 1.255 inscrições, recorde entre as três edições realizadas.

PRÊMIOS:

- GRANDE PRÊMIO PETROBRAS DE JORNALISMO: para a melhor reportagem, entre todas as inscritas – R$ 40 mil*.

- CATEGORIA ESPECIAL – INOVAÇÃO: para o trabalho que se destacar pelo ineditismo de formato, pela técnica empregada, pela abordagem, pelo meio ou pela linguagem. Todas as matérias inscritas concorrem nesta categoria – R$ 25 mil*.

- ECONOMIA: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que falem sobre a conjuntura econômica do Brasil – R$ 20 mil*.

- CIÊNCIA E TECNOLOGIA: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que falem sobre ciência, tecnologia e inovação – R$ 20 mil*.

- SUSTENTABILIDADE: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que falem sobre meio ambiente e temas sociais – R$ 20 mil*.

- CULTURA: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que abordem manifestações culturais e artísticas do país – R$ 20 mil*.

- ESPORTE: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que falem sobre atividades esportivas profissionais ou amadoras, individuais ou coletivas – R$ 20 mil*.

- TELEJORNALISMO: reportagens de emissoras de televisão sobre qualquer um dos temas acima relacionados – R$ 20 mil*.

- FOTOJORNALISMO: coberturas fotográficas sobre qualquer um dos temas acima relacionados que, sozinhas ou como parte integrante das reportagens, foram capazes de transmitir o impacto de cenas do dia a dia ou de acontecimentos marcantes, cumprindo o papel disseminador da informação – R$ 20 mil*.

- REGIONAL NORTE/ CENTRO-OESTE: matérias de veículos com sede em Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Amapá, Pará, Tocantins, e Distrito Federal – R$ 10 mil*.

- REGIONAL NORDESTE: matérias de veículos com sede na Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão – R$ 10 mil*.

- REGIONAL RJ-MG-ES: matérias de veículos com sede no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo – R$ 10 mil*.

- REGIONAL SP-SUL: matérias de veículos com sede em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul – R$ 10 mil*.

*Valores brutos

Cantor brasileiro recebe prêmio internacional em Los Angeles

Imagem: Divulgação

Mario Ghanna venceu o The Akademia Awards nas categorias ‘Melhor Álbum Latino’ e 'Melhor Músico Latino'
A premiação The Akademia Music Awards deste ano está muito especial, pois, entre os vencedores, figura um músico brasileiro: o cantor Mario Ghanna. Novo nome do cenário de samba e samba rock, o artista paulista, radicado em Joinville, conquistou as estatuetas de ‘Melhor Álbum Latino’ e 'Melhor Músico Latino' e as recebeu durante a festa da premiação na última quinta-feira, 20, em Los Angeles.
Com sede nos Estados Unidos, o The Akademia é voltado aos músicos independentes do mundo inteiro e sempre premia os mais promissores artistas de inúmeros gêneros. A premiação é feita a partir dos votos de seis juízes, entre eles destacam-se executivos seniores e veteranos da indústria musical das maiores gravadoras dos Estados Unidos.
Segundo Mario Ghanna, trazer para o Brasil um prêmio como este é muito significativo. “Quando descobri que tinha vencido este prêmio fiquei muito feliz, agora só de pensar que vou busca-lo, lá em Los Angeles, na premiação, fico mais emocionado ainda. É muito importante para mim e para minha música.”, contou.
O disco vencedor, intitulado ‘Lírios’ é o primeiro oficial da carreira de Mario Ghanna e mostrou a força dele na música nacional. Produzido por Marcos Parreira "Bocão" e Mario, o CD conta com 14 faixas autorais e três regravações e recebe influências de música brasileira e negra, como blues e soul, com elementos percussivos nacionais.
Após a conquista do prêmio, a faixa que carrega o mesmo nome do álbum, atualmente já é tocada em mais 45 cidades espalhadas pelo mundo, em rádios de Tóquio (JXFM), no Japão, Los Angeles (KMIX), Nova Iorque (WNYR) e Chicago, nos Estados Unidos e também no Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina, aqui no Brasil, o que faz com que ele seja considerado uma aposta certa para o cenário brasileiro atual.
Essa é a segunda vez que o músico concorreu em uma premiação internacional, em 2013 ele já havia sido pré-indicado ao Grammy Latino, maior prêmio musical do mundo, em cinco categoria. "Vejo essas indicações e prêmios como um motivador incrível para a minha carreira, isso dá mais ânimo para continuar produzindo músicas e tentando me superar. Em breve vou lançar um novo 'álbum', com uma pegada mais de samba-rock, samba e pop, e espero continuar evoluindo com meu som.",finalizou.

Acompanhe o trabalho do Mario Ghanna:

GALERIES LAFAYETTE ESCOLHE FINALISTA DO FESTIVAL DE HYÉRES PARA ASSINAR COLEÇÃO-CÁPSULA

Imagem: Divulgação


Idealizada para dias de chuva, as criações do finlandês Rolf Ekroth chegarão à loja em setembro

Parceira do Festival Internacional de Moda e Fotografia de Hyères desde 2007, a Galeries Lafayette reforça seu compromisso junto a jovens criadores e divulga sua terceira colaboração durante a edição de 2017 do evento, que ocorrerá de 27 a 30 de abril. Mais uma vez - pelo terceiro ano consecutivo - a marca convida um dos finalistas da competição para assinar nova coleção-cápsula da Galeries Lafayette. O escolhido da vez é o finlandês Rolf Ekroth.
Depois de aceitar o convite da mais tradicional loja de departamentos da Europa, o jovem estilista concebeu uma coleção unissex de roupas para a chuva, composta de quatro modelos e dois sneakers. Todos os looks serão apresentados, em avant-première, durante o festival, no espaço dos “Formers” da Villa Noailles.
A coleção-cápsula, entretanto, será comercializada apenas a partir de setembro , quando tem início o outono no Hemisfério Norte.

SOBRE A GALERIES LAFAYETTE
Com mais de 120 anos de tradição, a Galeries Lafayette foi inaugurada em 1894 no Boulevard Haussmann. Hoje, é uma marca de notoriedade mundial, sinônimo de estilo parisiense e de elegância à francesa. Primeira loja de departamentos da Europa e com 70.000 m2 em três edifícios, recebe, atualmente, cerca de 100.000 visitantes/dia. Internamente, são 15.000 m2dedicados à moda, com 3.500 marcas renomadas. Marcas das mais acessíveis às grifes mais desejadas do universo fashion estão presentes na Galeries Lafayette, como Louis Vuitton, Chanel, Prada, Gucci, Burberry, Balenciaga, MiuMiu, M.A.C, Lancôme, Dior e Sisley. A todos os clientes, oferece serviços sob medida de alta qualidade, que inclui personal shoppers e atendentes que falam português, salões privativos, entrega de compras no hotel e orientação no serviço de reembolso de impostos (12%).

Mais informações, acesse haussmann.galerieslafayette.com/pt-br/  

Pioneira em blog de looks diários no país, Cris Guerra faz workshop em Curitiba

Imagem: divulgação


Palestra e bate-papo sobre o livro Moda Intuitiva, autoestima, autoconhecimento e estilo acontecem neste sábado (29), no espaço artístico Casa Tangente



A blogueira, escritora e publicitária Cris Guerra vem a Curitiba, na Casa Tangente, para o Workshop Moda Intuitiva, transformando o sábado (29) em um dia de imersão intimista ao mundo da moda.

Percursora de blogs de looks diários no país, a mineira é referência no assunto. No encontro Cris Guerra recebe os participantes com um café da manhã e após, apresenta uma palestra sobre o seu best-seller “Moda Intuitiva”. Autêntico, o livro aborda a autoestima, instigando os leitores a arriscar mais e a se vestirem conforme sua essência, deixando de lado o formato de manual, propondo que cada pessoa tenha seu estilo próprio.

No período da tarde a blogueira conversa com os convidados, discutindo a moda como instrumento de autoconhecimento e o poder que cada um tem de ser seu próprio estilista, todos os dias.

O evento acontece das 9h às 12h e retorna após o almoço, das 14h às 18h. As inscrições são realizadas via internet, pelo site www.sympla.com.br/cris-guerra--casa-tangente__133439 . Ingressos estão no segundo lote, com valor de R$ 560.

SERVIÇO
Data: sábado, 29 de abril de 2017
Horário: das 9h às 12h e das 14h às 18h
Ingressos: R$ 560

Local: Casa Tangente – Rua Prefeito Ângelo Lopes, 1653, Hugo Lange

Da arte contemporânea ao surfe, Portugal apresenta sua diversidade na Travelweek 2017

Imagem: Divulgação


Portugal está cada vez mais consolidado como um dos destinos turísticos preferidos dos brasileiros. Em 2016, foram 624 mil visitantes no país, o que representou um recorde histórico. Com o intuito de fomentar ainda mais esse fluxo e atingir o mercado de luxo, o Turismo de Portugal estará presente na edição 2017 da Travelweek São Paulo, um dos principais eventos do setor.
A feira acontece entre os dias 26 e 28 de abril, no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera, e contará com representantes portugueses, que apresentarão as principais tendências do setor turístico luso ao trade e a todos os visitantes, em mais uma iniciativa para estreitar os laços entre os dois países. Neste ano, Portugal estará presente com seis das sete regiões do país.
“A atração entre as duas pátrias é histórica e no âmbito do turismo, o brasileiro está descobrindo um ‘novo’ Portugal, um destino moderno, seguro e de uma grande diversidade, embora mantenha sua autenticidade como nação. Seja em Lisboa, no Porto, no Algarve, nas ilhas ou em qualquer lugar, todas as regiões carregam um pouco do Brasil”, diz Bernardo Cardoso, diretor do escritório brasileiro do Turismo de Portugal, que estará presente na Travelweek. Além dele, o evento também contará com Filipe Silva, diretor do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal.

Da arte contemporânea ao surfe, uma viagem por Portugal
Com uma decoração inspirada na arte contemporânea, o espaço do Turismo de Portugal na Travelweek destaca os grafites, que estão efervescendo a arte de rua do país e que tornaram a cidade de Lisboa um museu ao ar livre. As tradicionais paredes de azulejos, uma importante expressão artística nacional, o clássico quiosque português espalhado pelos jardins das cidades e um céu de sombrinhas, marca registrada da cidade de Águeda, que realiza anualmente o festival The Umbrella Sky, onde as ruas são cobertas pelos coloridos guarda-chuvas.
O cenário foi idealizado para proporcionar uma verdadeira viagem e dará aos visitantes um pouco da sensação do que ésentir Portugal: um país que não deixou de ser autêntico e genuíno, mas caminhou em direção à modernidade e se tornou referência turística em todo o mundo, sendo constantemente premiado.
Sentir Portugal é ainda respirar as inúmeras belezas espalhadas pelas setes regiões, cinco continentais e duas ilhas, é viajar do litoral ao interior e entender como um país do tamanho de Portugal tem tanta diversidade para oferecer. Para isso, o espaço valoriza a natureza, com roteiros que vão desde belas praias e falésias a parques naturais, montanhas e vales, de norte a sul. O natural lifestyle desperta os apaixonados por golfe, bike e trilhas para um mundo de experiências únicas por descobrir.

Mas não há como deixar de mencionar o surfe. A costa portuguesa é repleta de praias convidativas para a prática do esporte. Em Peniche, na região central, disputa-se o Mundial, mas também é possível pegar ondas nos arredores de Lisboa (Cascais e Sintra), Porto (Praia do Espinho) e Algarve (Sagres e Costa Vicentina). Isso sem falar em Nazaré, referência em ondas gigantes, que será representada por um backdrop.
Os sabores portugueses, outro ponto forte, vão muito além do pastel de nata e bacalhau. São pratos preparados por chefs conceituados, com frutos do mar e peixes abundantes, mas também o porco preto alentejano, os queijos de Azeitão e doces conventuais. Além disso, é impossível falar de sabores e não citar os tradicionais vinhos e castas, provenientes de regiões vinícolas espalhadas pelo país, que são referência em todo o mundo. Com uma diversificada gastronomia, Portugal orgulha-se de que dificilmente um turista repete o mesmo prato na sua estadia, do simples ao sofisticado. Um roteiro gastronômico que vai do boteco português aos 21 restaurantes premiados a com a estrela Michelin em 2016.

Portugal é um país alegre, onde a festa e a diversão são uma constante, destacando-se os festivais de música, como o NOS Alive, o Super Bock, Super Rock, o NOS Primavera Sound e o Rock in Rio, além de festas populares e da sempre agitada e cosmopolita vida urbana que faz de Portugal um destino “cool”, referência em todo o mundo, evidenciando sua qualidade em infraestruturas e serviços, sendo também um hub para startups e palco do Web Summit, maior feira de empreendedorismo do continente.

MASP - Quem tem medo de Teresinha Soares?

Imagem: Divulgação

D.A.M.N PROJECT E FASHION REVOLUTION SE UNEM PARA TRANSFORMAR A INDUSTRIA DA MODA

Logo: Divulgação



O D.A.M.N PROJECT CRIADO PELA PUBLICITÁRIA
CAMILLA MARINHO E A MODELO MARINA THEISS É
UMA NOVA PROPOSTA PARA APROVEITAR O MELHOR
DA MODA DE UMA FORMA MAIS JUSTA E
CONSCIENTE.

COMO?! RECOLOCANDO NO MERCADO O QUE ESTÁ EM DESUSO EM SEU CLOSET.

O PROJETO ACREDITA QUE A MODA É UMA FORTE
FERRAMENTA DE MUDANÇA SOCIOCULTURAL E JUNTO COM O FASHION REVOLUTION TEM COMO OBJETIVO ALERTAR O CONSUMIDOR SOBRE UMA ECONOMIA CIRCULAR NA MODA.

O QUE É O FASHION REVOLUTION?!

NO DIA 24 DE ABRIL DE 2013, UMA TRAGÉDIA EM
BANGLADESH ABALOU O MUNDO: O EDIFÍCIO
RANA PLAZA, QUE ABRIGAVA DIVERSAS
CONFECÇÕES DE ROUPAS (MUITAS PRODUZIAM EM
LARGA ESCALA PARA RENOMADAS MARCAS GLOBAIS)
DESABOU, CAUSANDO A MORTE DE 1.134
TRABALHADORES E DEIXANDO OUTROS 2.500
GRAVEMENTE FERIDOS. PARA DAR UM BASTA À
ESSA REALIDADE, QUE INFELIZMENTE ACONTECE
COM FREQUÊNCIA,
NASCE EM LONDRES O FASHION
REVOLUTION,

UM MOVIMENTO COM OS OBJETIVOS DE
CONSCIENTIZAR OS CONSUMIDORES SOBRE OS
IMPACTOS SOCIAIS E
AMBIENTAIS DA CADEIA DA MODA, EXIGIR
TRANSPARÊNCIA E CELEBRAR AS BOAS PRÁTICAS.

O FASHION REVOLUTION VEM INCENTIVANDO A
TRANSFORMAÇÃO DESSA INDÚSTRIA PARA QUE ELA
SE TORNE MAIS TRANSPARENTE E JUSTA PARA
TODOS. MUDANÇAS EFETIVAS JÁ ESTÃO
ACONTECENDO E VOCÊ PODE FAZER PARTE DURANTE
O FASHION REVOLUTION WEEK, ENTRE OS DIAS 24
A 30 DE ABRIL.
SEJA CURIOSO, DESCUBRA, FAÇA ALGO!
PERGUNTE AS MARCAS:


#QUEMFEZMINHASROUPAS
@DAMN_PROJECT
@FASH_REV_BRASIL




Espaço Cultural da Câmara Municipal de Ponta Grossa recebe a exposição "Fé"

Imagem: Divulgação


O Espaço Cultural da Câmara Municipal de Ponta Grossa-PR, homenageia as Mulheres neste mês de Maio com a Exposição “FÉ” do grupo ZR ART de Curitiba.

Com curadoria do Artista Celso Parubocz, o Grupo ZR Art formado por 13 mulheres artistas que fazem parte do Atelier de Arte Contemporânea Edilson Viriato, criaram obras inéditas para o evento.

Convite: Divulgação

Artistas:
Akiko Miléo, Cristiane Gonçalves, Cynthia Kava, Dirce Polli, Fernanda Alonso, Giovana Hultmann, 
Iliane Barcellos, Lisete Schiffer, Maria Emília Mendes, Rita Bortolan, Susana Goyeneche, Telma Luiza e 
Vera Sehnem.

O que é Fé: Fé é uma palavra que significa "confiança", "crença", "credibilidade".

A fé é um sentimento de total de crença em algo ou alguém, ainda que não haja nenhum tipo de evidência que comprove a veracidade da proposição em causa. Ter fé implica uma atitude contrária à dúvida e está intimamente ligada à confiança. Em algumas situações, como problemas emocionais ou físicos, ter fé significa ter esperança de algo vai mudar de forma positiva, para melhor.
 De acordo com a etimologia, a palavra fé tem origem no Grego "pistia" que indica a noção de acreditar e no Latim "fides", que remete para uma atitude de fidelidade. No contexto religioso, a fé é uma virtude daqueles que aceitam como verdade absoluta os princípios difundidos por sua religião. Ter fé em Deus é acreditar na sua existência e na sua onisciência. A fé é também sinônimo de religião ou culto. Por exemplo, quando falamos da fé cristã ou da fé islâmica.
A fé cristã implica crer na Bíblia Sagrada, na palavra de Deus, e em todos os ensinamentos pregados por Jesus Cristo, o enviado de Deus. Na Bíblia há inúmeras referências ao comportamento do cristão que age com fé. Uma das frases sobre o tema afirma que "a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem". (Hebreus 11:1) O termo "fé" surge em algumas expressões populares e também no contexto legislativo. Alguns exemplos: "Fazer fé": acreditar em alguém ou em algum ato; ter esperança. "Dar fé": afirmar como verdade. "Boa fé": forma de agir honestamente, sem quebrar um compromisso. "Má fé": agir de forma intencional para prejudicar terceiros.

Serviço:
Exposição: FÉ do Grupo ZR ART do Atelier de Arte Contemporânea  Edilson Viriato
Local: EspaçoCultural da Câmara Municipal de Ponta Grossa-PR
Endereço: Avenida Visconde de Taunay 880

Visitação: De 02 a 31 de maio, de segunda-feira à sábado das 13h às 18h 

Imagem: Divulgação
Câmara Municipal de Ponta Grossa-PR