terça-feira, 28 de julho de 2015

"CURSOS, OFICINAS E ATELIERS" NO SOLAR DO ROSÁRIO - CONFIRA A AGENDA E UM POUCO DA HISTÓRIA E ARQUITETURA



Foto: Divulgação
Fonte do Site: www.solardorosario.com 


No coração do centro histórico da capital paranaense, o espaço Cultural Solar do Rosário é uma instituição particular atuante na arte e cultura.
Um complexo multicultural que envolve Galeria de Arte, Café e Livraria, Restaurante, Casa de Chá e jardim de esculturas e também promove várias atividades culturais como cursos, oficinas, ateliers, lançamentos de livros e eventos ligados à arte e a cultura e prepara para este segundo semestre de 2015, uma agenda repleta de atividades culturais.


Um pouco da história e arquitetura

Foto: Divulgação
Solar do Rosário


HISTÓRIA:
O SOLAR DO ROSÁRIO é um casarão centenário localizado no Centro Histórico de Curitiba. Entre a Igreja da Ordem de São Francisco de Assis e das Chagas e a Igreja do Rosário dos Pretos de São Benedito destaca-se como uma das mais bonitas mansões do conjunto das antigas construções da cidade.
Situada no coração do Centro Histórico tem ilustre vizinhança:: a Sociedade Garibaldi que congrega a “bouna gente italiana”, uma das sedes da Fundação Cultural de Curitiba , o sóbrio solar do austríaco Wolff, Memorial de Curitiba, Casa Romário Martins de tradição lusitana, todos armazéns da memória curitibana.  O SOLAR DO ROSÁRIO , cartão postal da cidade, é uma casa assobradada de arquitetura eclética porque, como em todas as casas senhoriais do fim do século XIX, havia uma mistura de estilos: colonial português, francês, alemão, acrescido de características neoclássicas como o frontão com suas volutas curvas, janelas e sacadas. Síntese de estilos que retrata o espírito da terra paranaense: acolhedora de todas as etnias, terra de todas as gentes.
Assim, o solar avoengo, testemunha das histórias e novelas curytibanas, nos fins de noite frios e sombrios (que não são poucos) de inverno da cidade assemelha-se a cenário de filme baseado na obra de Trevisan ou Leminski … Já nas manhãs ensolaradas de domingo as velhas pedras do Largo da Ordem seguem alegremente em direção à Praça Garibaldi passeando pela Feira de Artesanato mais famosa da cidade. É ponto de encontro obrigatório de curitibanos e forasteiros. Muda o cenário. O SOLAR DO ROSÁRIO se transforma num feérico poema de Helena Kolody. Todos se encontram no SOLAR DO ROSÁRIO espaço de arte e cultura. Todos se confraternizam.
O Solar do Rosário de propriedade de Regina e João Casillo é uma iniciativa privada em forma associativa que abriga um espaço particular vivo e atuante de arte e cultura. Inaugurado em maio de 1992, é um complexo cultural que possui Galeria de Arte, Café e Livraria, Cursos, Oficinas, Ateliers, Restaurante, Casa de Chá e Jardim de Esculturas. Abre suas portas todos os dias e também aos sábados e domingos. Promove viagens culturais, cede seus espaços para lançamento de livros e eventos de arte, música, teatro, performances e arte educação.


ARQUITETURA:
O SOLAR DO ROSÁRIO, cartão postal da cidade, é uma casa assobradada de arquitetura eclética porque, como em todas as casas senhoriais do fim do século XIX, havia uma mistura de estilos: colonial português, francês, alemão, acrescido de características neoclássicas como o frontão com suas volutas curvas, janelas e sacadas. Síntese de estilos que retrata o espírito da terra paranaense: acolhedora de todas as etnias, terra de todas as gentes.

Fonte: www.solardorosario.com.br

Rua: Duque de Caxias, 04
Centro Histórico de Curitiba-PR
Telefone: +55(41) 3225-6232


Site: www.solardorosario.com.br



segunda-feira, 27 de julho de 2015

"O LIVRO RESIDÊNCIA BELOTTI, MAIS DO QUE UMA PUBLICAÇÃO, É O REGISTRO HERÓICO DE SUA EXITÊNCIA"

Foto: Divulgação
Residência Belotti
Carmesin Espaço de Arte e Design


Somatizando cultura e apoiando as artes na Capital Paranaense, o empresário e workaholic cultural Hugo Umberto idealizou um projeto que conta com o tombamento da Residência Belotti, um belo exemplar da arquitetura e história na segunda metade do século XX no centro de Curitiba.

O projeto ainda conta com um livro, integração ecológica e cartofilia.

O Livro narra um pouco da história de Lolo Cornelsen, arquiteto que projetou a casa em 1953, de Medoro e Nine Belotti, construtores e primeiros moradores da casa, e das famílias Binz e Pacheco, moradores subseqüentes. Apresenta também um grande acervo de fotos das famílias e minuciosas imagens da casa em processo de abandono, do restauro e da casa finalizada.











“O livro Residência Belotti, mais do que uma publicação, é o registro heróico de sua existência”, comenta Hugo Umberto.







Ainda semeando cultura, a Casa, como recompensa, dará o livro a todos os participantes como também serão distribuídos como meta muitas unidades para escolas e universidades públicas e particulares. Haverá a doação de 500 mudas de flores à população de Curitiba e região, bem como fará surgir um novo paisagismo em uma pequena Praça de Curitiba, onde três mudas adultas de araçá (arvore nativa de Curitiba) farão a diferença.

Serão distribuídos também 500 kits postais com várias fotos do restauro e da casa.

Com apenas uma contribuição você já estará participando para a realização do livro e recebe um exemplar quando ele for lançado.







“Gente, vamos colaborar para que o livro Residência Belotti possa ser publicado? Ele conta a história desde o projeto, a construção, as famílias que nela viveram a restauração, até sua atual condição de importante espaço cultural da nossa cidade! Você pode doar a partir de 10 Reais! Bora ajudar?, comenta a apresentadora Betina Müller.






Acesse o link e conheça mais o projeto e veja como participar.



https://www.catarse.me/pt/RESIDENCIABELOTTI?ref=facebook

"SABORES DO INVERNO" NA CASA DA CULTURA POLÔNIA BRASIL




A Casa da Cultura Polônia Brasil comemora seu terceiro aniversário neste mês e não poderia deixar de celebrar esta data com a comunidade. 

Nesta terça-feira, dia 28/07 acontece o 2o. Encontro Gastronômico que traz os “Sabores do Inverno”, promovido pela instituição. 

Não fique de fora desta festa, garanta o seu convite e venha comemorar conosco! (últimos convites à venda através do email contato@poloniabrasil.org.br

SERVIÇO:

 “2º. Encontro Gastronômico – Sabores do Inverno”

Local: Casa da Cultura Polônia Brasil
Data: 28/07/2015 das 19h às 22 h

Endereço: Rua Ébano Pereira, 502
                   Alto São Francisco
Curitiba - PR.

Mais informações por e-mail: contato@poloniabrasil.org.br




CONCURSO PARA TRADUTORES INICIANTES DE LITERATURA POLONESA NO BRASIL



CONCURSO PARA TRADUTORES INICIANTES DE LITERATURA POLONESA NO BRASIL

Promovido pelo Instytut Książki  (I​nstituto do Livro da P​olônia). 
Informação importante para todos aqueles que se interessam por literatura polonesa e que gostariam de testar suas forças traduzindo-a para a língua portuguesa do Brasil: O Instituto do Livro, a Embaixada da República da Polônia em Brasília e a Polonística da Universidade Federal do Paraná anunciam um concurso de tradução do conto “Babka i duchy”, de Andrzej Stasiuk, para o português brasileiro.

Convidamos tradutores iniciantes e também aqueles que nunca antes se dedicaram à tradução literária, mas estão dispostos a tentar.

Data-limite para envio dos trabalhos: 31 de julho do corrente.

O prêmio pela melhor tradução será uma estada de um mês em Cracóvia, no Kolegium Tłumaczy (programa de residência para tradutores de literatura polonesa mantido pelo Instituto do Livro desde 2006).

Os autores das traduções mais bem classificadas serão convidados a tomar parte em outras atividades planejadas, entre elas uma série de oficinas de tradução previstas para outubro do corrente. O regulamento do concurso e o conto a ser traduzido encontram-se disponíveis na página do Instituto do Livro na internet .

Para informações adicionais, entrar em contato com o Sr. Tomasz Pindel (t.pindel@instytutksiazki.pl).

REGULAMENTO DO CONCURSO DE TRADUÇÃO DE CONTO PARA O PORTUGUÊS BRASILEIRO

1. O Instituto do Livro (sediado à Rua Z. Wróblewskiego, nº 6, 31-148, Cracóvia, Polônia) – doravante denominado Organizador –, a Polonística da Universidade Federal do Paraná e a Embaixada da República da Polônia em Brasília divulgam concurso de tradução do conto abaixo indicado, da língua polonesa para o português do Brasil. O objetivo do concurso é estimular tradutores iniciantes ou potenciais à prática tradutória.

2. O concurso dirige-se a tradutores iniciantes de literatura polonesa no Brasil. Poderão participar dele interessados que possuam no máximo um livro traduzido já publicado. Convidamos também a enviarem seu trabalho pessoas que não possuam ainda qualquer tradução publicada, mas que se interessem pela tradução literária.

3. O objeto do concurso consiste na tradução da totalidade do texto “Babka i duchy”, do volume de contos Grochów, de Andrzej Stasiuk, para o português brasileiro. O texto original do conto está disponível em , no link “Do pobrania”.

 4. Solicita-se que os trabalhos inscritos no concurso sejam enviados por email para o endereço t.pindel@instytutksiazki.pl, identificados com o título “Konkurs na tłumaczenie – portugalski”. Em arquivo distinto, anexado à mesma mensagem, devem constar nome, data de nascimento e endereço do candidato, e dados completos atualizados para contato (e-mail).

5.A inscrição de trabalho no concurso implica a aceitação do presente regulamento por parte do candidato. Os participantes não têm direito a utilizar o texto original para outros fins além da tradução; veda-se, em especial, a publicação do texto ou de seus fragmentos em qualquer formato e em qualquer suporte.

 6. Um júri (composto por Regina Przybycień, Henryk Siewierski e Marcelo Paiva de Souza) realizará a escolha da melhor tradução, veredito que será dado a público até 31 de agosto do corrente na página do Instituto do Livro na internet. O prêmio pela melhor tradução será uma estada de um mês em Cracóvia, no Kolegium Tłumaczy (datas a definir). O Organizador reserva-se o direito de não conceder a premiação.

 7.Informações adicionais podem ser obtidas junto ao Instituto do Livro. Entrar em contato com o Sr. Tomasz Pindel, pelo e-mail t.pindel@instytutksiazki.pl.

8.O Organizador não se responsabiliza pelo teor do material enviado pelo candidato no ato da inscrição, em especial por eventuais violações de direitos autorais ou propriedade de terceiros.

9.Em caso de interpelação do Organizador por terceiros a título de violação de direitos ou propriedade assim como especificado no item anterior, o candidato fica obrigado a tomar as providências necessárias para esclarecimento da situação havida ou reparação dos danos que o Organizador tenha sofrido em decorrência da legitimidade de tal reivindicação.

10. Os dados pessoais fornecidos pelo candidato na inscrição serão processados pelo Organizador para efeito da realização do concurso, divulgação dos resultados e para fins de contato.

11. O administrador dos dados pessoais recolhidos para efeito da realização do concurso é o Instituto do Livro. As informações obtidas serão processadas de acordo com o disposto pela lei de 29 de agosto de 1997 sobre a proteção de dados pessoais (Dziennik Ustaw de 2014, nº 1182, com retificações). A pessoa à qual as informações se referem tem direito de acesso a seus dados e à correção dos mesmos. O fornecimento de dados pessoais é voluntário, porém indispensável para a participação no concurso.

E no link abaixo é possível acessar as informações (em polonês) no site do instituto onde também consta o texto original do conto a ser traduzido.
  


domingo, 26 de julho de 2015

CARMESIN ESPAÇO DE ARTE E DESIGN, RECEBE A EXPOSIÇÃO "IMAGINAÇÃO" DE JONAS PAIM

Foto: Divulgação


Nesta quarta-feira, 29/07, às 19h30min, a Carmesin Espaço de Arte e Design, situada na elegante residência Belotti, recebe a exposição “IMAGINAÇÃO”, primeira individual em Curitiba do artista plástico Jonas Paim.

Foto: Divulgação
Residência Belotti - Carmesin Espaço de Arte e Design













O artista gaúcho radicado em Curitiba-PR é conhecido pelo seu traço único, de gestual livre e minimalista, o que convida o espectador a uma viagem pelo seu imaginário.





Durante o vernissage, a Casa e o artista convidam também para apreciarem o nhoque da sorte do grande mestre da gastronomia, Chef Marcos Bortolozo.
A noite cultural terá a cobertura fotográfica do renomado Gerson Lima.

Mais sobre o artista:






SERVIÇO:

Exposição: “IMAGINAÇÃO” por Jonas Paim

Abertura: 29/07/2015 às 19h30min

Visitação: de 30/07 a 15/08/2015

Local: Carmesin Espaço de Arte e Design
         Residência Belotti

Endereço: Rua Dr. Faivre, 621
              Centro – Curitiba-PR



Entrada Franca


segunda-feira, 20 de julho de 2015

III SEMANA DE ARTES DO RESTAURANTE MEZANINO DAS ARTES



Em sua terceira edição, a equipe do restaurante curitibano Mezanino das Artes, apresenta sua III Semana de Artes do Mezanino.
Com programação entre os dias 25/07 e 1/08, a semana cultural inaugura com vernissage a exposição “Cores da Vida” da artista Karin Bergit Jakobi às 19h e segue a semana multicultural com cantos, músicas instrumentais, apresentação de curtas-metragens, poesias e declamações. 

PROGRAMAÇÃO: 



SERVIÇO:
Evento: III Semana de Artes do Mezanino
Local: Restaurante Mezanino das Artes

Endereço: Al.Dr. Carlos de Carvalho, 805
Batel - Curitiba-PR
De 25/07 à 01/08/2015
Horário de Funcionamento:
De segunda a sexta-feira das 11h30 às 23h00
Aos sábados das 12h00 às 23h00

MAIS INFORMAÇÕES:
Telefone: (41) 3222-3439
Instagram: @restaurantemezaninodasartes




 Foto: Divulgação
 Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

sábado, 18 de julho de 2015

BISA BASÍLIO CAFÉ INAUGURA EXPOSIÇÃO "ICONOSTÁSIO" DE ELOIR JR.



O elegante Café Bisa Basílio no Água Verde em Curitiba-PR, inaugura nesta segunda-feira dia 20/07/2015 a Exposição individual “ICONOSTÁSIO" do artista plástico e curador Eloir Jr.
Com curadoria de Carla Schwab e do próprio artista, a mostra cultural reúne 12 trabalhos onde Eloir Jr. se inspirou através da observação da religiosidade e devoção do povo eslavo aos ícones sacros.

Sobre seu olhar artístico as imagens sacras são pintadas em vestes eslavas no interior das matryoszkas.


SOBRE A EXPOSIÇÃO:

Nesta série, o artista busca inspiração através da observação da religiosidade do povo eslavo aos ícones sacros. no interior das igrejas na nave central, há a elaboração de altares em forma de pinturas de imagens de Jesus, Nossas Senhoras, Santos e Anjos, muito particulares na arquitetura da Europa Oriental eclesiástica e católica. Sobre seu olhar artístico as imagens sacras são pintadas em vestes eslavas no interior das Matryoszkas. 
A reflexão e paz interior estão na forma das Matryoszkas, que significa mamãezinha querida, uma referência a Maria, mãe da humanidade, onde de seu ventre sagrado nascem às imagens e também ao próprio ato de guardar uma matryoszka dentro da outra, nos remetendo a espiritualidade, a alma de cada ser.

A Iconofilia é uma veneração as imagens sacras pintadas inicialmente no mundo bizantino sobre madeira ou pele de animais e no mundo contemporâneo estão no campo bidimensional e em murais religiosos e se caracteriza pela fé e religiosidade em ícones, mantendo o respeito de não tocar nas imagens pintadas, recorrendo assim aos rushnyks, um pano de tecelagem bordada envolvendo o ícone e que invoca o poder espiritual podendo ser tocado, e neste momento proferir orações.

Este ritual sagrado nos remete a introspecção e respeito a seres que aqui estiveram em sua vida humana e nos deixaram mensagens na forma de ensinamentos de amor, compreensão, paz, entre tantos outros que no cotidiano deixamos adormecidos, mas que estão em nossa essência, para tanto esta coletânea nos faz refletir e apreciar com admiração e respeito a um mundo invisível, porém presente em nossas vidas.


SOBRE O ARTISTA:
Nascido em Curitiba-PR, Eloir Jr. é Artista Plástico pós-graduado pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e graduado pela Universidade Tuiuti do Paraná, colunista cultural do Sztuka Kuritiba e há sete anos é Diretor-curador dos Grupos de Arte Contemporânea ART.CON e ÓIA NÓIS.

Expõe profissionalmente seus trabalhos artísticos em mostras individuais, coletivas e salões de arte desde 1997, obtendo 12 premiações durante este período e suas obras estão em coleções de acervos nacionais, internacionais, livros de arte e cultura e nas edições da Casa Cor Paraná.

Em 2010 representou com suas pinturas o Estado do Paraná na cidade francesa de Vaire-Sur-Marne, e em 2013 participou de exposição no Carrousel Du Louvre em Paris-France.
Há 20 anos é estudioso das etnias européias que imigraram e colonizaram a terra Paranaense, região sul do Brasil, com enfoque principal na cultura eslava da Polônia e Ucrânia, onde não só expressa a pintura sobre tela, como também o artesanato cultural destes países.

Seu trabalho é alegre, colorido e resgata as memórias culturais trazidas pelos diversos povos. Inspirando-se nos folclores polonês, ucraniano, português, italiano entre outros, o artista consegue demonstrar a convivência harmoniosa das etnias que fazem parte de sua terra natal, a terra de todas as gentes.
Em seu percurso artístico se identificou com a linguagem Näife, que traduz a pura expressão ingênua da cultura, hábitos e costumes em harmonia com ícones paranistas, como gralha azul, araucárias e pinhões.



SERVIÇO:

Exposição "ICONOSTÁSIO” de Eloir Jr.
Local: Bisa Basílio Café
Endereço: Rua Coronel Dulcídio, 1822 - Água Verde
Curitiba-PR
Fone: 41 - 3528-6220

A Exposição permanece por 30 dias
De segunda-feira a sábado da 10h às 20h. 


Entrada Franca 

Foto: Divulgação